01. Diminua a quantidade de manutenções

Os tipos de manutenção/Preventiva

Descrição

Para controlar suas manutenções, é importante entender como elas funcionam. Nessa primeira parte, vamos falar da manutenção mais recomendada, que é a manutenção preventiva.

Transcrição do vídeo

00:00

Então vamos lá!

Agora a gente escolheu o carro ideal. Tá aqui, bonitinho, novo o carro, e pra gente é importante manter este carro funcionando bem.

E a principal coisa que você consegue fazer para garantir que esse carro não venha a quebrar é fazer as manutenções preventivas. Como funciona, vamos dizer assim, o design do carro? Ele é feito para que você consiga trocar, durante o uso dele, alguns componentes pequenos.

Pensa ali no óleo, filtro e tudo mais para evitar de você ter que fazer uma troca maior.

Por que é importante fazer as manutenções preventivas?

00:29

Então, essas manutenções preventivas, elas garantem a saúde dos elementos do carro para você não precisar ter ali um custo muito maior, depois.

Eu sei que tem muita gente que ainda acredita que a manutenção preventiva é roubalheira, não precisa fazer nada disso, "eu vou fazer só quando quebrar algum item".

Então, para ter certeza do que está fazendo, a gente foi olhar aqui os números de milhares de manutenções.

E a gente vai trazer para vocês dois números muito importantes de você ter em mente.

Se você não fizer a manutenção preventiva, você vai gastar 43% mais dinheiro com manutenção.

Não só isso, como o seu carro vai quebrar 14% mais vezes.

01:06

Então isso quer dizer que você vai ter que ir na oficina mecânica muito mais vezes, vai ter mais gente te ligando que o carro quebrou, se está chovendo, não vai fazer a entrega, o cliente fica irritado e tudo mais.

E não é isso que você quer. Como um bom gestor de frota não é isso que você quer na sua operação.

Então o que eu estou dizendo é: eu não tenho oficina mecânica, eu não tenho nada a ganhar com isso, não é roubalheira.

Não tem nenhum motivo para você não fazer as manutenções preventivas e cuidar bem do carro que você escolheu com tanto cuidado.

01:31

Aí um outro ponto que você tem que manter em mente aqui na hora de fazer manutenções preventivas: todas as peças do seu carro são feitas com cuidado.

Tem muita gente que trabalha para garantir que o carro está bem feito e as peças vão funcionar bem.

Então as manutenções são desenhadas para você garantir que nenhum desses componentes quebrem e o seu carro funcione como um todo.

Dando um exemplo simples, funciona parecido com comida.

Se você comprar um dia lá um iogurte, alguma coisa assim, que já tá vencida, você tem um risco muito grande de passar mal e ficar mal por muito tempo depois e até ter outros problemas subsequentes. Com seu carro é a mesma coisa.

Aqui é melhor prevenir do que remediar.

Exemplo de importância da manutenção preventiva: troca de óleo

02:05

Então vamos lá, vou fazer aqui o exemplo mais comum de todos, para essa questão da manutenção preventiva e corretiva, que é a questão da troca de óleo.

Para a grande maior parte dos carros, a gente sabe que a troca de óleo é recomendada para cada seis meses, a cada 10.000 Km.

Você vai lá em qualquer lugar, oficina, posto, mecânico, concessionária, consegue fazer a troca em poucos minutos e você vai gastar ali de 100 a 150 reais para já tirar esse problema da sua frente.

O que muitas vezes a gente vê dar errado é que: hoje eu estou corrido, não tive tempo, o cliente ligou, meu chefe está bravo, ontem choveu e todo mundo atrasou, esqueci de fazer... e sabe o que vai acontecer o dia seguinte? Nada.

O carro continua funcionando, está tudo bem. Eu vou para cá, vou para lá, faço minhas coisas e parece que não vai ter problema nenhum.

Qual é o grande problema? Eventualmente o carro não liga.

02:50

E aí você tem um problema de verdade. E o que vai acontecer é você ter que ligar para oficina mecânica, porque você não consegue levar o carro até lá.

O cara vai chegar dentro da sua garagem e você vai ver que, obviamente, ele não tem um motor pronto para trocar o seu.

Porque nenhuma oficina mecânica está guardando um monte de motor, esperando, realmente, você ter esse problema dentro da sua operação.

E aqui você partiu para um estresse gigante, porque vai ter que comprar esse motor, vai ser difícil trocar, vai ser caro e você vai fazer um baita estresse ao redor do que você não precisava fazer, se você tivesse simplesmente feito a manutenção e a troca de óleo ali no seu dia a dia.

Cronograma para manutenções preventivas

03:22

Então aqui a dica prática para você garantir que você tá conseguindo fazer isso tudo direitinho: eu dei o exemplo do óleo, mas tem centenas de peças dentro do seu carro que você tem que estar acompanhando bem, é você criar um processo dentro da sua operação para acompanhar isso.

A recomendação geral é que você consiga, pelo menos uma vez por mês, ir lá, parar, olhar o odômetro de todo mundo e entender quais são os veículos que vão precisar de uma manutenção já no mês que vem, para gente já se preparar.

Qual vai ser o dia, quem vai fazer, vou dar feriado para o motorista, não vou, tudo o mais.

E garantir que eu chego na hora certa, no lugar certo, todo mundo já preparado para conseguir fazer essa manutenção.

03:54

Para isso daqui também é muito importante que você siga as recomendações do fabricante.

O mais comum é uma manutenção geral a cada 10 mil km, mas varia um pouco de um carro para outro.

Então é um negócio que vale a pena você dar uma olhada antes.

E aqui vale então você manter o seu calendário de trocas e reposições, que é um tema que a gente vai explicar também, com mais detalhes, em outros vídeos aqui da série.

Mas agora vamos supor que você não fez nada disso e vamos para o próximo vídeo, que a gente vai falar um pouco sobre manutenção corretiva.