Post atualizado em

Avaliando e entendendo o atual momento do mercado de Medical Devices e os possíveis caminhos para a diferenciação.

De acordo com a Brazilian Health Devices, projeto executado pela Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (ABIMO) em parceria com a Apex-Brasil, a indústria de equipamentos médicos é capaz de suprir 90% das demandas do mercado interno e exportar para mais de 180 países gerando mais de 60 mil empregos no Brasil. A produção nacional cresceu cerca de 72% entre 2007 e 2013 mostrando ser um excelente segmento industrial com organizações competentes o suficiente para conquistar cada vez mais mercado.

Entende-se por Health Devices o setor de produtos para saúde, contemplando os segmentos: Odontológico, Laboratorial, Radiológico, Equipamentos médico-hospitalares, Implantes e Materiais de consumo (como hipodérmicos, têxteis, adesivos e outros).

O mercado, estimado em quase R$ 8 bilhões está em expansão gerando cada vez mais empregos, permitindo o surgimento de novas empresas e consequentemente acirrando a concorrência. O grande desafio das empresas nacionais é trazer inovação e otimização de processos para conquistar cada vez mais espaço para competir com as grandes multinacionais do ramo.

Especialistas questionam-se e dialogam sobre as melhores tendências e caminhos para a diferenciação no mercado. A inovação é o ponto mais forte para o segmento sendo passível de ser explorada em dois âmbitos: produtos e processos. Nanotecnologia, diagnóstico in-vitro e equipamentos cardíacos são fortes tendências de inovação para os próximos anos. Em paralelo, a otimização de processos administrativos e operacionais são formas de agregar valor, aumentar a qualidade dos serviços e reduzir o máximo de custos possível.

Melhorias em gestão administrativa e operacional permitem avaliar, de forma mais concisa, quais são as falhas e os acertos da organização visando a tomada de decisões mais assertivas e eficazes. Empresas que produzem e vendem equipamentos médicos, hospitalares e odontológicos (EMHO) tem o grande desafio de entregar seus produtos para diversos clientes e fornecedores. Essa operação é fundamental para a lucratividade da empresa e apresenta uma série de oportunidades de melhoria e otimização.

Citando exemplos que fazem parte do cotidiano da área da logística temos custos diretos e indiretos. Os custos diretos são os mais fáceis de serem mapeados como: gasolina, multas, manutenção e hora/homem. Apesar de serem gastos intrínsecos em empresas que possuem carros costumam ser exageradamente mais elevados, seja por deficiências de planejamento seja por deficiências de controle e gestão. Os custos indiretos são aqueles ligados a complexidade da operação: controlar a localização, a utilização dos carros, estabelecer o roteiro da viagem, etc. Esses costumam ser mais difíceis de controlar justamente por sua intangibilidade mas, sem dúvidas, é a parte logística com mais oportunidade de otimização.

Tanto a inovação de produto quanto a inovação processual podem contar com a ajuda da tecnologia. A automatização de funções, informações em tempo real e análises computadorizadas funcionam como ajuda humana. Realizam o trabalho de uma série de profissionais que teriam que ser contratados ou alocados para tornar possível esse trabalho.

Fontes:
ABIMO
https://goo.gl/yfclHH

Caso de Sucesso: Cobli e GaBmed

A Cobli é uma empresa que preza pela alta performance. Por isso, conta com tecnologia avançada e é referência no segmento de gestão de frotas pelo aumento de produtividade e redução de custos com os carros. O foco é o aumento da rentabilidade da empresa, otimizando processos e facilitando o acompanhamento diário da operação.

O time é formado por universidades como Harvard, ITA, FGV, Insper e USP e traz expertises profissionais como, Bain & Co, Morgan Stanley, Procter & Gamble e investidas do grupo 3G. A Cobli é a primeira empresa da América Latina que conquistou o prêmio Harvard New Venture, da Universidade de Harvard (2016). Além disso a empresa venceu, por dois anos consecutivos (2015-2016), o prêmio de Inovação em telecomunicações concedido pela Telesíntese, com um júri composto por representantes do BNDES, Anatel e Governo do Estado de São Paulo.

GaBmed contando um pouco sobre como a gestão da sua frota e empresa evoluíram com a Cobli! Reduzindo custos como telefonia e combustível, além de aumentar a produtividade!

Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas e como a gente pode te ajudar!

Rastreamento de Frota

 


5 Comentários

    • Roberta Caprile Responder

      Ficamos muito felizes em saber que você gostou, Joana. Continue nos acompanhando!

  1. Roberta Caprile Responder

    Que bom que gostou. Qualquer dúvida sobre este ou outros assuntos, estamos à disposição!

  2. Medicina e patologias são coisas muito complexas, a anos trabalho na área
    e sempre penso que é fantástico o corpo humano. Gostei muito do assunto
    e busco muitas informações na internet sobre patologias de diversas áreas
    embora eu seja especializado em pediatria.Parabéns pelo site, um abraço 😉

Escreva um Comentário