gestao-de-entregas

Gestão de entregas: como otimizar?

Se trabalhar com o transporte de mercadorias não é nada fácil, imagine fazer uma boa gestão de entrega!

Desde a coleta no depósito até o destino, os desafios enfrentados por uma transportadora são inúmeros.

Condições precárias da maior parte das estradas, roubos de cargas, altas no preço combustível e, claro, o investimento com a manutenção da frota.

Uma empresa responsável, portanto, não pode descuidar das cargas que transporta nem por um segundo. Por isso, descubra neste artigo o que é e como gerenciar suas entregas.

O que é gestão de entregas?

Em logística, chamamos os cuidados acima de gestão de entrega que nada mais é do que o processo de monitoramento da carga em tempo real.

Ou seja, desde quando o caminhão sai da garagem até o cliente recebê-la.

Mas essa não é sua única função. A partir dela, pode-se estudar as melhores soluções para reduzir custos e aumentar a produtividade da frota.

Quando a gestão de entrega é feita em tempo real, é possível:

  • Contornar e evitar contratempos;
  • Tomar decisões rápidas;
  • Garantir a segurança dos colaboradores;
  • Repassar informações precisas aos clientes;
  • Em caso de atrasos na entrega, renegociar prazos;

Tudo isso irá resultar em uma operação mais ágil e eficiente. E caso exista algum gargalo no processo, seja operacional ou financeiro, certamente será identificado e corrigido de forma mais rápida.

Para os clientes, acompanhar o seu pedido irá evitar que, em caso de imprevistos, percam a confiança ou queiram cancelar o serviço contratado.

Portanto, afirmamos que a gestão de entregas é boa para todo mundo: transportadora, clientes e motoristas.

 gestao-de-entregas
Uma boa gestão de entrega também pode assegurar a satisfação dos clientes.

Quais as principais vantagens da gestão de entrega?

Quando falamos em gestão de entregas, existem diversas vantagens além da rapidez com que o produto chegará a casa do cliente. Confira quais são as principais:

Exatidão das informações

Reunir informações sobre o status das entregas para fornecer previsões possíveis aos clientes é um dos grandes desafios da logística.

Coincidentemente, o objetivo da gestão de entrega é exatamente esse, coletar e atualizar dados em tempo real para que gestores e clientes recebam dados confiáveis.

Ela ainda garante se a rota está sendo devidamente seguida, número de paradas do caminhão, quantidade de horas que o motorista está no volante, o quanto de combustível está sendo gasto, entre outros.

Redução de custos

As informações disponibilizadas pelas plataformas de gestão em tempo real também servem para reduzir, por exemplo, gastos com combustível, tempo e manutenção.

Para ilustrar melhor, a Cobli realizou um estudo em veículos que não possuíam uma plataforma de gestão e que passaram a ter depois.

Foi descoberto que os veículos sem monitoramento podem ter uma taxa de até 25% de ociosidade do motor.

Isso significa que a cada 4 horas em que o veículo está na rua, 1 hora pode estar sendo desperdiçada com o motor ligado sem necessidade.

Em uma frota com 30 veículos isso pode representar um desperdício de até R$53.460,000 durante 1 ano!

Agilidade na área de coleta

A demora na liberação dos veículos de carga é uma das principais razões de atrasos nas entregas ou de coleta de mercadoria e, consequentemente, de clientes furiosos.

Se a gestão de entrega é feita em tempo real, o motorista está sempre em contato direto com os operadores de logística.

Isso permite uma noção melhor das rotas e do tempo de deslocamento e, assim, agendar as próximas coletas de modo que ninguém fique esperando e perca tempo.

On-time nas entregas

Demandas on-time é sinônimo de satisfação garantida por parte dos clientes.

Por isso, a gestão em tempo real é indispensável aqui também. Afinal, torna mais ágeis não só as coletas de mercadoria, mas, também, as entregas.

E caso ocorra imprevisto ou possibilidade de atraso, há dados suficientes para pensar em soluções que evitem descumprir o combinado.

Segurança

A localização exata do veículo e a comunicação a qualquer momento são essenciais para garantir a segurança do condutor e da carga.

Quando o gestor estiver munido desses dados, poderá acionar a polícia e identificar desvios de rota imediatamente.

gestao-de-entregas
A gestão de entrega garante a segurança dos colaboradores, da carga transportada e ainda reduz gastos.

Melhores práticas de gestão de entregas

Agora que você já sabe quais são as principais vantagens da gestão de entregas, descubra como é possível otimizar aplicando as melhores práticas:

Planejamento das atividades

Um dos principais objetivos da logística é a eficiência econômica e operacional, certo?

Mas torna-se impossível sem um planejamento adequado de todos os processos envolvidos na entrega da mercadoria, da coleta ao destino final.

A roteirização, ou seja, o planejamento das rotas, portanto, oferece inúmeras vantagens, afinal, permite escolher as rotas mais seguras e em melhores condições.

Trafegar por elas gera economia de combustível, manutenção da frota e tempo.

Monitoramento

Monitorar processos é acompanhá-los do início ao fim, evitando que pequenos danos ou na operação se tornem difíceis de serem revertidos.

Por exemplo: por meio de softwares e aplicativos de rastreamento você pode prever atrasos na entrega e ter mais tempo para negociá-la com o cliente.

Agora, caso o monitoramento acuse um problema recorrente, recomendamos repensar o processo.

Controle da jornada de trabalho

A jornada de trabalho dos motoristas é regulamentada por lei. Quem trabalha dirigindo não pode ultrapassar o período de 12 horas ao volante (dependendo da convenção coletiva).

Ele poderá voltar ao batente após oito horas de descanso no mínimo. Além disso, os motoristas têm direito a 30 minutos de descanso a cada quatro horas trabalhadas.

É importantíssimo que todas as paradas de descanso sejam cumpridas e as horas extras respeitadas.

O cansaço atrapalha na hora de dirigir e pode colocar em risco a vida do motorista e as cargas que estão sendo transportadas.

Por isso, o controle de jornada do motorista, que faz parte da gestão de entrega, é obrigatório e de responsabilidade do empregador.

Análise da produtividade

Os profissionais de logística compartilham da mesma missão: garantir os melhores resultados gastando o menos possível.

Para vencer esse desafio, de fazer mais com menos, é importante ficar de olho na produtividade: será que dava para fazer mais com menos? Ou o dinheiro anda escorrendo pelo ralo?

Uma gestão de entregas bem vai permitir identificar todos aqueles problemas que diminuem a produtividade, além de verificar o desempenho das frotas e colaboradores.

Como pode ser notado, a gestão de entrega não pode ser uma tarefa deixada de lado. É a partir dela que você irá garantir a satisfação dos seus clientes, a segurança dos seus colaboradores e reduzir gastos.

Se for necessário, não hesite em investir em tecnologias que permitam a otimização do tempo e rastreamento de frotas.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *