03. Reduzir os custos de manutenção preventiva

Peças para ficar atento

Descrição

Para ter ainda mais controle da sua gestão, é importante ter um conhecimento básico sobre os principais componentes do veículo. Dessa forma, você conseguirá negociar melhor os preços com oficinas, debater tempo de garantia e planejar melhor suas manutenções.

Transcrição do vídeo

00:00

Principais peças para ficar atento.

A gente conversou agora, um pouco, sobre como escolher a oficina mecânica e o mecânico ideal para cuidar do seu veículo.

Mas isso não exime você de ter um entendimento, pelo menos mediano, de quais são as principais peças.

Isso aqui vai ser muito importante para você, não só conseguir, de novo, evitar comportamentos que agridam elas, mas também negociar quanto deveria custar, quanto tempo deveria demorar para trocar e ter esse entendimento do que vai ajudar em 80% dos casos. Obviamente, algumas coisas vez em quando vão quebrar fora disso.

E aí também recomendo sempre dar uma olhada antes de já fechar a primeira oferta que a oficina fizer para você. Mas aqui, hoje, a gente vai passar pelos principais componentes para você ter esse nível mediano de entendimento. Então vamos lá!

Pneus

00:50

Esse daqui é um muito falado. A gente sabe que esse daqui, principalmente se sua frota é de caminhões, é um custo super expressivo, que é bastante recorrente, então o pessoal fica bastante esperto.

Alguns pontos que são importantes de você ficar atento com seu pneu.

Primeiro deles: alinhamento.

Se os seus pneus estiverem um pouco desalinhados, o que vai acontecer é que ele vai acabar sendo desgastado de maneira diferente de como ele foi projetado para fazer, o que vai acabar acelerando, por assim dizer, o desgaste dele, reduzindo a vida útil.

Outro ponto, calibragem.

Mesma coisa. Se ele estiver mal calibrado, não só você vai acabar não tendo a deformidade dele correta, como também isso vai fazer você gastar mais combustível para promover o veículo.

Então você acaba perdendo um pouco dos dois lados.

01:33

Um outro ponto que sempre vale a pena ficar esperto com pneus, é a questão do excesso de peso.

Se você colocar muita carga, você empurra ali um pouco mais e mais o pneu, do que ele foi feito para aguentar, isso também vai aumentando o desgaste dele.

Esses são alguns pontos mais importantes para você ficar de olho nos seus pneus e garantir que você não tem um custo super alto e que eles não se deterioram rápido demais.

Um outro ponto, que não impede a deterioração em si de cada um dos pneus, é a questão do rodízio.

Os veículos têm mecânicas diferentes, têm pesos diferentes, dependendo de qual parte ele está, então você fazer esse rodízio garante que você tem uma vida útil do pneu maior.

Suspensão e freios

02:13

Acho que também é super óbvio, sempre vale a pena ficar esperto, porque conforme a pastilha vai diminuindo você pode ter um problema de distância de frenagem, de tempo de frenagem.

Isso também aumenta os riscos para o seu time, de ter algum acidente.

Sem contar a manutenção maior, que você vai ter ainda por causa disso.

Correias, mangueiras e velas

02:59

Esses são itens bastante importantes para o funcionamento do seu veículo, e eles não têm uma data prevista para manutenção.

Muitas coisas a gente está acostumado a trocar a cada 10.000 km, 20.000 km e tal. Esses daqui, são itens que é importante, sempre que você for na oficina mecânica, você inspecionar. Então é como se fosse um checklist, eu vou lá, eu dou uma olhada e vejo se está tudo bem.

Se não estiver tudo bem, eu troco, mas são itens que podem durar por períodos longos. Então sempre tem o risco de o pessoal esquecer na correria do dia a dia. Então a gente sempre recomenda que dê uma olhada com cuidado.

E aí, aqui uma dica que é legal, que vale a pena ficar esperto, é a questão da vela.

03:38

Quando for trocar a vela, a gente sempre recomenda a utilização de velas de iridium.

Elas são um pouco mais caras do que as outras velas, mas elas têm uma duração estimada em o dobro ou até mais.

Então acaba compensando para você no longo prazo.

A gente sabe também que muitas oficinas parcelam, você consegue financiar esse tipo de manutenção para sua frota.

Então acaba não pesando tanto assim no seu bolso e você ganha no longo prazo.

Sistema de injeção

04:01

Esse daqui também é um sistema que, em geral, não tem as manutenções já previstas, aquele negócio de 10.000 km, 20.000 km eu vou trocar.

Então, também, como comentei mais cedo, é um item que você tem que ficar esperto para garantir que não está com nenhum problema.

Aqui tem duas dicas, que você pode perceber se ele estiver tendo algum problema, até antes de você levar na oficina.

Você vai ter problemas que o seu motorista deveria conseguir perceber, com questões como a eficiência do veículo estar diminuindo, “eu estou tendo mais dificuldade para ligar esse veículo, eu estou tendo menos potência nas marchas menores”.

Isso tudo, muitas vezes, são problemas causados pelo sistema de injeção.

Muitos dos veículos também já têm alguns sensores embarcados que ajudam a acompanhar isso.

Se isso for o caso, já vai acender a luzinha no painel e, obviamente, vamos direto para a oficina e arrumar rapidinho.

Radiador

04:50

Acho que esse daqui é uma coisa que o mundo já tem bastante costume de ver dar problema quando a gente está em grandes subidas na estrada, em geral quando está cruzando alguma serra, alguma coisa do gênero. O que acontece? O radiador, ele serve para manter a temperatura do veículo adequada, porque é importante para os componentes do veículo conseguirem funcionar.

Se esquentar demais, o veículo acaba tendo mais e mais dificuldade e acaba parando. E aí sai toda aquela fumaceira e tudo mais.

Aqui, obviamente, tem alguns pontos um pouco mais de uso adequado do veículo, não colocar uma carga muito, muito grande.

Se começar a ver que o veículo está dando problema, parar e deixar um tempo ali para ele se acostumar.

05:27

Mas também é super importante que você troque sempre o tal do líquido de arrefecimento, que é o que realmente fica circulando no seu carro para garantir essa temperatura adequada.

Antigamente, o pessoal chegava até fazer o próprio líquido de arrefecimento.

Como curiosidade: uma mistura de metade água desmineralizada e metade etilenoglicol.

Bateria

05:48

Também é um item que a gente troca bastante recorrente, tanto pelo desgaste natural da bateria, como também quando alguém deixa alguma luzinha ligada.

Acaba a gente tendo um problema.

Uma questão específica da bateria é que ela vai naturalmente sendo desgastada.

Então só de você ter a bateria pronta, ela já vai diminuindo, vamos assim, a carga que ela tem.

Então, aqui a dica geral que fica para você é, quando for comprar uma bateria, dar preferência pela mais nova possível.

E a gente recomenda sempre é que você evite baterias já com mais do que seis meses de vida, da data delas de fabricação, porque isso vai reduzir a vida útil para você e o preço é igual.

Óleos e filtros

06:27

Isso aqui é o arroz e feijão da manutenção.

Esses são alguns principais itens que a gente sabe que tem que acompanhar, que vem no manual do fabricante, que vai aparecer nas revisões, na concessionária, na oficina.

E esse daqui a super importante que você realmente garanta os prazos, seja de seis meses, seja 10.000 km, depende um pouco da sua operação, para garantir que isso daqui está tudo trocado e funcionando direitinho.

Lâmpada

06:50

Esse daqui é o item que é muito fácil, tanto de você acompanhar, quanto de você mesmo trocar.

Em geral, todas as lâmpadas são bem identificadas, até mesmo no veículo. E você consegue, tanto ter o seu estoque próprio, dependendo do tamanho da sua frota, como você pedir isso daqui na internet ou em lojas credenciadas. É um negócio bastante fácil para você mesmo fazer a manutenção.

A recomendação geral para garantir que está tudo funcionando bem e também que você não tome nenhuma multa é você ter um processo recorrente. Ali dentro do checklist dos seus veículos, que o pessoal usa muito para garantir a manutenção e verificar se está tudo bem antes dos veículos partirem, vale a pena também garantir sempre um acompanhamento das lâmpadas.

E, caso você precise, já instaurar, depois, o processo realmente para fazer essa troca.

Limpadores

07:32

A gente sabe, sempre pode começar a chover a qualquer momento.

Então é muito importante que você mantenha também os seus limpadores funcionando bem para garantir que o seu motorista tem a visibilidade adequada.

A gente sabe que depois começa a um pouco embaçado e isso tudo aumenta bastante o risco de acontecer alguma coisa errada e é uma coisa fácil de evitar.

Aqui uma dica também é você sempre ter um pouquinho de água separada no carro que você pode usar tanto para limpeza, se acontecer alguma coisa simples ali no dia a dia, que você já consegue limpar, quanto também para encher ali o líquido quando você precisar.

Resumo

08:06

Então aqui, como resumo dessa parte toda, de garantir que a sua manutenção está funcionando, o mais importante é que você realmente consiga criar o processo interno, dentro da sua operação, para garantir que você está acompanhando tudo que você precisa, que você não deixa nada passar e com isso você consegue, realmente, fazer as manutenções corretamente, consegue garantir que o seu time está dirigindo bem e cuidando bem dos seus veículos.

Para te ajudar com isso, a gente está disponibilizando aqui, no material extra desta aula, dois materiais para você.

Um resumo, de quais são realmente os itens mais importantes, quais são as datas esperadas de manutenção deles, como que eles deveriam ir desgastando para você conseguir acompanhar.

E, o outro, um arquivo Excel para você realmente conseguir preencher com o que você está fazendo no seu dia a dia.

08:49

Uma dica que vale a pena ficar esperto também, nessa questão dos custos da manutenção, é que, em geral nas frotas, vão ter vários veículos semelhantes.

Então, sempre que você for fazer a manutenção de um item novo, vale dar uma olhada se você já não fez, em algum outro veículo, uma manutenção parecida.

Até para você ter já, rápido, uma noção inicial de custo.