Caminhão ágil na estrada devido à otimização de transporte na frota.

Otimização de transporte: 06 dicas para aplicar na prática!

A adoção de medidas para a otimização de transporte é essencial para garantir a eficiência de toda operação.

Há algum tempo, o setor logístico passou a ser visto como estratégico para as empresas, contribuindo para o aumento da competitividade e da fidelização de clientes.

Através das estratégias certas é possível ter maior controle sobre a movimentação da frota, o modo de condução dos veículos, o consumo de combustível e muito mais!

Continue lendo para saber mais sobre gestão de transporte de cargas, a importância de realizar medidas para otimizar, tecnologias que podem ajudar e dicas para aplicar no seu negócio. Vamos começar?

O que é gestão de transporte de carga?

A gestão de transporte de carga é o conjunto de estratégias adotadas pela empresa para garantir a eficiência da operação de distribuição de mercadorias. Para isso, são definidos processos para manter a qualidade e a produtividade da frota.

Alguns exemplos de atividades que fazem parte da otimização de transporte são:

Qual a importância de otimizar o transporte de carga?

A otimização de transporte de carga possibilita ao gestor de frota maior controle sobre a operação. Assim, consegue alcançar objetivos e reduzir riscos como:

  • Evitar áreas de maior engarrafamento ou alto índice de roubos;
  • Realizar entregas em menos tempo, diferenciando-se da concorrência;
  • Economizar combustível;
  • Utilizar a capacidade da frota ao máximo, para um bom aproveitamento do espaço interno de cada veículo;
  • Facilitar operações de logística reversa;
  • Realizar manutenções e reparos nos veículos programadamente, sem gerar pausas na operação.

Tecnologias aplicadas à otimização de transporte

É impossível falar sobre otimização de transporte sem mencionar a tecnologia, que tem papel fundamental nesse processo.

Segundo dados da PINTEC (Pesquisa de Inovação Tecnológica), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 84,9% das indústrias de médio e grande porte já estavam utilizando tecnologias avançadas em 2022.

Não existe otimização de transporte sem tecnologias automotivas.

Se tratando especificamente do setor logístico, os dados são os seguintes:

Confira a seguir os tipos de tecnologia que podem impulsionar a otimização de transporte.

Sistemas de Gerenciamento de Transporte (TMS)

Os Sistemas de Gerenciamento de Transporte (TMS, do inglês Transportation Management Systems) são soluções projetadas para otimizar e facilitar a gestão de operações de transporte e logística.

Para isso, oferecem funcionalidades capazes de auxiliar as empresas a planejar, executar e monitorar eficientemente o transporte de mercadorias ao longo da cadeia de suprimentos.

Rastreamento e monitoramento

O rastreamento e o monitoramento de frota são mais dois tipos de tecnologia com grande potencial para a otimização de transporte. Através delas os supervisores conseguem acompanhar o deslocamento dos veículos, obtendo informações detalhadas e atualizadas.

Análise de dados e inteligência artificial

A análise de dados e a inteligência artificial são mais exemplos de tecnologia para otimizar os processos logísticos.

Além das análises já conhecidas, por meio de algoritmos de aprendizagem de IA, é possível encontrar padrões nos dados e, assim, obter previsões para tomar decisões estrategicamente.

Veja como a Azza encontrou na Inteligência Artificial da Cobli, a solução ideal para otimizar sua frota.

06 Formas de realizar a otimização de transporte

Quer saber como realizar a otimização de transporte na sua empresa? Confira as dicas e estratégias para uma operação organizada e eficiente!

1. Conheça como funciona a sua operação

Antes de realizar qualquer tipo de ação, é necessário entender a sua operação profundamente. Afinal, otimizar significa obter o melhor resultado dos processos realizados.

Para isso, analise dados, converse com as pessoas colaboradoras, verifique se os processos atuais estão sendo realizados corretamente e identifique gargalos. Assim terá informações suficientes para prosseguir.

2. Otimize o seu processo de entrega

No tempo entre a saída do centro de distribuição até a chegada aos endereços dos clientes, muita coisa pode acontecer.

Dessa forma, é importante utilizar ferramentas (como roteirizador de entregas) que tragam visibilidade sobre o deslocamento e otimizem o processo de entrega.

Além disso, é preciso separar as entregas por regiões, a fim de otimizar o tempo dos motoristas. Mais uma estratégia válida é a programação de coletas de logística reversa no retorno dos veículos ao centro de distribuição.

Antes de aplicar as práticas da otimização de transporte, entenda como sua operação funciona.

3. Faça parcerias com seus fornecedores

Toda empresa depende de parceiros e os fornecedores estão entre os mais importantes. Por isso, procure selar boas parcerias com empreendimentos que ofereçam produtos e serviços de qualidade, contribuindo para a otimização do transporte.

A definição dos chamados SLA’s (Acordos de Nível de Serviço) é uma estratégia fundamental para garantir a qualidade dos serviços logísticos contratados.

4. Controle os gastos para evitar desperdícios

Realizar um controle de gastos eficiente é crucial para otimizar a operação logística, e, assim, fazer mais com menos. Mas, claro, sem prejudicar a qualidade e a eficiência.

Se tratando do transporte de cargas, os custos que mais se destacam estão relacionados à frota, como: combustível, manutenções, seguros, multas, entre outras.

Um bom acompanhamento de cada um desses gastos ajudará a identificar desperdícios para contê-los rapidamente.

5. Treine e equipe o time de condutores

Os motoristas são peças-chave das iniciativas de otimização de transporte. Afinal de contas, o desempenho deles impactará diretamente a agilidade das entregas, as condições dos veículos, o consumo de combustível, a segurança da operação, entre outros aspectos.

Realizar investimentos em treinamentos com foco em direção defensiva certamente trará bons retornos, além de contribuir para a motivação do time.

6. Adote a tecnologia para uma gestão mais orientada por dados

Ao longo da publicação mencionamos a importância da tecnologia, mas é sempre bom reforçar: não existe otimização de transporte sem tecnologias automotivas.

Através das ferramentas certas você e sua equipe terão acesso a dados de grande valor para acompanhar o desempenho da operação e adotar estratégias para a otimização do transporte, como:

  • Consumo de combustível;
  • Comportamento e modo de condução dos motoristas;
  • Padrões relacionados às manutenções dos veículos;
  • Ocorrência de multas de trânsito.

A gestão orientada por dados proporciona uma visão ampla do todo, garantindo decisões coesas com os objetivos da empresa.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli!

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *