Plano de manutenção de frota: reduza custos e aumente a segurança

Para quem tem ou trabalha com muitos veículos, sabe que traçar um bom plano de manutenção de frota é essencial. Podemos citar, claro, os principais motivadores: segurança, redução de custos e durabilidade da frota. E estamos falando apenas dos principais.

Quando citamos segurança, precisamos pensar de forma ampliada. Claro que é essencial que os motoristas trabalhem com veículos bons e seguros, mas um possível acidente causado por falta de manutenção pode atingir outras pessoas e outros veículos. Estar com o automóvel em dia é uma obrigação de quem trabalha diariamente pelas ruas.

Inclusive, segundo o Painel de Acidentes Rodoviários da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), veículos que apresentavam algum tipo de problema de manutenção, como um pneu furado, por exemplo, ocasionaram mais de 27,5 mil acidentes em rodovias federais no período de 2016 a 2020. 

Mais importante ainda é saber que, só em 2020, 17,6% dos acidentes nessas rodovias envolveram caminhões e 1,5%, ônibus. Ou seja, você precisa ter um plano de manutenção de frota e executá-lo com pontualidade e qualidade. Saber quais são os tipos de manutenção também ajudará nesse plano.

As frotas que executam um plano de manutenção da forma correta também se resguardam de possíveis custos não programados. Quem deixa os veículos sem uma possível manutenção detectiva, invariavelmente, sabe que o veículo dará problema alguma hora e poderá não ter verba para o conserto, ocasionando uma série de prejuízos para a empresa. 

Quer saber mais sobre o que e como planejar a manutenção de frota, quais são os tipos mais comuns e outras dicas importantes para otimizar o dia a dia na empresa e garantir mais segurança para a sua frota? Confira com a gente! 

O que é o plano de manutenção da frota?

Um processo essencial que todo mundo que trabalha com gestão de frota deveria fazer. Basicamente, é assim que podemos definir o plano de manutenção de frota. Mas entrando um pouco mais a fundo, ele se dá por meio de documentos que registram todas as atividades e revisões feitas nos automóveis da frota. 

Isso inclui desde uma manutenção preventiva que envolve a troca de palheta do para-brisa até uma revisão detalhada por todo motor. Entre os documentos relacionados à manutenção da frota devem estar checklists com o período que foi feito, quando a próxima troca de peça será necessária, a próxima revisão, etc. E claro, tudo isso separado por veículo da frota.

Se você não tem ideia de como começar a realizar esse plano, a Cobli preparou um kit de manutenção, com planilhas e ferramentas para garantir que a sua operação esteja sempre rodando sem problemas!

Agora, importante mencionar que, quem tem esse plano bem traçado, se antecipa a possíveis problemas, afinal, veículos que rodam com frequência, tendem a se desgastar menos. Estar atento aos detalhes faz toda a diferença já que, cedo ou tarde, peças e componentes precisarão ser trocados.

Não se esqueça que, para o plano funcionar, é possível contar com um sistema de manutenção de frota que ajude a garantir que as inspeções, serviços e reparos programados estão sendo feitos de acordo com o que foi planejado. Isso evita perdas financeiras e acidentes.

 Com isso bem definido, você minimiza a possibilidade de ter que fazer reparos emergenciais recorrentes, que são bem mais caros e tirar os veículos de circulação em momentos cruciais.

Ter um checklist das manutenções que devem ser executadas periodicamente nos veículos é muito importante.

Por que fazer um plano de manutenção?

Há inúmeras vantagens em se fazer um plano de manutenção para a sua frota ou outros tipos de equipamentos.

A seguir, vamos listar algumas delas, incluindo:

  • Redução de falhas e defeitos;
  • Aumento da vida útil dos veículos;
  • Evitar gastos desnecessários com consertos e falhas inesperados;
  • Planejar atividades que aumentam eficiência do veículos;
  • Ter controle de qualidade da manutenção;
  • Criação de processos padronizados;
  • Dar previsibilidade de recursos, prazos e equipes envolvidas no uso do equipamento;
  • Otimização de prazos e entregas;
  • Redução do custo de manutenção;
  • Redução e até eliminação dos acidentes de trabalho.

Você precisa ter mais controle sobre a manutenção da frota? Baixe a planilha de manutenção de frota criada pela Cobli!

Quais são os tipos de manutenção de frota? 

Entender o que é esse plano parece ter ficado claro, mas quais são os tipos de manutenção de frota? Conhecer os processos muito bem vai auxiliá-los nas definições. Veja abaixo os principais tipos.

Manutenção preventiva ou programada

Quando falamos em plano de manutenção para a frota, esse é o tipo de manutenção mais indicada. A manutenção preventiva é um conjunto de ações de controle e monitoramento para conservar os veículos da sua frota.

Nessa análise, existe um diagnóstico que indica possíveis problemas, que podem estar perto ou não, de acontecer. Diversos itens podem ser analisados, como suspensão, pneus, freios, motor, baterias, escapamento, sistema elétrico, fluídos, etc.

Manutenção corretiva

Esse tipo de manutenção é aquela emergencial, feita para arrumar um problema que aconteceu, mas não estava previsto. Como dissemos, quem nãoexecuta um plano de manutenção de frota, pode sofrer muito com essas manutenções. E que fique claro: por serem urgentes, são mais caras, principalmente na parte de mão de obra.

Não é incomum, por exemplo, esses problemas tirarem de circulação determinados veículos da sua frota por mais tempo do que o imaginado. Ou seja, mais um ponto de prejuízo à empresa. 

E se o determinado veículo estiver em serviço e quebrar no meio da estrada? Prejuízos que vão além “só” do financeiro e começam a ferir a reputação da marca.

Claro que não nem tudo é possível prever e problemas podem acontecer, mesmo com as manutenções recorrentes. Mas, a probabilidade de precisar da manutenção corretiva é bem menor. 

Manutenção preditiva

Por fim, podemos citar a manutenção preditiva, que se baseia numa estratégia de monitoramento que auxilia a manutenção de equipamentos e peças dos seus veículos. Ela parece-se muito com a preventiva, mas aqui, usa-se o apoio de tecnologias para ser mais assertivo.

Alguns dos itens mais comuns quando falamos da manutenção preditiva são a termografia, telemetria, ultrassom, análise de vibração e outros. Com eles, é possível identificar possíveis irregularidades antes de evoluir para algo mais sério.

Saber quais equipamentos são necessários para executar seu plano de manutenção vai ajudar muito sua empresa a não perder tempo.

Como fazer um plano de manutenção de frota

Parece ter ficado claro como o plano de manutenção de frota ajuda a sua empresa, certo? Mais do que todos os benefícios citados, é importante pensar que a manutenção evita acidentes.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre 2011 e 2020, foram registradas 1.439 mortes nas estradas por conta da ausência de manutenção dos veículos.

Abaixo, veja um passo a passo de como fazer um plano de manutenção e o que é possível incluir no plano da frota.

Reserve uma verba para as manutenções

Por mais que as manutenções preventivas tenham custo menor, é importante destinar uma verba para cada veículo. Assim, você fica resguardado de que todas serão feitas.

Lembre-se, também, de destinar uma verba para manutenções de emergência. Infelizmente, não é possível precisar a necessidade de manutenções corretivas, como batidas ou um pneu furado.

Mapeie informações e dados dos veículos

Antes de tudo, realize uma minuciosa análise em cima da sua frota. Só assim você conseguirá entender o ponto de partida e detalhes da situação dos veículos.

Entre as informações que precisam ser coletadas, anote a quilometragem de cada veículo, quanto tempo ele tem, quantas manutenções já foram realizadas e quando foi a última. Faça, também, questionamentos com os motoristas para que eles possam relatar possíveis problemas. Como estão no dia a dia, terão percepções muito mais frescas.

Falando em motoristas, crie algum tipo de procedimento para que eles consigam comunicar imediatamente sempre que surgir algum barulho ou possível defeito.

Mapeie os procedimentos

Agora que você já sabe quais são os veíciçps, é importante entender os tipos de manutenção necessários para cada um deles, não é mesmo?

É importante perceber as diferenças, por exemplo, da manutenção necessária para um veículo que utiliza gasolina ou gás natural veicular.

Ou ainda, entender que a revisão de um filtro de óleo de uma moto será um bocado diferente do filtro de óleo de um caminhão.

Em muitos casos, uma boa leitura dos manuais do veículo podem ajudar bastante o gestor de frotas a mapear esses procedimentos.

Defina um cronograma e acompanhe o histórico das manutenções

É preciso que, durante esse plano de manutenção de frota, você saiba exatamente quando fará possíveis ajustes para cada veículo. Além disso, com esse histórico em mãos, você consegue saber o que foi trocado, substituído, etc.

Lembre-se que cada veículo tem uma particularidade, por isso, o cronograma deve ser individual.

Tenha um checklist padrão para checar em todos os veículos

Isso também facilita bastante na hora que você estiver realizando as manutenções. Tenha em mente alguns itens básicos nos seus veículos, como:

  • Óleo do freio e lubrificante do motor;
  • Fluido das transmissões;
  • Vazamento de fluidos;
  • Velas e Cabos;
  • Correias e filtros;
  • Pneus e rodas;
  • Itens de segurança;
  • Condições gerais.

Treine a equipe

Ter profissionais habilitados para executar essa manutenção é um passo super importante na vida de uma empresa.

Assim, é importante que os colaboradores estejam cientes das rotinas de manutenção, bem como definir seu papel dentro dessa organização.

Cada empresa atua com um modelo diferente – é possível criar um time de manutenção ou deixar cada colaborador responsável pela manutenção de seu veículo, e é preciso pensar em qual modelo vai funcionar para você.

Acompanhe os indicadores

Um bom plano não adianta de nada se você não tiver controle do que estiver realizando, não é mesmo?

Assim, é importante prestar atenção se o seu cronograma de manutenção está funcionando e se ele, de fato, ajudou a reduzir custos e otimizar o uso e a vida útil dos equipamentos.

Para isso, é importante definir algumas métricas, como o tempo ocioso dos veículos ou a redução de acidentes, para entender se o seu plano de manutenção está sendo bem executado.

Use a tecnologia a seu favor

O plano de manutenção de frota pode ter o apoio de tecnologias para otimizar o tempo e reduzir custos. A telemetria veicular, por exemplo, consegue trazer muito apoio para essas etapas e passar possíveis identificações de problemas com mais assertividade. Também existem sistemas de controle de manutenção de frotas.

Manutenção de frota e redução de custos: entenda a correlação

Já falamos um pouco disso, mas a manutenção de frota e redução de custos estão interligadas. Empresas que não possuem um controle estruturado dos recursos e veículos revisados, terão um aumento no número de manutenções corretivas, que poderiam ter sido realizadas há meses se estivessem sendo observadas.

A mão de obra para consertar determinados problemas, do dia para a noite, pode cobrar valores absurdos, e ainda assim, não é uma certeza de reparo rápido. Quem tem um plano de manutenção de frota, otimiza custos e consegue planejar o negócio da melhor maneira.

Dúvidas sobre plano de manutenção de frota

Quais os benefícios de um plano de manutenção de frota?

Alguns dos benefícios do plano de manutenção de frota são: reduzir falhas e defeitos, aumentar a vida útil dos veículos, evitar gastos desnecessários, redução de acidentes de trabalho e redução do custo de manutenção.

A manutenção preventiva reduz os custos da frota?

A manutenção preventiva auxilia na redução de custos pois evita imprevistos, gastos de emergência e até mesmo a utilização de recursos por conta de acidentes causados por falta de manutenção.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli

Fortaleça seu currículo: Curso de Segurança no trânsito para frotas. 100% gratuito, com certificação.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *