Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Utilizada para chamar a atenção de quem está ao seu redor no trânsito, a buzina não deve ser acionada a qualquer momento ou em locais em que seja proibido buzinar.

Devida sua importância para a segurança de qualquer veículo no trânsito, a buzina é um item obrigatório no seu carro, motocicleta ou caminhão. 

Há áreas e ocasiões, inclusive, em que é proibido que ela seja usada – está na lei, isto é, no Código Brasileiro de Trânsito, que estabelece as regras para motoristas e condutores. 

Neste texto, você vai entender para que serve a buzina, quais são seus usos comuns e os momentos certos para buzinar.

Também vai saber onde e como é proibido buzinar e qual a multa aplicada em casos de uso indevido. 

Além disso, também vai aprender que a buzina tem uma regulagem própria, com timbre e volume determinados por lei. Vamos lá? 

Para que serve a buzina? 

Desde o início do século XX, carros, caminhões e outros tipos de veículos utilizam buzinas. 

Elas fazem parte do equipamento obrigatório do veículo e evoluíram ao longo do tempo – a primeira buzina de um carro foi criada em 1910, na Grã-Bretanha. 

No início, consistiam de um balão de borracha e uma trompa metálica, que produzia um som parecido com instrumentos de metais. 

Modernamente, a buzina está ligada a um sistema elétrico, tendo um som menos estridente, mas ainda assim capaz de chamar a atenção no trânsito. 

Ela não deve ser utilizada para descarregar o estresse de um congestionamento, mas sim para aumentar a segurança de todos – veículos, ciclistas e pedestres – nas vias. 

Situações corretas de utilizar a buzina

A resposta para essa a pergunta está no artigo 41 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – trata-se do conjunto de regras que todo motorista deve obedecer para poder dirigir nas ruas. Diz o texto: 

O condutor de veículo só poderá fazer uso de buzina, desde que em toque breve, nas seguintes situações:

I – para fazer as advertências necessárias a fim de evitar acidentes

II – fora das áreas urbanas, quando for conveniente advertir a um condutor que se tem o propósito de ultrapassá-lo.”

Ou seja, a buzina deve ser usada, por exemplo, para chamar atenção de um motorista em sentido contrário num cruzamento ou alertar um pedestre que está atravessando a rua fora da faixa. 

Ela sempre deve ser usada com toques breves, o que significa que você não deve apertá-la com muita força. 

Como você pode ver, é proibido buzinar para fazer graça, chamar a atenção de um amigo que passa em outro carro ou reclamar que o trânsito não anda. 

Infelizmente, ainda não foi inventado um comando mágico que, com o toque da buzina, faz os outros carros sumirem do congestionamento. 

Pelo contrário: por seu barulho estridente, a buzina pode provocar poluição sonora e irritar ainda mais quem está preso no trânsito com você. 

Quando é proibido buzinar?

Há diversas ocasiões em que é proibido buzinar. Se você tem dúvidas sobre isso, pode também consultar o Código de Trânsito Brasileiro. 

O artigo 227 do CTB define as situações em que utilizar a buzina pode ser passível de multa. Entre elas, estão: 

  • Usar a buzina em situações que não for de toque breve, como advertência a pedestres ou outros condutores; 
  • De forma prolongada e para qualquer pretexto; 
  • Entre as 22 horas da noite e as 6 horas da manhã
  • Em áreas proibidas para buzinar, de acordo com a sinalização
  • Em desacordo com os padrões e frequências estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito, o Contran. 
placa proibido buzinar

Entre os locais que costumam ter proibição para buzinas, estão áreas próximas a hospitais, escolas e no interior de túneis. 

Afinal de contas, são três ocasiões em que o barulho pode atrapalhar as atividades das pessoas e se tornar ainda mais irritante. 

Se você tiver dúvidas, procure pela placa de proibido buzinar na região. Ela é que vai indicar se o local permite que você buzine ou não. 

A placa de proibido buzinar é conhecida ainda pela regulamentação R-20. 

Além de aumentar a poluição sonora, que pode causar danos para a audição das pessoas, em especial nas grandes cidades, a buzina também pode contribuir para a irritação.

Seu barulho alto e estridente pode deixar as pessoas nervosas e até aumentar as brigas no trânsito. 

E como você sabe, um trânsito mais seguro também passa por direção defensiva e hábitos de gentileza, não é mesmo? 

Como minha a buzina deve estar regulada?

Além disso, sabia que existem regras para o volume da buzina? Se a sua estiver fora desses parâmetros, também pode ser multado.

Segundo a resolução nº 764 do Contran, publicada em 2018, a buzina precisa ter um volume mínimo de 87 decibéis (dB) e máximo de 112 decibéis (dB). 

Além disso, ela não pode ter um som similar ao de uma sirene, para evitar confusões com carros de polícia, bombeiros e ambulâncias. 

A buzina também não pode emitir sons que sejam parecidos com os de animais ou de músicas, diz a resolução do Contran. 

Ela também precisa emitir um som contínuo e uniforme. Ou seja: sua buzina precisa estar bem regulada para não “desafinar” no meio do caminho. 

Qual é a multa para uso errado da buzina?

O uso ilegal da buzina pode gerar multa!

De acordo com o CTB, usar a buzina de modo inadequado é uma infração leve – ou seja, dá multa de R$ 88,38 e soma de três pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

O mesmo valor e pena é aplicado para quem está sem buzina ou com o equipamento funcionando de forma irregular, como mostra o artigo 230 do CTB. 

Vale lembrar, no entanto, que caso infrações leves e médias podem ser convertidas em advertência caso o motorista não tenha cometido nenhuma infração nos últimos 12 meses. 

Isso significa que não seja necessário pagar a multa nem adicionar os pontos na carteira. Para isso, porém, é necessário entrar em contato com as autoridades de trânsito do seu Estado.

A buzina deve ser utilizada de maneira correta e, agora, depois dessas explicações, ninguém pode dar a desculpa de que “não sabia”.

Gostou dessa publicação? Confira outros temas relacionado a gestão do seu veículo.

Monitoramento de frota - Buzina: aprenda como usar e quais situações em que é proibido buzinar
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário