Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 4 minutos

O Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDFe) é um documento obrigatório requisitado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento (SEFAZ) para regularizar a fiscalização do transporte de cargas interestaduais em todo território nacional. Documento necessário mas que muitas pessoas têm dúvidas de como preencher o manifesto eletrônico de documentos fiscais adequadamente.

A fim de descomplicar a vistoria, o MDFe reúne todos os CTes (Conhecimento de Transporte Eletrônico) e NFes (Notas Fiscais Eletrônicas) existentes para entregas de mercadorias.

Todas as empresas que realizam o transporte cargas devem emitir o MDFe. Se você quiser saber mais a fundo sobre este tema, acesse o artigoMDFe: O que é? Para que serve? Como emitir? no nosso blog e tire todas as suas dúvidas.

Confira o passo a passo para preencher o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais no artigo a seguir:

Quais são os requisitos para emissão?

O MDFe é um documento emitido e armazenado de forma eletrônica. Por isso, as empresas que precisam emitir o documento devem possuir os seguintes requisitos exigidos pelo SEFAZ:

  • Credenciamento para emissão de CT-e ou MDFe; 
  • Certificado Digital para validar juridicamente o MDFe – Modelo A1;
  • Acesso à internet;
  • Contratação de um software emissor de Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais testado e homologado.

Sistema emissor de mdfe

Desde 01/10/2018, o emissor gratuito do MDF-e disponibilizado pela Secretaria da Fazenda e Planejamento foi descontinuado. O órgão recomenda que as empresas busquem outras soluções disponíveis no mercado para realizar a emissão.

Caso você ainda não tenha um sistema para este fim, a Cobli tem uma dica preciosa: vale muito mais a pena investir em um software de gestão completo que emita todos os documentos fiscais essenciais para a regularização da atividade. Assim você economiza e não deixa de manter o seu negócio em conformidade com as obrigações legais.

Como emitir o mdfe passo a passo

A emissão do MDF-e é possível apenas para quem utiliza o Certificado Digital modelo A1. 

Antes de cadastrar o Manifesto, lembre-se de criar uma série fiscal no sistema escolhido. Preencha o CNPJ da empresa, o código da Série Fiscal, a sequência e o modelo do documento, que neste caso deve ser sempre “Manifesto Eletrônico de Documento Fiscal”:

1. Acesse a área de emissão de MDFe e preencha os dados do documento.

  • Série Fiscal;
  • Data da emissão do documento;
  • Tipo do emitente (prestador de serviço de transporte);
  • Tipo do transportador;
  • Modalidade de transporte (rodoviário, por exemplo).

2. Monte a sequência real que o veículo irá realizar e informe os locais de carregamento percurso. Indique também o Estado no qual os produtos serão descarregados.

3. Preencha as informações relacionadas ao veículo.

  • Placa;
  • UF do Veículo;
  • RENAVAM;
  • Tipo de Rodado;
  • Tipo de Carroceria;
  • Peso Bruto.

4. Inclua os dados do proprietário do veículo.

  • CPF ou CNPJ;
  • Razão Social/Nome do proprietário;
  • Inscrição Estadual;
  • Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC);
  • UF.

5. Informe os dados do motorista que realizará o transporte.

  • CPF
  • Nome do condutor.

6. Indique também o Código Identificador da Operação de Transporte (CIOT).

7. Por fim, preencha as informações de todos os documentos envolvidos com a carga transportada (NF-e e CT-e) e os dados relativos ao seguro da carga transportada, caso.

8. Revise as informações preenchidas e emita a sua MDF-e. Após a autorização da operação, o Documento Auxiliar de Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (DAMDFE) poderá ser impresso para acompanhar a carga até o destino.

Ao final da operação, quando a carga foi entregue, é importante que o responsável pela emissão do MDF-e encerre o documento no sistema para liberar as placas dos veículos utilizados para a emissão de novos manifestos.

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário