Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Você já deve ter ouvido falar da tal “internet das coisas”, também chamada de IoT (sigla de Internet of Things), e de como ela tem revolucionado o uso que fazemos das tecnologias e ajudado empresas a melhorar seu desempenho, certo?

Só para você ter uma ideia: o estudo “IoT Signal”, da Microsoft, contatou mais de 3 mil empresas de todo o planeta e descobriu que 85% delas já recorrem à internet das coisas para otimizar as operações (56%), elevar a produtividade (47%) e incrementar a segurança (44%).

O estudo ainda estimou que, no ano que vem, a internet das coisas fará parte da rotina de nada menos do que 94% das empresas pesquisadas. Impressionante, não?

Mas você sabe o que é a tal internet das coisas? Sabe como ela funciona e como pode te ajudar a, por exemplo, gerir sua frota com mais eficiência?

Neste texto, vamos explicar o que é a internet das coisas, como ela funciona, como ela tem permitido que diferentes setores da economia ganhem eficiência e também como sistema da Cobli, que usa a IoT, têm contribuído para o sucesso de nossos clientes.

Siga a leitura e confira!

O que é e como funciona a internet das coisas

Na prática, a internet das coisas é a possibilidade de conectar os mais diversos objetos à rede para que eles troquem informações entre si e, de quebra, tragam mais conforto e praticidade a usuários e empresas.

A internet das coisas funciona graças à combinação de dispositivos, da rede e de um sistema de controle.

Você sabe o que são e para que servem dispositivos, rede e sistema de controle?

Os dispositivos são os “diversos objetos” que mencionamos acima. E eles são diversos mesmo: relógios, carros, geladeiras, televisores, lâmpadas, etc. Em tese, literalmente qualquer coisa está apta a entrar no mundo da internet das coisas.

Para funcionar, esses dispositivos devem vir com chips, antenas, microcontroladores ou sensores inteligentes que possibilitem a comunicação com outros objetos e também com o usuário.

A rede é o meio pelo qual a comunicação ocorre: Wi-Fi, Bluetooth ou dados móveis (3G, 4G, etc).

Já o sistema de controle é um conjunto de equipamentos que gerenciam todas essas conexões feitas entre os dispositivos por meio da rede.

Para resumir: a internet das coisas serve para tornar os mais diversos processos mais ágeis e eficientes, seja a sua rotina matinal, a gestão da frota de uma grande transportadora ou até mesmo a vida nas grandes metrópoles.

Quer um exemplo?

Imagine se o seu despertador ao tocar enviasse uma mensagem à cafeteira, lá na cozinha e ela já começasse a passar o seu café. Isso agilizaria bem a sua manhã, não?

Os principais usos da internet das coisas na economia

Ficou curioso para saber como a internet das coisas pode ajudar em processos mais complexos do que a preparação do café da manhã?

Pois saiba que o objetivo da IoT é tornar todo o planeta mais inteligente, conectado e responsivo, não apenas o interior de nossas casas.

A internet das coisas já é utilizada em inúmeros setores dos negócios e também da administração pública.

Veja abaixo alguns exemplos dos principais usos da internet das coisas na economia.

Gestão de frota

A internet das coisas é uma mão na roda para quem trabalha com gestão de frotas.

Por meio dessa constante troca e análise de dados, os gestores têm a possibilidade de monitorar em tempo real todos os veículos de sua frota, o que, de cara, traz benefícios óbvios, como mais segurança e a possibilidade de informar ao cliente a localização exata do produto que ele encomendou.

Além do monitoramento em tempo real, esse vai e vem de informações ainda possibilita a roteirização, ou seja, a elaboração das rotas que os seus veículos vão seguir de acordo com determinadas diretrizes (economia de tempo, redução da quilometragem, evitar determinadas vias, etc).

Outro benefício trazido pela IoT é a telemetria veicular, que é a coleta das mais diversas informações de um veículo (velocidade, localização, distância percorrida, número de paradas, consumo de combustível, etc).

Por meio da análise dessas informações, os gestores podem traçar estratégias para elevar o desempenho da frota.

Veja como o sistema de monitoramento da Cobli pode te ajudar na redução de custos da sua gestão de operação!

Experiência do consumidor

A internet das coisas também permite aperfeiçoar a experiência do cliente por meio, por exemplo, do geomarketing, que é a organização dos espaços das lojas (exposição de produtos nas prateleiras, etc) de acordo com as demandas e preferências do consumidor.

Essa organização inteligente é feita graças a dados que informam sobre as necessidades e padrões de consumo dos clientes.

Gestão de estoque

Um estoque bem gerido é fundamental para o sucesso de qualquer empresa que lida com o fluxo constante de mercadorias.

Pois saiba que a internet das coisas também pode ajudá-lo na tarefa de otimizar seu estoque graças a sensores e outras tecnologias que sugerem, por exemplo, onde guardar as mercadorias, desde aquelas que ocupam muito espaço até aquelas que tem maior saída em períodos específicos do ano.

Prevenção de perdas

Se você trabalha com varejo e precisa reduzir suas perdas, saiba que também pode contar com a internet das coisas.

Por meio do monitoramento da entrada e saída de mercadorias, você vai conhecer melhor o seu estoque e, portanto, saber a hora de contatar o fornecedor. 

Repor o estoque na hora certa é essencial para não perder vendas (o que acontece quando o estoque acaba e você não percebe) e não ficar com produtos encalhados no seu depósito (o que ocorre quando você compra mais do que precisa).

A internet das coisas também permite o monitoramento constante de sistemas e equipamentos, o que ajuda a encontrar hora de fazer uma manutenção e também a prevenir falhas que podem causar prejuízos. 

internet das coisas - iot

Como a Cobli usa a internet das coisas

Lembra quando falamos de como a internet das coisas ajuda na gestão de frotas? Pois é, a Cobli é especialista nisso!

O sistema Cobli, que tem a vantagem de ser livre de instalação, permite coletar dados dos veículos da sua frota e transformá-los em informações úteis que te ajudam pensar em estratégias para tornar sua empresa mais eficiente e rentável. 

Com a Cobli, você sabe, em tempo real, onde estão todos os seus veículos, e ainda tem informações sobre número de paradas, velocidade e consumo de combustível.

Nossa tecnologia também permite a roteirização, ou seja, a elaboração das melhores rotas.

No sistema de roteirização da Cobli, você pode incluir até 150 endereços em uma única rota e ainda montá-la levando em conta restrições de horário e de circulação em determinadas vias.

Com todas as informações às quais você tem acesso graças ao sistema Cobli, é possível, por exemplo, avisar ao cliente quando o caminhão com a encomenda dele estiver chegando. Ele vai gostar dessa comodidade, não acha?

O sistema ainda dá dicas de como otimizar sua frota ao sugerir o número de veículos necessários para fazer todas as viagens do dia.

Você também pode optar por “utilizar todos os veículos” e a ferramenta vai montar um plano de rotas que não deixe nenhum veículo ocioso.

O sistema Cobli ainda vem com o aplicativo do gestor que garante que você tenha todas essas informações na palma da mão e, com base nelas, possa tomar as melhores decisões.

Esses são apenas alguns exemplos de como a Cobli usa a internet das coisas para ajudar a melhorar o desempenho da sua empresa!

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Monitoramento de frota - Internet das coisas: tudo o que você precisa saber
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário