tabela fipe carros usados

Tabela Fipe para carros usados: como surgiu? Como usar?

Todo mundo que já tentou vender ou comprar um carro usado ou seminovo já consultou ou pelo menos ouviu falar da tal Tabela Fipe, certo?

A maioria dos motoristas sabe que é comum recorrer à Fipe na hora de fechar um negócio e que ela tem alguma coisa a ver com seguro e IPVA.

Mas é fato que pouca gente realmente sabe como e por que surgiu a Tabela Fipe e como ela funciona.

Se você é uma dessas pessoas, por favor, leia este texto até o final!

Vamos explicar para que serve a Tabela Fipe, que relação ela tem com o seguro do seu carro e como utilizá-la corretamente! 

Siga a leitura e confira!

Descubra agora qual o carro ideal para o seu negócio!
Use o comparador gratuito de veículos da Cobli

Tabela Fipe: o que é

Talvez você a sigla Fipe tenha despertado sua curiosidade, não?

Bom, Fipe não tem nada a ver com carro, mas é a sigla de Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, um órgão ligado à Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo, a FEA-USP.

É a Fipe quem faz essa a tabela cujo objetivo é informar, mensalmente, os preços médios de carros, motos e caminhões (novos, seminovos e usados) praticados no mercado brasileiro.

É por isso que a tabela Fipe interessa tanto a quem quer vender ou comprar um carro usado ou seminovo. 

Conheça um novo jeito de rastrear e monitorar os veículos da sua frota!

Imagine que você esteja a fim de vender aquele carro comprado há uns 10 anos. Você se lembra o quanto pagou por ele e cuidou bem dele ao longo de todos esses anos, mas como saber qual o preço justo a cobrar por ele?

Agora imagine que você vai comprar um carro usado, que ainda está em bom estado, mas está longe de ser um zero quilômetro. Como saber se o veículo de fato vale o que estão te cobrando ou se algum mal intencionado está tentando te passar a perna? 

A solução para as duas situações é uma só: consultar a Tabela Fipe. Ela vai te informar o preço médio do exato modelo de veículo que você quer comprar ou vender.

Como surgiu a Tabela Fipe?

A FIPE foi criada em 1973, mas a Tabela Fipe só surgiu muito tempo depois, em 1998.

Lá pelo final dos anos 1990, um dos colaboradores da Fipe era um professor de ciência política da USP, Fernando Haddad.

Haddad era amigo do jornalista Eugênio Bucci, que, na época, dirigia a revista “Quatro Rodas”, especializada em carros.

Bucci lamentou que não houvesse, no Brasil, nenhuma ferramenta confiável que servisse de guia para o mercado de carros usados, que ajudasse o vendedor ou comprador a saber quanto determinado veículo estava valendo. 

Haddad ouviu a reclamação do amigo, juntou-se com seus colegas da Fipe e, meses depois, nascia a Tabela Fipe – que rapidamente tornou-se referência para a compra e venda de carros usados no país.

Tabela Fipe: como funciona

Você talvez esteja se perguntando: como é calculada a Tabela Fipe?

Hoje em dia, todo modelo de automóvel comercializado no Brasil possui um código Fipe composto por seis números, um traço e depois um dígito. Por exemplo, o código do Palio Weekend Adventure (Palio W.Adv. LOC. ITAL.Dual.1.8.Flex 16V) é 001376-5.

É por meio desse código que é possível controlar os preços pelos quais esses veículos são comprados e vendidos no país.

Sempre que uma nova transação é concluída, a Fipe é informada do código e do ano do veículo vendido e também do preço pelo qual ele foi adquirido.

É assim que a Fipe chega ao preço médio que consta na tabela

É claro, diversos fatores podem influenciar o preço de um veículo. Dois carros do mesmo modelo e ano podem ser vendidos por preços muito diferentes porque um está em perfeito estado e o outro está caindo aos pedaços. 

A quilometragem rodada, a cor, se ele tem ar condicionado ou não e até o mês em que um veículo foi vendido influenciam seu preço.

Por isso, na hora de fazer a conta, a Fipe desconsidera tanto os valores absurdamente altos quanto os ridiculamente baixos.

É importante lembrar que a Tabela Fipe não diferencia veículos de uso pessoal ou profissional.

Tabela Fipe, IPVA e seguros

Como dissemos acima, seguradoras recorrem à tabela para determinar o valor do IPVA e também da indenização paga ao cliente em caso de roubo ou perda total do veículo.

Se tiver seu carro roubado ou destruído em algum acidente e solicitar o pagamento de indenização à seguradora, você obviamente não vai receber o valor que pagou pelo veículo no ato da compra.

Geralmente, a indenização é determinada de acordo com a Tabela Fipe.

Isso quer dizer que o valor da indenização será idêntico ao indicado pela Tabela FIPE naquele mês?

Não exatamente. Depende do seu contrato. A sua indenização pode ser de 80%, 90% ou até mais de 100% da Tabela Fipe. 

Percebe por que a Tabela Fipe é importante não só na hora de comprar ou vender um carro seminovo ou usado?

Baixe um guia completo sobre como reduzir o consumo de combustível da sua frota!

Passo a passo: como usar a Tabela Fipe?

Agora que você já sabe o que é, como surgiu, como é calculada e para que serve a Tabela Fipe, que tal saber como utilizá-la?

Vamos lá: se você jogar “Tabela Fipe” no Google, vão aparecer vários sites nos quais você pode consultá-la. 

Mas que tal ir à fonte? Abra o site https://veiculos.Fipe.org.br/.

Lá, você vai encontrar as seguintes opções: “Consulta de carros e utilitários pequenos”, “Consulta de caminhões e micro-ônibus” e “Consulta de motos”.

Vamos usar como exemplo o Palio Weekend Adventure que citamos lá em cima quando falamos do código Fipe, lembra?

Depois de clicar em “Consulta de carros e utilitários pequenos”, você vai ver duas opções: “Pesquisa comum” e “Pesquisa por código Fipe”.

Por sorte, já sabemos qual o código Fipe do tradicional modelo Palio: 001376-5.

Mas quem é que sabe o código Fipe do carro? Que tal tentar a “Pesquisa comum”?

Primeiro, temos que escolher o mês da pesquisa (lembra que a tabela Fipe é atualizada mês a mês, né?). Aqui, vamos escolher “fevereiro/2021”.

Depois, temos que digitar ou selecionar:

1. A marca do veículo: Fiat.

2. O modelo do veículo: Palio W.Adv. LOC. ITAL.Dual.1.8.Flex 16V.

3. O ano modelo do veículo: 2012. 

Agora é só clicar em “Pesquisar” e você vai descobrir que, em fevereiro de 2021, o preço médio de um Palio Weekend Adventure era R$ 33.360,00. 

Uma dica: se você sempre precisa consultar sempre a Tabela Fipe, vale a pena baixar o aplicativo Consulta FIPE, disponível no GooglePlay e na AppleStore.

Esta publicação te ajudou? Confira outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *