modelos de galpão

Modelos de galpão: qual o melhor para a sua empresa?

Escolher o modelo de galpão mais adequado às necessidades da sua empresa é uma tarefa que deve ser cumprida com todo o zelo possível. 

Afinal, os galpões são estruturas de primeira necessidade para o setor logístico, pois é para lá que as mercadorias vão para serem armazenadas e é de lá que elas são recolhidas para entrega.

Um galpão bem planejado pode resultar na otimização de rotinas logísticas como a manipulação e entrega das mercadorias, minimizando as perdas e reduzindo os custos.

Se você está em busca de informações para escolher o modelo de galpão mais apropriado ao seu negócio, continue lendo este texto! 

Vamos explicar o que é um galpão, quais os principais modelos e quais os custos dessa estrutura. Além disso, vamos dar algumas dicas para você construir o seu galpão. Siga a leitura e confira!

O que é um galpão e quais os principais modelos

Galpões industriais são amplas estruturas, geralmente feitas de aço e com um único pavimento.

Os galpões podem abrigar desde pequenas linhas de montagem a espaços para depósito de matérias-primas, armazenamento e coleta de mercadorias. 

Confira abaixo os principais tipos de galpão e veja qual deles combina mais com o seu negócio:

Galpão de lona piramidal

O galpão de lona piramidal leva esse nome por ter uma estrutura em forma de pirâmide ou guarda-chuva (umbrela).

A estrutura do galpão de lona piramidal é feita de chapas de ferro ou sistemas tubulares encaixados ou parafusados. 

Galpões de lona piramidal dispensam fundação e tem a vantagem de serem montados de maneira rápida.

Em geral, a área desse tipo de galpão não passa de 300 m², portanto, é ideal para empresas em busca de um depósito pequeno. 

Galpão de lona duas águas

O galpão de lona duas águas é caracterizado por ser um espaço razoavelmente grande, fechado e de um único pavimento.

A estrutura é formada por alpendres com distanciamentos regulares e sustentada por um sistema de vigas, terças ou tesouras.

Em alguns casos, as lajes ou peças da manta dos galpões de lona duas águas são feitas de material translúcido, o que resulta em maior incidência de luz natural.

Por sua extensão, esse tipo de galpão permite vários tipos de armazenamento, desde produtos industrializados a agrícolas, a estacionamentos, pequenas linhas de montagem e centros de distribuição.

Galpão em arco

Os galpões em arco têm as seguintes vantagens: boa acústica, maior facilidade no controle da climatização e na organização do espaço.

Em geral, as peças da cobertura dos galpões em arco são compostas por um isolante de poliuretano que pode ser facilmente aplicada e telhados metálicos.

O risco de infiltração nos galpões em formato de arco é menor. Por isso, eles são indicados para regiões chuvosas.

Galpão em shed

Os galpões em shed são construídos em degraus. Geralmente, há fendas e aberturas no teto que garantem melhores condições de ventilação e iluminação do espaço.

Os galpões em shed são extremamente versáteis e usados para fins diversos, como pequenas linhas de montagem, ginásios poliesportivos, centros comerciais e templos religiosos.

Quanto custa construir um galpão?

Segundo a plataforma CronoShare, construir um galpão custa, em média, de R$ 250 a R$ 600 por m².

Dicas para construir um galpão

Agora que você já conhece alguns dos modelos de galpão existentes e quanto eles podem custar, confira, abaixo, algumas dicas para construir a estrutura mais adequada às suas necessidades:

Verifique o código de obras do local

Durante o planejamento do seu galpão, é importante checar o código de obras vigente no local onde ele será construído, ou seja, levantar quais são as normas e regras que o projeto deverá respeitar.

É bom lembrar que o código de obras pode impactar diretamente a viabilidade do projeto, uma vez que ele tem consequências no que diz respeito ao cronograma e aos custos da obra.

Descubra de quanto espaço você vai precisar

Qual o objetivo do seu galpão? A resposta a essa pergunta vai determinar o modelo e o tamanho do galpão que você vai construir. 

O galpão será um armazém ou vai servir como um centro de distribuição?

Se for o segundo caso, lembre-se de separar um espaço para a movimentação e o estacionamento de caminhões e outros veículos para garantir a eficiência na coleta e expedição das mercadorias.

Encontre a localização ideal

A localização ideal de um galpão defende de sua serventia.

Se for um armazém, é melhor que fique próximo da linha de montagem onde os itens que são nele dispostos são produzidos.

Em contrapartida, se o galpão for um centro de distribuição, o ideal é que ele fique nos arredores de centros urbanos e grandes rodovias para facilitar a expedição das mercadorias.

A localização de um galpão tem impacto direito nos custos de administração do espaço.

Encontre fornecedores de confiança e profissionais qualificados

Na hora que for começar a construir o seu galpão, esforce-se para encontrar fornecedores e trabalhadores qualificados para tocar a obra.

Avalie qual fornecedor oferece o melhor custo-benefício e busque referências antes de fechar qualquer contrato.

O mesmo vale para a contração dos operários que vão construir o galpão. Confira se o cronograma das obras está sendo seguido à risca. Se há atraso, procure se informar dos motivos.

E, é claro, não se esqueça de acompanhar a execução do projeto de começo ao fim para garantir que tudo está correndo conforme o planejado!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.