a estratégia do oceano azul

A estratégia do oceano azul: o que é e como funciona?

A estratégia do oceano azul é um livro de conceito estratégico que te ajuda a diferenciar sua empresa das outras e, ainda assim conquistar um mercado novo. Tudo de forma natural, transparente e não concorrendo diretamente com outras empresas do seu mesmo segmento.

Neste texto, vamos falar o que é, como funciona e também listar os princípios e riscos do chamado oceano azul. Confira:

Faça sua carreira e seus negócios crescerem com o Cobli Ensina

O que é a estratégia do oceano azul?

A estratégia do Oceano Azul é o conceito criado por Chan Kim e Renée Mauborgne, no livro “A estratégia do Oceano Azul”, como uma solução para as empresas crescerem em mercados ainda não explorados.

Como funciona a estratégia do oceano azul?

Para criar uma estratégia de oceano azul, é preciso conhecer como funciona o seu oposto: o oceano vermelho, conhecido também como o mercado onde o seu negócio já está atuando. 

A partir disso, é possível conhecer seus consumidores, concorrentes também reconhecer seus não-consumidores e as oportunidades trazidas por eles. 

Outro ponto relevante é sobre ter clareza que os novos mercados surgem de inovação de valor, e não necessariamente de grande inovação tecnológica.

Naturalmente, qualquer tipo de estratégia envolve riscos, mas, com o Índice de Ideias do Oceano Azul, é possível diminuir seus impactos, ao mesmo tempo que maximiza as oportunidades de testar a viabilidade das ideias do negócio.

Na estratégia de Oceano Azul, existem várias formas de implementação, uma delas é começar respondendo a essas quatro perguntas:

  1. Existe uma razão inquestionável para seu produto ser desejado pelos consumidores?
  2. O preço está realmente apropriado para o público que deseja alcançar?
  3. É possível produzir o produto com um valor inovador, dentro do preço estipulado e ainda ter margem de lucro?
  4. Quais são os obstáculos que travam o projeto? O que é preciso para enfrentá-los?

Segundo essa estratégia do oceano azul, a melhor forma de crescer em cima da concorrência é parar de tentar superá-la. Em resumo, seu negócio precisa buscar mercados ainda inexplorados. 

Para ajudar nisso, deve se basear em seis pilares que devem ser reconhecidos para que seu real o valor inovador seja descoberto. São eles:

  1. Reconstrução das fronteiras do mercado
  2. Foco no panorama geral
  3. Ir além da demanda existente
  4. Sequência estratégica adequada e de alta qualidade
  5. Superar os obstáculos organizacionais
  6. Organizar e envolver todos interessados no desenvolvimento da estratégia

Você pode usar um ou todos os caminhos e executar esse processo várias vezes até que o valor da inovação desenvolvida seja temporariamente satisfatório. A partir daí, as quatro etapas a seguir levarão à implementação da estratégia do oceano azul.

  • Conscientização visual: Comparação da sua empresa com a concorrência, para verificar o que deve ser alterado. 
  • Exploração visual: Com as informações da etapa anterior e os caminhos possíveis para o desenvolvimento de um valor inovador, a exploração visual tem como objetivo criar o elemento que será explorado como diferencial.
  • Apresentação de estratégia visual: Montar uma matriz de avaliação de valor baseada na observação e buscar feedback do mercado. 
  • Comunicação visual: Montar e distribuir perfis estratégicos e dar sequência apenas nos que permitem a aplicação da estratégia. 
  • A estratégia da Oceano Azul é direcionar os seus negócios para mercados que possam apresentar resultados mais eficazes, ou seja, mercados com menor concorrência e custos, de forma a diferenciar-se das demais empresas. Além disso, também orienta a empresa a ter um bom desempenho na realidade do mundo atual dos negócios e a inovação deve continuar.

A estratégia da Oceano Azul também pode ser aplicada a departamentos e projetos específicos, como a criação de campanhas de marketing e complementando outras dinâmicas para criar um ambiente propício à inovação.

Baixe gratuitamente 01 planilha de controle de documentos para ajudar no controle da operação

O que é e como funciona a Curva de valor

A ferramenta de proposta de curva de valor promove uma compreensão do desempenho do mercado. Ele agrega e quantifica os atributos de valor do cliente. A curva de valor permite que você entenda intuitivamente as ofertas e vantagens do concorrente e quais inovações permitirão que você faça a diferença em pontos aos quais ainda não prestou atenção.

A primeira etapa na construção da curva de valor é criar uma tabela contendo o nome da empresa e seus concorrentes para analisar os benefícios específicos (preço, design, prazo de entrega) que o cliente deseja.

A segunda etapa é preencher o formulário e atribuir uma nota de 1 a 10 para cada atributo / empresa analisado.

A terceira etapa é construir um gráfico simples, colocar os atributos de valor identificados no eixo horizontal e, em seguida, desenhar a curva da empresa e de cada um de seus concorrentes. Identifique visualmente as diferenças entre cada concorrente, com base nesses quatro itens:

  • Eliminar: Quais atributos podemos eliminar?
  • Reduzir: Quais atributos podemos reduzir?
  • Elevar: Quais atributos podemos elevar?
  • Criar: Quais atributos podemos criar?

Do resultado desta avaliação é que é possível definir estratégias de atributos diferenciados e que não elevem o custo da empresa e assim, definir um valor ainda não explorado.

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos sobre gestão de frota aqui no blog da Cobli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *