manutencao-planejada-veicular

Manutenção planejada: o que é e quais os benefícios?

Sucesso no negócio depende de organização e planejamento. Quando falamos, então, sobre manutenção planejada, sabe-se que é uma estratégia essencial para garantir o bom funcionamento e a longevidade de ativos, equipamentos e instalações da empresa. 

Assim que uma empresa passa a prezar por um bom plano de plano de manutenção planejada, ela pode ficar livre de paralisações não programadas, conseguir uma boa redução de custos com reparos emergenciais, além de otimizar o desempenho operacional. 

Inclusive, é muito importante que esse planejamento dê para analisar todos os indicadores da manutenção, facilitando assim, o trabalho dos colaboradores envolvidos.

Com esse tipo de planejamento para realizar manutenções, sem contar a definição adequada da frequência das atividades, é possível garantir a disponibilidade, a confiabilidade e a longevidade dos principais ativos da companhia.

Pensando nisso, a Cobli, uma plataforma de gestão para uma frota mais eficiente,  preparou um Kit de Manutenção de Veículos, para garantir que a sua operação esteja sempre rodando sem problemas!

Além disso, neste artigo, iremos falar sobre o que é a manutenção planejada, qual é a sua importância, os diferentes tipos de manutenção planejada, como elaborar um plano eficiente e como definir a frequência das atividades de manutenção planejada.

Quer ter agora mesmo uma ideia de manutenção planejada e como colocá-la em prática? Confira tudo! 

O que é manutenção planejada?

A manutenção planejada, ou manutenção preventiva, reúne um conjunto de ações programadas em veículos, máquinas, equipamentos ou instalações com o objetivo de prevenir falhas, reduzir riscos e prolongar a vida útil. 

Diferente da manutenção corretiva, que acontece após a ocorrência de um problema, a manutenção planejada é proativa e tem o intuito de evitar interrupções indesejadas nas operações da empresa.

Qual a importância da manutenção planejada? 

Para algumas empresas, a importância da manutenção planejada parece óbvia. Mas, quem ainda não entendeu qual a importância de elaborar um plano de manutenção preditiva, vamos explicar.

A manutenção, quando planejada com antecedência, desempenha um papel fundamental na gestão de ativos de uma empresa. Imagine que você tem uma frota, e precisa realizar a manutenção de caminhões, mas faz isso apenas quando eles quebram.

A probabilidade de ter prejuízos financeiros é muito grande, pois,o serviço emergencial de reparo vai ser mais caro, você poderá perder entregas, terá a insatisfação do cliente e outros pontos que podem não ser palpáveis e tangíveis.

Agora, quem adota e entende qual a importância da manutenção planejada, possui inúmeros benefícios. 

Primeiramente, a manutenção planejada permite identificar e corrigir problemas em estágios iniciais, antes que se transformem em falhas graves. Isso resulta em menor tempo de inatividade e aumento da disponibilidade dos equipamentos.

manutencao-planejada-
No momento de elaborar o plano de manutenção, leve em consideração todos os ativos necessários da empresa.

A antecedência para as manutenções também contribui para a redução de custos. Ao agendar reparos com antecedência, é possível planejar a compra de peças extras e contratar serviços especializados a preços mais competitivos.

Por fim, não poderíamos deixar de citar o aumento da segurança no ambiente de trabalho. Ao garantir a integridade e o bom funcionamento dos veículos da frota, por exemplo, a empresa minimiza os riscos de acidentes, protegendo a saúde e a segurança dos motoristas.

Esse tipo de manutenção, por exemplo, pode servir também para maquinários pesados e que exijam maior atenção

Quais são os tipos de manutenção planejada?

Ao elaborar um plano de manutenção detalhada para o seu negócio, saiba que existem diferentes tipos que podem ser adotados. 

Isso pode variar de acordo com as características dos veículos, equipamentos e das necessidades do negócio. Mas, entre os principais tipos de manutenção planejada, podemos destacar:

Manutenção Preventiva

Esse é um tipo de manutenção que consiste em realizar revisões mais básicas antes que haja um problema maior. Quando falamos de veículos, podemos citar inspeções, limpezas, lubrificações e substituições programadas de componentes

O maior objetivo da manutenção preventiva é evitar a ocorrência de falhas e garantir o desempenho por um tempo maior.

Manutenção Preditiva

Agora, quando falamos em manutenções preditivas, ela é baseada na coleta de dados e análise do desempenho dos equipamentos. 

A coleta de dados, inclusive, pode ajudar em outras frentes, como roteirização, telemetria e muito mais!

 A manutenção preditiva tem como base identificar padrões e indicadores de possíveis falhas. Isso permite tomar ações corretivas antes que ocorra um problema, reduzindo o tempo que algum ativo da empresa fique parado ou mesmo causando prejuízos.

Manutenção Detectiva

A manutenção detectiva é um tipo mais específico. É realizada por meio de inspeções periódicas e testes sistemáticos e busca identificar falhas ocultas ou não aparentes. 

Com o uso de técnicas avançadas, como análise de vibração, termografia e ultrassom, é possível detectar problemas antes que eles se manifestem, evitando assim, problemas bem maiores.

manutencao-planejada-veicular
Não fazer manutenções corretivas faz a empresa economizar um bom dinheiro e diminui os custos de revisões

Manutenção Corretiva Planejada

Quando falamos em manutenção corretiva, normalmente ela está associada a reparos emergenciais. No entanto, é possível planejar intervenções corretivas em momentos estratégicos, e é daí que surge a manutenção corretiva planejada!

Você pode programar esses reparos para períodos de baixa demanda ou durante uma parada programada. Assim, é possível minimizar o impacto operacional e reduzir os custos decorrentes da paralisação não programada.

E esses foram alguns tipos de manutenções que você pode aplicar em sua empresa.

Como elaborar um plano de manutenção eficiente? 

Agora que já deu para entender o que é, qual a importância e os tipos de manutenções planejadas, que tal aprender a como elaborar um plano de manutenção?

Para desenvolver um plano de manutenção eficiente, é necessário seguir algumas etapas importantes. Abaixo, listamos as principais.

Identificação de ativos

Primeiramente, identifique todos os equipamentos, veículos e instalações que precisam ser incluídos no plano.

Na sequência, entenda quais são as atividades de manutenção necessárias para cada item, considerando as recomendações dos fabricantes, as regulamentações aplicáveis e as melhores práticas do setor.

Pontue a frequência das manutenções

Após ter estabelecido as atividades de manutenção, determine a frequência e a periodicidade de cada revisão que será feita. 

Para isso, leve em consideração fatores, como a criticidade do equipamento, a sua utilização, as condições de operação, entre outros. Uma matriz de criticidade pode ajudar!

É importante considerar também os recursos necessários para executar as atividades de manutenção, como mão de obra especializada, ferramentas e materiais.

Faça o plano de manutenção

Não deixe de realizar a documentação do plano de manutenção. Para isso, é recomendado manter registros detalhados de todas as atividades realizadas, incluindo datas, descrições das tarefas executadas, resultados obtidos e peças substituídas. 

Todos esses registros vão auxiliar no acompanhamento do desempenho dos equipamentos ao longo do tempo, na identificação de tendências e na tomada de decisões mais embasadas.

Como definir a frequência das atividades de manutenção planejada?

A definição da frequência das atividades de manutenção planejada é um processo crucial para garantir a eficácia do plano. Para isso, é preciso levar em consideração diversos aspectos, tais como:

  • Recomendações do fabricante;
  • Histórico de manutenção;
  • Ambiente operacional;
  • Critérios de segurança; 
  • Feedback dos operadores;
  • Análise de custo-benefício. 

Ao considerar todos esses pontos de forma integrada, será possível estabelecer um cronograma de manutenção eficiente, que minimize os riscos de falhas e maximize a disponibilidade e o desempenho para a sua frota ou mesmo para as máquinas da empresa.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli

Fortaleça seu currículo: Curso de Segurança no trânsito para frotas. 100% gratuito, com certificação.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *