Gestão de equipe para empresas de logística

Gestão de equipe para empresas de logística

Já disse o poeta que “é impossível ser feliz sozinho”, em uma frase que vale inclusive para o mundo do trabalho: qualquer empresa precisa de uma boa gestão de equipe para funcionar. 

À exceção dos microempreendedores individuais, toda empresa que deseja crescer precisa ter uma equipe capaz de dar conta de inúmeras atividades. 

Duvida? Áreas como financeiro, jurídico, operações, logística, recursos humanos e marketing, por exemplo, costumeiramente demandam grandes equipes; além disso, é necessária sintonia entre as áreas. 

A sintonia é importante para que a empresa funcione como um relógio e, para isso, a liderança tem um papel fundamental. 

Neste texto, você vai entender o que é gestão de equipe, porque ela importa, como a gestão de equipes funciona e como você pode colocá-la em prática na sua empresa. 

Também vai conhecer os principais 05 acertos e 05 erros na hora de fazer a gestão de equipes e conhecer sistemas e ferramentas que podem te ajudar. Vamos lá? 

Fundamentos da gestão de equipe

Gestão de equipes é uma área do conhecimento que consiste no controle sobre o trabalho e desempenho de um grupo específico de funcionários ou colaboradores. 

Normalmente, a gestão das equipes é exercida pelos líderes das áreas (normalmente, chamados de gestores), mas isso não é a regra em métodos mais modernos de trabalho, como no universo do método ágil. 

De qualquer maneira, os responsáveis pela gestão de equipes devem ter diversas preocupações, mas buscar sempre motivar e engajar as equipes em prol da produtividade. 

Entre as principais tarefas a cargo de um gestor de equipe, estão: 

  • Trabalhar e motivar o time a agir de acordo com os objetivos da empresa;
  • Conciliar a visão dos empregados e da empresa;
  • Equilibrar produtividade, qualidade dos serviços e a satisfação dos funcionários;
  • Estimular a evolução profissional das pessoas do time;
  • Incentivar o trabalho em equipe e direcionar tarefas;
  • Buscar políticas para formar, desenvolver e reter talentos;
  • Motivar os colaboradores e fazê-los se comprometer com suas tarefas;
  • Cuidar da harmonia do ambiente de trabalho;
  • Buscar sempre melhorar os pontos negativos do time. 

Como se pode ver, a gestão de equipes é um trabalho bem grande, mas pode ser desenvolvido com muito talento por inúmeros profissionais. 

Melhore a organização do seu time! Receba nossa planilha de escalas de trabalho

Por que a gestão de equipe é importante? 

A gestão de equipes em uma empresa funciona muito bem como qualquer time. Um bom time é aquele que é capaz de jogar junto para chegar ao melhor resultado, usando seus melhores esforços para vencer e trabalhando de uma forma a evitar suas deficiências. 

Um bom time também é a junção de uma equipe motivada e habilitada a fazer seu trabalho; se um jogador decide jogar sozinho, está sem vontade ou não sabe o que fazer, o resultado pode ir por água abaixo. 

Numa empresa, é a mesma coisa: e cabe ao líder alinhar os empregados a essa performance.

Antigamente, bastava produzir até o último fio de cabelo; hoje, porém, é cada vez mais importante que o gestor de equipes não busque só a produtividade, mas também a satisfação das pessoas no trabalho.

É fácil entender porquê: profissional bom, mas que está desmotivado ou infeliz, acaba saindo da empresa rapidamente. 

Já o profissional que estiver motivado vai não só produzir mais, como também ser capaz de produzir ideias criativas para melhorar seu trabalho e o de todos ao seu redor. 

Receba 01 questionário de pesquisa de satisfação com cliente para melhorar seu atendimento

Como fazer uma boa gestão de equipe?

A boa gestão de equipes começa sempre pelo líder; é ele que tem o papel fundamental de manter o resto da equipe alinhada e produtiva, trabalhando bem. 

Para isso, no entanto, ele deve ter habilidades e características que o ajudem nessas tarefas, bem como para treinar, dar o exemplo e recompensar os membros do time. 

Aqui abaixo, listamos algumas dessas habilidades, que você deve desenvolver caso queira se tornar um líder (ou identificar em alguém que possa ser um gestor de equipes na sua empresa). 

A primeira delas é a comunicação: sem conseguir dar ordens, informações e também ouvir seu time, um gestor será incapaz de comandar bem as pessoas. 

Saber ouvir as reclamações, problemas e angústias (que vão muitas vezes além do ponto de vista profissional) é muito importante. 

O comprometimento com o trabalho também é outra tarefa super importante dos gestores de equipe: afinal, se o ‘chefe’ não dá o exemplo, é muito fácil os funcionários se sentirem desmotivados. 

Além disso, o bom gestor é aquele que se torna responsável pelos erros e acertos do time, bem como consegue entender quais foram as falhas e treinar as pessoas para se desenvolverem. 

O bom gestor também precisa ser uma pessoa que suscita inspiração nas pessoas; o funcionário que deseja se desenvolver deve se espelhar no gestor para, quem sabe, um dia, ocupar seu lugar. 

E não se deve ter medo de desenvolver as pessoas: melhor trabalhar com gente boa e ambiciosa do que com quem não quer andar para a frente. 

Em muitos casos, o bom gestor também precisa ser um especialista. Não basta só comandar as pessoas, mas também mostrar que ele conhece mais e pode ajudar os outros com suas habilidades. 

No entanto, é bom ficar atento para não se tornar um líder com ar de superioridade, incapaz de aprender com os outros, algo especialmente importante em tempos de muita tecnologia e transformação digital. 

05 acertos e 05 erros comuns na gestão de equipes

Agora que você já sabe quais são as características de um bom líder, poderá saber quais são acertos e erros nessa prática relevante que é a gestão de equipe. 

Vamos pensar no universo de uma transportadora ou de uma empresa para a área de logística; assim, ele ficará mais próximo da sua realidade. 

Um exemplo de um acerto que muitas empresas dessa área fazem é escolher o melhor líder possível para serem, por exemplo, o gestor da frota. 

Não necessariamente essa pessoa será o motorista mais antigo da empresa ou aquele que tem as melhores taxas de execução; acreditar que esses atributos fazem de alguém um bom líder é um erro comum. 

O acerto será escolher um profissional que tem experiência e habilidade para os desafios da profissão, mas que também tem bom trato pessoal para demandar a equipe na hora de trabalhar. 

Da mesma forma, o bom líder também precisará saber bem quais são os profissionais certos para cada vaga ou para cada tarefa. 

É claro que é muito difícil alinhar uma equipe inteira para a tarefa que cada um mais gosta (e priorizar isso pode ser um erro bastante comum que afeta a produtividade da empresa). 

Por outro lado, é importante pensar em quais motoristas têm mais afinidade com certas tarefas, por exemplo, ou têm a experiência e capacitação necessária para cuidar de certas cargas. 

Outro acerto que os gestores de equipe devem sempre buscar ter no seu dia a dia é o de realizar treinamentos periódicos com os profissionais. 

No universo das empresas de logística, isso vale para ferramentas usadas no dia a dia, mas também treinamentos das chamadas soft skills, ou habilidades de comportamento. 

Um erro comum nesse quesito é o de achar que só porque o trabalho está funcionando bem que a equipe não precisa de treinamento. 

Não é verdade: até mesmo os melhores profissionais têm sempre algo a aprender. 

Mais do que isso: muitos se sentem valorizados quando recebem um treinamento para melhorar ainda mais o que sabem e exercem. 

Outro acerto fundamental do bom gestor é saber motivar as equipes – e entender que para cada funcionário haverá motivações diferentes. 

Um motorista que tem família, por exemplo, talvez prefira não fazer hora extra ou pegar viagens mais longas para estar com os filhos. 

Saber atender a essa demanda, por exemplo, poderá ser uma forma do bom gestor motivar esse profissional a trabalhar melhor. 

Um erro dos gestores, inclusive, é acreditar que todos os profissionais desejam as mesmas coisas – alguém que estiver com problemas financeiros, por exemplo, provavelmente não negará a chance de fazer uma hora extra. 

Outra atividade que bons gestores fazem é o chamado endomarketing – um nome sofisticado para medir como está a satisfação dos funcionários com a empresa. 

O bom gestor é aquele que é capaz de não só identificar bem o clima entre os funcionários, mas também agir para motivar a melhora desse humor se for necessário. 

O gestor que não pergunta e não se preocupa se o clima está bom dentro de sua equipe (ou se o time está alinhado com o momento da empresa) é, provavelmente, um mau gestor. 

Qual o papel do gestor de frota? Veja as principais informações sobre as atividades desse profissional!

Sistemas ou controles que ajudam na gestão de equipes

Desde que as empresas se tornaram o ambiente mais comum de trabalho, ferramentas, sistemas e controles ajudam líderes a gerir suas equipes. 

Quer um exemplo? O relógio de ponto é uma ótima ferramenta para saber quanto cada pessoa está trabalhando; é um sistema que ajuda não só a saber quem está se dedicando mais ou menos, mas também a produtividade por trás de cada funcionário. 

De forma análoga, organogramas e sistemas visuais de organização e hierarquia também são bem usados para explicar aos funcionários a quem recorrer quando precisarem de ajuda. 

Modernamente, existem diversas ferramentas que podem melhorar a gestão de equipes e de tarefas de maneira muito simples. 

Sistemas de gestão à vista, como um business model canvas, podem ajudar equipes inteiras a se informar sobre o momento da empresa de maneira rápida. 

Ferramentas muito populares, como Kanban, Trello, Asana ou Jira, também podem ajudar gestores e equipes a entender o status de diferentes tarefas ao longo do tempo. 

E para a comunicação, até mesmo um bom e velho grupo de conversas pode ajudar bastante a vida da gestão de equipes (desde que todos saibam os limites do grupo, claro). 

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos sobre questões de logística e gestão de frota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *