03. Reduzir os custos de manutenção preventiva

Reduzir os custos individuais de cada manutenção

Descrição

Encontrar uma boa oficina é essencial para que seus veículos quebrem menos. Isso também ajuda a gastar menos com manutenção. Neste capítulo, vamos falar sobre isso.

Transcrição do vídeo

00:00

Na aula de hoje a gente vai conversar um pouco mais sobre como realmente fazer a manutenção.

Então, até agora, a gente conversou bastante sobre o que a gente pode fazer para evitar que esse momento chegue.

Mas a gente tem que ser honesto e, realmente, a gente sabe que os veículos vão precisar de manutenção, tanto preventiva, quanto corretiva. Isso na verdade é até benéfico.

Nossos veículos são desenhados para você conseguir trocar uma peça por outra em prol de você não precisar fazer uma troca muito maior.

E ter um gasto muito maior.

Erros mais comuns

00:30

Para começar, aqui na aula de hoje eu vou passar para vocês três dos erros mais comuns, que a gente vê bastante em operações aqui, fazendo no Brasil, e pagando depois do preço por isso.

1. Ter apenas uma oficina mecânica

00:37

O primeiro e mais comum é você acreditar sempre na sua oficina mecânica de confiança e manter essa relação sozinha por décadas ou por muito tempo ali dentro da sua operação.

Algumas coisas acontecem aqui.

A tecnologia vai evoluindo, então algumas oficinas mecânicas acabam ficando um pouco paradas no tempo, utilizando processos e técnicas mais antigas, enquanto você poderia estar se atualizando e assim ter uma manutenção mais eficiente para o seu veículo. Um outro risco de você ter apenas uma oficina quando você tem uma frota um pouco maior é que você acaba ficando dependente demais dela. Se não tem alguma peça, ou se ela está com uma fila maior hoje, ou se está com menos mecânicos essa semana, por algum problema, você fica ali um pouco mais preso e você não tem os processos, os acordos, com outras oficinas que você pode precisar também. Um outro problema aqui, também bastante comum, é o chamado o 'barato que sai caro'.

01:30

“Fui em todas as oficinas aqui do bairro, todos os lugares custam R$ 1000 essa peça e tem um cara aqui que falou que custaria 250, vou lá trocar.” O que a gente sabe, é que não tem almoço de graça.

As oficinas mecânicas, elas têm um preço realmente, para comprar a peça, para ter a mão de obra qualificada, para manter esse pessoal treinado e para fazer um serviço adequado.

Se alguém está muito fora do que você vê, você sabe que tem bastante risco de estar acontecendo alguma coisa errada.

E isso, de novo, vai voltar contra você. Essa economia não vai ser uma coisa que você vai conseguir usufruir ali no futuro.

2. Escolher a oficina por comodidade

02:02

O outro tipo de 'barato que sai caro', que também vale a pena ficar esperto dentro da sua operação, é realmente na seleção das oficinas. Então eu vou fazer nessa daqui, porque ela é duas ruas aqui do lado, vai ser mais rápido para eu ir lá e voltar, quando eu precisar. A gente entende que o custo de transporte e o tempo que você vai fazer tem que ser levado em conta na seleção da oficina, mas dado o valor que isso tem para o seu carro e o risco de ele ter algum problema depois, de novo, vale a pena você realmente fazer uma pesquisa um pouco melhor para garantir que você escolhe a oficina ideal.

3. Deixar de negociar com a oficina

02:34

Agora, um outro ponto prático, que a gente vê que de vez em quando as empresas deixando de lado é a questão de, realmente, como negociar com a oficina. O que acontece? A oficina que é focada em frota, ela já tem uma busca, em geral, por uma questão realmente de eficiência e volume.

Ela quer fazer muito mais veículos, muitas vezes com preço menor. E quer ter uma previsibilidade também da operação dela, para garantir que a mão de obra dela está sempre trabalhando e que ela consegue prever bem quantas pessoas ela vai ter ou não.

Então aqui é um ponto que a gente consegue unir o útil ao agradável. E então, quando conversar com a oficina, a gente sempre recomenda que você tente discutir com eles um pouco mais de um plano de longo prazo.

Onde, olha, eu consigo trazer aqui mais veículos, eu consigo combinar um pouco mais sobre as minhas manutenções, quando que a gente vai fazer.

03:17

Muitas vezes a gente vê operações, frotas que não são tão grandes, até se juntando com outras frotas do bairro, para aumentar ali o poder de barganha que elas têm, frente a uma oficina mecânica, mas também garantir esse volume legal para a oficina.

Então é um negócio que os dois lados podem ganhar.

Você, frota, consegue ter um cara especializado, que já conhece os veículos, já sabe o que está acontecendo ali, já consegue se preparar, ter as peças e os treinamentos ali para o mecânico. E a oficina mecânica consegue esse volume.

Ou seja, mesmo com um preço baixo, um preço unitário um pouco menor, ele consegue também garantir que a mão de obra dele está ocupada, que a oficina dele está ocupada e assim ganhar um pouco mais de dinheiro.

E todo mundo consegue sair ganhando dessa.

03:55

E aí, com as peças, a lógica é muito parecida.

Você comprar um pouco mais de volume das peças, até você combinar esse jogo com a oficina e com as frotas próximas, você acaba tendo um desconto também.

Aqui, de novo, volta um pouco do 'barato que sai caro'.

Muitas vezes se você vê alguma peça, que está caro em todos lugares e um lugar está com preço bastante diferente, vale a pena levantar o olho, dar uma olhada ali, com calma, para garantir que você não está comprando gato por lebre.