gestão da manutenção na gestão de frota.

[Guia] Gestão da manutenção: passo a passo completo

*Artigo atualizado em 26/04/2024.

A gestão da manutenção é o conjunto de atividades e estratégias voltadas para a melhoria contínua de máquinas ou veículos. Controla e garante o funcionamento adequado, evitando falhas e paradas inesperadas.

Problemas técnicos podem ocorrer a qualquer momento, mas muitos deles são facilmente identificados sem prejudicar o fluxo de trabalho com um planejamento estratégico de manutenção de frota.

Afinal, não atua apenas de maneira corretiva, e sim, na prevenção e diagnóstico do problema. 

Entenda como a gestão da manutenção é uma das prioridades na sua frota e descubra os principais pilares para criar um cronograma que seja realmente efetivo para suas operações. 

O que é gestão da manutenção?

A gestão da manutenção refere-se aos processos e atividades realizados para manter os equipamentos em condição de funcionamento ideal. Isso inclui ações preventivas, preditivas e corretivas para assegurar a disponibilidade, confiabilidade e segurança dos veículos.

Uma das principais funções de ter uma boa gestão da manutenção é prolongar a vida útil dos veículos e outros equipamentos. Dessa forma, fica garantida a disponibilidade de máquinas sempre que necessário, sem paralisações inesperadas. 

O objetivo é minimizar os riscos de falhas, garantir a segurança operacional e otimizar o custo total de propriedade dos ativos.

Em outras palavras, a gestão da manutenção atua na prevenção de falhas, aumenta a segurança dos veículos e é responsável pelo maior desempenho nas operações. 

As estratégias de manutenção têm ganhado destaque nas empresas, uma vez que têm impacto direto sobre aspectos como a produtividade, a segurança dos trabalhadores e a excelência dos produtos e serviços prestados.

Consequentemente, a incorporação de inovações tecnológicas e a aplicação de práticas de vanguarda tornam-se indispensáveis para que as corporações prosperem no mercado.

Nesse ambiente, é imprescindível que os líderes responsáveis pela manutenção estejam atualizados quanto às novas tendências de mercado, com o objetivo de refinar seus processos e assegurar um desempenho operacional sem falhas. 

Quais são os 04 tipos de manutenção?

A gestão eficiente da manutenção de equipamentos, máquinas e veículos é essencial para garantir que sua frota rode em segurança. Porém, é preciso entender as diferenças entre os tipos de manutenção, qual o intuito de cada uma delas e para que servem.

01. Manutenção não-planejada corretiva

A manutenção não-planejada corretiva ocorre em resposta a uma falha inesperada ou quebra de equipamento que impede o funcionamento normal. 

Este tipo de manutenção é reativo, o que significa que as ações só são tomadas após o surgimento do problema.

Embora possa ser inevitável em alguns casos, geralmente resulta em custos mais altos e maior tempo de inatividade, pois as falhas ocorrem sem aviso, exigindo respostas imediatas que podem interromper a produção ou os serviços.

A manutenção não-planejada corretiva não é ideal, pois indica uma falha no programa de manutenção preventiva ou preditiva. Por isso, é mais interessante investir primeiro na prevenção do que na correção de problemas.

02. Manutenção planejada corretiva

Diferente da manutenção corretiva não-planejada, a manutenção planejada corretiva é realizada após a detecção de uma falha ou desempenho insuficiente durante inspeções ou através do monitoramento de condição, mas antes de uma paralisação não programada ocorrer. 

Esse tipo de manutenção permite uma abordagem mais controlada para corrigir defeitos, planejando antecipadamente o trabalho, o que ajuda a minimizar o tempo de inatividade e os custos associados. 

Embora ainda seja uma resposta a uma condição de falha, a capacidade de planejar e programar o trabalho reduz seu impacto negativo. Assim, é possível programar as paradas e escolher momentos que os veículos não estejam em uso.

03. Manutenção planejada preditiva

A manutenção preditiva baseia-se na utilização de técnicas e ferramentas para monitorar em tempo real o estado e o desempenho dos equipamentos, com o objetivo de prever falhas antes que elas ocorram

Utilizando dados coletados através de sensores, análises de vibração, análise de óleo, entre outros, é possível identificar padrões ou sinais de desgaste e deterioração.

Desse modo, a manutenção pode ser programada no momento mais oportuno, antes que o equipamento falhe, mas sem realizar intervenções desnecessárias. 

A vantagem é que isso maximiza a vida útil dos componentes e equipamentos, ao mesmo tempo que minimiza o tempo de inatividade e os custos.

No contexto da manutenção planejada preditiva, o uso de telemetria se destaca como uma ferramenta poderosa para monitorar a condição dos veículos em tempo real.

A telemetria envolve a coleta, envio e análise de dados operacionais dos veículos através de dispositivos eletrônicos e software especializado. Portanto, a integração da telemetria na manutenção planejada preditiva transforma a maneira como as empresas gerenciam a manutenção da sua frota.

Com a tecnologia, sua empresa passa de um modelo reativo para um proativo, o que resulta em operações mais eficientes, seguras e econômicas.

04. Manutenção planejada preventiva

A manutenção preventiva é realizada em intervalos regulares, baseados em tempo ou uso, independentemente do estado atual do equipamento.

O objetivo é prevenir falhas antes que elas ocorram, substituindo peças, realizando ajustes e fazendo limpezas conforme programações pré-estabelecidas.

Esse tipo de manutenção é baseada na premissa de que a manutenção regular pode prevenir defeitos e prolongar a vida útil do equipamento. Embora possa resultar em intervenções quando o equipamento ainda está operando, o objetivo é evitar falhas e custos de reparos mais altos no futuro.

Cada tipo de manutenção tem seu lugar em uma estratégia abrangente de gestão de manutenção, com o objetivo final de aumentar a confiabilidade, a segurança e a eficiência dos equipamentos e veículos.

Rodrigo Mourad, cofundador da Cobli, explica dicas essenciais para economizar com manutenção.

Benefícios de uma gestão da manutenção eficiente

Uma gestão da manutenção eficiente traz uma série de benefícios significativos para qualquer organização que dependa de equipamentos, máquinas ou veículos para suas operações. 

Nesse sentido, gerenciar as manutenções no momento certo torna sua operação mais sustentável e resulta em uma grande economia de recursos.

Garantia de disponibilidade e segurança

Por meio da gestão de manutenção, você pode ter certeza que os veículos estarão sempre disponíveis e operando de maneira confiável.

E não é apenas as operações que são beneficiadas, mas também é importante para a segurança dos colaboradores — como os motoristas que dirigem os automóveis. 

A manutenção preventiva e preditiva permite identificar e corrigir problemas antes que resultem em falhas, garantindo que os processos de produção sejam mantidos sem paradas por erros e danos nos veículos.

Prevenção de acidentes

Uma das contribuições mais significativas das manutenções é na prevenção de acidentes, afinal veículos mal mantidos representam um risco considerável para os motoristas. 

Por isso, a manutenção regular assegura que todos os dispositivos e peças do veículo operem dentro dos padrões de segurança, protegendo a integridade física dos motoristas e técnicos e evitando incidentes que podem levar a lesões graves ou até fatalidades.

Redução de custos

A implementação de um programa de manutenção eficiente resulta em economias significativas a curto, médio e longo prazo. Ao evitar paradas não programadas e falhas de equipamentos, a organização poupa em reparos emergenciais e substituições caras de peças. 

A manutenção planejada e preditiva, por sua vez, otimiza o uso dos recursos, contribuindo para a redução dos custos operacionais

Conformidade com normas e regulamentações

As regulamentações variam conforme o país e a região, mas geralmente abrangem aspectos como inspeções periódicas, manutenção preventiva e registros detalhados de manutenção.

Normalmente, as normas estabelecem pontos para a periodicidade das manutenções e inspeções obrigatórias, garantindo que estejam em condições seguras de operação. 

Além disso, são exigidos registros detalhados de todas as atividades de manutenção realizadas em cada veículo.

Isso não só facilita a verificação da conformidade com as regulamentações, mas também ajuda na identificação de padrões de falhas ou na necessidade de substituição de peças, contribuindo para a melhoria contínua dos programas de manutenção.

Regulamentos podem também estabelecer requisitos específicos para a presença e manutenção de equipamentos de segurança e emergência nos veículos, como extintores de incêndio, kits de primeiros socorros e sinalização de emergência.

Gestão da manutenção em frotas na prática.
A gestão da manutenção garante que sua frota rode em segurança.

Extensão da vida útil dos veículos

A manutenção regular e adequada previne o desgaste prematuro dos equipamentos, estendendo sua vida útil. Como resultado, há uma redução da necessidade de investimentos em novos equipamentos, e também maximiza o retorno sobre o investimento (ROI) dos ativos existentes.

Aumento da eficiência de combustível

Equipamentos bem mantidos operam de forma mais eficiente, o que gera uma significativa economia de energia e custos operacionais — também contribui para esforços de sustentabilidade e redução de emissões de carbono.

Veículos mais antigos e sem manutenção consomem mais combustível por não estarem em conformidade com o que é normal, e por isso ocorre um aumento considerável no consumo de diesel ou gasolina.

Aliás, esse pode ser um ponto de atenção, indicando que está na hora de fazer manutenção na sua frota.

Quais são as vantagens da gestão da manutenção?

A gestão da manutenção, quando realizada de forma eficaz, traz uma série de vantagens significativas para a organização. Estas vantagens contribuem não só para a eficiência operacional, mas também para a sustentabilidade financeira e a segurança. 

Redução das interrupções do trabalho

Uma das principais vantagens da gestão da manutenção é a grande redução nas interrupções do trabalho causadas por falhas nos veículos. 

Através da implementação de manutenção preventiva e preditiva, seu negócio pode antecipar problemas antes que eles ocorram, mantendo os equipamentos em funcionamento sem interrupções inesperadas. 

A vantagem é o aumento da produtividade e a possibilidade de manter os cronogramas de trabalho e as entregas dentro do prazo.

Programação estratégica das manutenções

A capacidade de planejar e programar manutenções de forma estratégica permite que as organizações otimizem o tempo de inatividade para manutenção, alinhando-o com períodos de menor demanda operacional. 

A ideia é que a manutenção necessária seja realizada sem afetar as operações logísticas. Uma programação bem pensada também pode ajudar a agrupar tarefas de manutenção, reduzindo a frequência e a duração do tempo de inatividade necessário.

O acompanhamento por meio das manutenções também mostra a deterioração de componentes e indica o momento certo de efetuar a troca.

Controle de custos eficiente

Através da identificação precoce de necessidades de manutenção e da implementação de ações preventivas, a gestão da manutenção ajuda a evitar reparos de emergência que geralmente são mais caros. 

Além disso, a manutenção eficaz prolonga a vida útil dos equipamentos, reduzindo a necessidade de substituições dispendiosas. A análise de custos também permite que as organizações planejem melhor seus orçamentos de manutenção, evitando surpresas financeiras.

Melhor consumo energético

Equipamentos bem mantidos operam de maneira mais eficiente, o que muitas vezes resulta em um menor consumo de combustível

A eficiência no consumo é um dos maiores desejos de qualquer empresa de transportes, visto que é um dos custos mais altos de uma frota.

Sendo assim, quando os veículos estão revisados isso reduz os custos operacionais, como também contribui para iniciativas de sustentabilidade ambiental da organização. 

Cumprimento de normas de segurança

A manutenção regular e sistemática garante que os equipamentos estejam operando de acordo com os padrões de segurança, minimizando o risco de acidentes. 

Existem uma série de regulamentações para serviços de transportes que exigem cuidados tanto com veículos quanto com os motoristas.

A segurança no trabalho é uma prioridade para qualquer empresa, e uma gestão da manutenção eficaz é fundamental para garantir um ambiente de trabalho seguro.

Como fazer a gestão da manutenção na frota?

Gerir a manutenção de uma frota exige uma abordagem organizada e sistemática para garantir que todos os veículos estejam em condições ótimas de funcionamento, maximizando assim a sua eficiência, segurança e disponibilidade

Veja as etapas essenciais para realizar uma gestão da manutenção eficiente na sua frota:

Realize inspeções regulares para cada veículo da frota

A primeira etapa envolve a realização de inspeções regulares em cada veículo da frota. Essas inspeções devem ser minuciosas, abrangendo desde a checagem dos níveis de fluidos (óleo, água, fluido de freio) até a verificação dos sistemas de: 

  • Freio;
  • Pneus;
  • Iluminação;
  • Motor;
  • Outros componentes críticos. 

O objetivo dessas inspeções é identificar e resolver pequenos problemas antes que se transformem em falhas maiores. Estabeleça uma rotina (diária, semanal, mensal) para essas inspeções, dependendo da intensidade de uso de cada veículo.

Mecânico realizando a gestão da manutenção de forma eficiente.
Vantagens como eficiência operacional e sustentabilidade financeira são adquiridas com a gestão da manutenção.

Desenvolva um cronograma de manutenção preventiva

Com base nas informações coletadas durante as inspeções e seguindo as recomendações dos fabricantes dos veículos, desenvolva um cronograma de manutenção preventiva. Esse cronograma deve levar em conta fatores como a quilometragem percorrida, horas de uso e condições operacionais específicas da frota

A manutenção preventiva inclui atividades como trocas de óleo, substituição de filtros, revisão dos sistemas de freios e correias, entre outras ações. O objetivo é prevenir a falha dos componentes, garantir o funcionamento eficiente dos veículos e prolongar sua vida útil.

Mantenha um inventário de peças de reposição

Um aspecto importante da gestão da manutenção é a disponibilidade de peças de reposição. Para isso, é necessário manter um inventário das peças que frequentemente necessitam de substituição, assim como das peças críticas cuja falta poderia causar longos períodos de inatividade dos veículos. 

Dessa maneira, mantenha em estoque itens como filtros de ar e óleo, pneus e pastilhas de freio. Ter um inventário ajuda a reduzir o tempo de espera por peças e acelera o processo de manutenção.

Monitore o desempenho da frota

O monitoramento contínuo do desempenho de cada veículo da frota é fundamental e pode ser feito através de sistemas de gestão de frota.

Um dos utilizados é o sistema de telemetria, que oferece dados em tempo real sobre o consumo de combustível, a quilometragem, padrões de condução e outros indicadores de desempenho. 

Essas informações são essenciais para identificar tendências, como um aumento no consumo de combustível, que pode indicar a necessidade de manutenção. Além disso, esses dados ajudam a otimizar as rotas e a eficiência geral da frota.

Mantenha registros detalhados do histórico de manutenção

Para finalizar, mantenha um registro detalhado do histórico de manutenção de cada veículo. Essa documentação deve incluir todas as inspeções, manutenções realizadas, peças substituídas e qualquer outra intervenção nos veículos. 

Manter esses dados é essencial para o planejamento futuro da manutenção, avaliando a confiabilidade dos veículos e tomando decisões informadas sobre a renovação da frota.

Além disso, um histórico de manutenção bem documentado pode ser importante para garantir a conformidade com regulamentos de segurança e para valorizar os veículos no momento da venda.

Como um sistema de gestão de frotas ajuda na gestão da manutenção

Um sistema de gestão de frotas, especialmente quando equipado com tecnologias avançadas como telemetria e videotelemetria, tem um papel importante na otimização da gestão da manutenção

Essas tecnologias fornecem dados em tempo real sobre o estado e o comportamento dos veículos, permitindo uma abordagem mais informada e proativa para a manutenção. 

Telemetria

A telemetria, que envolve a coleta automática e a transmissão de dados operacionais dos veículos para um sistema centralizado, oferece uma visão detalhada do desempenho e da saúde de cada veículo em tempo real.

A troca de informações fornece dados sobre velocidade, localização, rastreamento, consumo de combustível, temperatura do motor, padrões de frenagem e muito mais.

Com esses dados, o gestor de frota podem tomar decisões informadas sobre o momento exato de realizar a manutenção de cada veículo conforme suas necessidades, mas também consegue:

  • Acompanhar os indicadores de desempenho, permitindo identificar sinais de problemas iminentes, como um aumento inesperado no consumo de combustível ou temperaturas anormais do motor, possibilitando intervenções antes que falhas graves ocorram;
  • Ao invés de apenas seguir cronogramas de manutenção baseados apenas em quilometragem ou tempo, os gestores podem programar serviços de manutenção com base no estado real e nas necessidades de cada veículo, evitando manutenções desnecessárias e prolongando a vida útil dos componentes;
  • Monitorando os padrões de condução, é possível identificar comportamentos de risco e realizar treinamentos para motoristas, além de prevenir acidentes relacionados à condição dos veículos.

Videotelemetria

A videotelemetria leva a gestão da manutenção a um novo patamar, combinando dados de telemetria com gravações de vídeo em tempo real, tanto da estrada quanto do interior do veículo.

Sendo assim, pode-se fazer uma análise mais profunda sobre as circunstâncias que antecedem eventos críticos, como acidentes ou falhas mecânicas. Entre as vantagens do sistema estão:

  • Visualização de vídeo ajuda a determinar as causas subjacentes de incidentes, facilitando a implementação de medidas corretivas específicas, seja na manutenção dos veículos ou na capacitação dos motoristas;
  • Ao integrar as análises de vídeo com feedbacks e treinamentos, os motoristas tornam-se mais conscientes de suas práticas de condução, contribuindo para a redução do desgaste do veículo e a necessidade de manutenção;
  • Em caso de acidentes, as gravações de vídeo podem servir como prova para esclarecer responsabilidades, agilizar processos de seguro e identificar oportunidades de melhoria na manutenção e operação da frota.
Banner de case de sucesso da Cobli com empresa de segurança.
A videotelemetria da Cobli é a solução ideal para a sua gestão da manutenção.

Essas tecnologias permitem acompanhar diversos parâmetros, como temperatura do motor, pressão dos pneus, consumo de combustível e padrões de condução.

Com essas informações, é possível identificar tendências ou anomalias que indicam o desgaste de componentes ou a necessidade de manutenção. 

Como resultado, os veículos são mantidos nas melhores condições possíveis, ao mesmo tempo que se evita manutenções desnecessárias, reduzindo custos e maximizando a disponibilidade da frota.

Torne sua operação mais eficiente com a Cobli

O sistema de gestão de frotas da Cobli é equipado com telemetria e videotelemetria, fornecendo as ferramentas necessárias para uma gestão de manutenção mais eficiente e totalmente baseada em dados. 

Além do aumento de segurança, os sistemas também reduzem infrações, custos com acidentes e diminuição de até 80% em eventos de risco relacionados ao modo de condução com o uso da solução de videotelemetria.

Veja como a Azza aumentou em 19% o tempo produtivo em toda a operação de campo com a Cobli.

Com a Cobli, é mais fácil fazer a detecção precoce de problemas e a otimização das rotinas de manutenção, como também promove uma cultura de segurança e responsabilidade entre os motoristas, resultando em operações de frota mais seguras, eficientes e econômicas na gestão da manutenção.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli!

Fortaleça seu currículo: Curso de Segurança no trânsito para frotas. 100% gratuito, com certificação.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *