Quando é preciso realizar a revisão automotiva? Veja os itens de alerta

Não importa se você tem um carro de passeio, para trabalho ou uma frota de caminhões, todos os veículos precisam passar por uma revisão automotiva.

Essa checagem periódica garante que todos os itens que compõem o veículo estão em ordem e, assim, a revisão automotiva garante a conservação do automóvel e ainda promove economia.

Mas como saber se está na hora de mandar o seu carro, caminhão ou ônibus para a inspeção veicular? Quais itens é preciso ficar atento? Confira essas respostas e muito mais neste texto!

O que é revisão automotiva?

A revisão automotiva nada mais é do que um exame para checar a saúde do automóvel.

A revisão automotiva faz parte das manutenções periódicas de qualquer veículo, independente do porte, para que ele obtenha a melhor performance.

Quando o veículo sai de fábrica, ele está em plenas condições de funcionamento, mas conforme o motorista o utiliza no dia a dia, alguns itens vão sendo desgastados com o tempo e isso é natural.

Entretanto, para que o automóvel continue exibindo a mesma performance de quando ele era novinho, é preciso realizar a revisão preventiva.

E sabe qual a importância da revisão automotiva? Pois bem, se você realizar essa inspeção periódica, os riscos de degradação são menores, o consumo de gasolina é mais equilibrado, evita-se acidentes por falhas mecânicas e ainda há uma economia de dinheiro.

Sim, a inspeção veicular faz com que você não gaste um dinheiro inesperado e em grandes quantias para reparar alguma parte do veículo que parou de funcionar, afinal, estes itens são revisados com frequência.

Quais itens são verificados na revisão?

Existe uma espécie de checklist de revisão veicular que pode te auxiliar na hora de mandar o seu veículo para inspeção.

Abaixo, separamos os principais deles. Confira!

Freios

Se tem um item que precisa estar bem calibrado, ele é o freio, afinal a segurança do motorista e das demais pessoas nas vias públicas depende disso.

Nesse caso, todo o sistema de frenagem é inspecionado, o que inclui as pastilhas, o sistema hidráulico e eletrônico (caso houver), os discos e a higiene do local.

A revisão do freio, além de promover maior segurança, também evita trepidações e barulhos incômodos durante o manejo do veículo.

De maneira geral, a revisão automotiva dos freios deve ser feita a cada 20 mil quilômetros rodados, mas isso pode variar dependendo do uso do automóvel, marca, etc.

Lubrificação do motor

A lubrificação do motor é importantíssima para o bom funcionamento do seu veículo.

Um dos itens que deve ser avaliado na revisão automotiva é a troca do óleo do motor para que ele não superaqueça e traga maiores danos ao veículo.

Isso porque andar com o óleo abaixo dos níveis recomendados pode fazer com que exista um maior desgaste de peças, esquentar o motor e até mesmo fazer com que ele perca potência com o tempo.

Por isso, é importante saber quando trocar o óleo do seu automóvel. Cada fabricante possui uma especificação.

Manutenção da embreagem

Dentro da revisão automotiva, também é importante verificar a manutenção da embreagem. Alguns sinais de alerta podem te ajudar a saber a hora de realizar essa inspeção.

Ruídos indesejáveis e trepidações, por exemplo, podem significar uma certa dificuldade de alinhamento e encaixe das marchas. O pedal mais duro do que o normal pode indicar falta de lubrificação, entre tantas outras coisas.

Pneus em dia

O alinhamento e a calibragem dos pneus são partes fundamentais da revisão automotiva, porque é isso que faz com que o veículo tenha certa estabilidade nas ruas, evita-se o desgaste do motor e outras peças do automóvel e ainda consome menos gasolina.

Para isso, o ideal é que a inspeção dos pneus seja realizada a cada 10 mil quilômetros rodados. Dessa forma, além de tudo o que já foi mencionado, você ainda garante a sua segurança e a de terceiros nas vias públicas.

Correia dentada

Uma das funções da correia dentada é resfriar o motor. Se ela estiver com algum tipo de problema, a peça principal do seu veículo pode superaquecer e trazer bastante dor de cabeça.

Ruídos na parte da frente do automóvel também podem ser um indicativo de que há algum problema com a correia dentada.

Por isso é tão importante ficar atento aos sinais que o seu carro, caminhão, ônibus ou frota emite.

O recomendado é que a correia dentada seja trocada a cada 10 mil quilômetros rodados.

Radiador

O radiador faz parte do sistema de arrefecimento do veículo e controla a temperatura do motor. Se este item fica sem manutenção, ele pode sobrecarregar o carro e fazer com que o mesmo pare de funcionar completamente.

Por isso, é sempre bom ter em dia a sua revisão.

Itens de segurança

Por último, mas não menos importante, não esqueça de realizar a revisão automotiva dos itens de segurança.

Embora não sejam utilizados no dia a dia, em situações emergenciais você pode precisá-los e eles precisam estar em boas condições.

Confira, portanto, se você tem os cintos de segurança bem ajustados, airbags em bom estado, o triângulo de sinalização, o macaco e ferramentas necessárias para alguma urgência.

Além disso, é importante ter o extintor de incêndio dentro do prazo de validade. A falta destes itens resulta em multa gravíssima ao condutor.

Quanto custa uma revisão completa?

A revisão do automóvel pode variar de valor dependendo do modelo do carro, quilômetros rodados, avarias e desgastes das peças.

Dessa forma, a melhor maneira para saber quanto custa uma revisão completa é ir até a concessionária ou em algum mecânico de sua confiança para fazer a avaliação.

Quando realizar a revisão automotiva?

Não há como precisar quando é necessário fazer a revisão automotiva, porque isso depende de uma série de fatores.

O que existe são valores de referência que podem nortear os condutores sobre o momento ideal da inspeção.

Outra maneira de ficar de olho neste ponto é ter sistemas que te ajudam a controlar essas manutenções.

A Cobli, por exemplo, oferece uma solução completa aos gestores de frota para que não percam nenhuma revisão automotiva.

Por meio de um sistema inteligente, são enviados alertas para futuras inspeções, há um histórico das manutenções passadas e uma série de outras funcionalidades que otimizam o seu tempo e não te deixam perder nada importante.

A manutenção de frota é essencial para manter toda a operação funcionando. Imagine a dor de cabeça que é ter um veículo parado por falhas mecânicas, por exemplo. Ninguém quer que isso ocorra, certo?

Por isso, para uma boa gestão de frota e revisão automotiva, a solução que você procura está na Cobli!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Fortaleça seu currículo: Curso de Segurança no trânsito para frotas. 100% gratuito, com certificação.
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.