siscomex

Sistema Siscomex: o que é e como funciona?

O comércio exterior é essencial para o desenvolvimento econômico de um país. No Brasil, as importações e exportações representam uma parcela significativa do PIB. No entanto, realizar operações de comércio exterior pode ser um processo complexo e burocrático. Por isso, para simplificar e agilizar esse processo, o governo brasileiro criou o Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex).

O Siscomex é um sistema informatizado que integra as atividades de registro, acompanhamento e controle das operações de comércio exterior, colaborando para tornar o comércio internacional mais eficiente, transparente e alinhado às exigências legais. Essas melhorias contribuem para a competitividade das empresas brasileiras no mercado global.

Neste texto, você vai entender o que é o Siscomex, seus benefícios e funcionalidades, e vai conhecer mais detalhes sobre a utilização do sistema e as normas que regem o comércio exterior no Brasil.

Vamos lá?

O que é o sistema siscomex?

O Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) é um sistema informatizado utilizado pelo Brasil para gerenciar as operações de comércio exterior. Ele foi desenvolvido para facilitar e agilizar os processos de gestão logística relacionados à importação e exportação de mercadorias.

O Siscomex foi implementado em 1996 pelo governo brasileiro para integrar as atividades dos diversos órgãos responsáveis pelo controle e fiscalização do comércio exterior, como a Receita Federal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Ministério da Saúde, entre outros. Ele automatiza muitos dos procedimentos burocráticos envolvidos nas transações comerciais internacionais, agilizando a liberação de mercadorias e reduzindo a papelada e o tempo necessário para concluir as operações.

O sistema é dividido em módulos, cada um responsável por uma etapa do processo de comércio exterior. Os principais módulos do Siscomex são:

  • Módulo exportação: responsável pelo registro das operações de exportação, desde a solicitação de autorização até o embarque da mercadoria.
  • Módulo importação: responsável pelo registro das operações de importação, desde a solicitação de autorização até a liberação da mercadoria.
  • Módulo controle aduaneiro: responsável pelo controle e fiscalização das operações de comércio exterior, incluindo a verificação da documentação, da carga e do pagamento dos tributos.

O Siscomex é obrigatório para todas as empresas que realizam operações de comércio exterior no Brasil. O acesso ao sistema é feito por meio do Portal Siscomex, que é acessível a todos os usuários autorizados.

Quais são as funcionalidades do sistema siscomex?

O Siscomex possui diversas funcionalidades que visam facilitar e controlar as operações de comércio exterior no Brasil. Algumas das principais funcionalidades incluem:

Registro de operações

O Siscomex permite o registro e acompanhamento de operações de importação e exportação, centralizando os documentos e as informações relacionadas a essas transações.

Declaração de importação (DI)

É possível gerar a Declaração de Importação no sistema, que contém informações detalhadas sobre a mercadoria, seu valor, origem, entre outros dados relevantes para o controle aduaneiro.

Declaração de exportação (DE)

Assim como a DI, a Declaração de Exportação é gerada no Siscomex e contém informações essenciais sobre a exportação de mercadorias.

Licenciamento de importação (LI)

O sistema gerencia a emissão e o controle das Licenças de Importação, que são documentos de autorização para a realização de importações sujeitas a controle governamental.

Controle aduaneiro

Facilita o controle aduaneiro de mercadorias, garantindo o cumprimento das normas e regulamentações relacionadas às importações e exportações.

Integração de órgãos

O Siscomex integra diversos órgãos governamentais, como a Receita Federal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o Ministério da Saúde, entre outros, para agilizar e simplificar os processos de liberação de mercadorias.

Consulta pública

Oferece a possibilidade de consulta pública sobre informações relacionadas a operações de comércio exterior, proporcionando transparência e acesso a dados relevantes.

Relatórios e estatísticas

Permite a geração de relatórios e estatísticas sobre as operações de comércio exterior, auxiliando no acompanhamento e na análise de dados.

Como usar o sistema siscomex?

Para usar o sistema Siscomex, é necessário primeiro obter um certificado digital, um documento eletrônico que identifica e autentica a identidade de uma pessoa ou empresa em transações eletrônicas. O certificado digital pode ser obtido em uma Autoridade Certificadora credenciada pela Receita Federal.

Após obter o certificado digital, é necessário se cadastrar no Portal Siscomex. O cadastro é feito online, e é necessário fornecer informações básicas sobre a empresa, como razão social, CNPJ, endereço e contatos.

Após o cadastro, é possível acessar o Siscomex e realizar as operações de comércio exterior. Para cada operação, é necessário preencher um formulário eletrônico com as informações necessárias. As informações exigidas variam de acordo com o tipo de operação.

Após preencher o formulário eletrônico, é necessário enviar a documentação exigida para a Receita Federal. Essa documentação também varia de acordo com o tipo de operação.

A Receita Federal irá analisar a documentação e, se estiver tudo correto, emitirá uma autorização para a operação. A autorização é enviada para o usuário do Siscomex por meio do e-mail cadastrado.

Com a autorização emitida, a empresa pode iniciar a operação. Para a importação, é preciso realizar o despacho aduaneiro da mercadoria. Para a exportação, é necessário realizar o embarque da mercadoria.

O Siscomex é um sistema complexo. Para lidar com as diversas funcionalidades do Siscomex, é recomendável que os usuários passem por treinamentos oferecidos pela Receita Federal ou por instituições autorizadas.

Quais os benefícios do sistema siscomex?

O Siscomex oferece diversos benefícios para as empresas e profissionais envolvidos nas operações de comércio exterior no Brasil. Conheça:

Agilidade e eficiência

O Siscomex automatiza muitos processos burocráticos, reduzindo o tempo necessário para a conclusão de operações de importação e exportação. Isso resulta em maior agilidade e eficiência nas transações comerciais internacionais.

Redução de papelada

A digitalização dos processos no Siscomex contribui para a redução do uso de papel e elimina a necessidade de documentação física em muitos casos. Isso não apenas é mais sustentável, mas também simplifica a gestão documental.

Integração com órgãos governamentais

O sistema integra informações de diversos órgãos governamentais envolvidos no controle aduaneiro e na fiscalização do comércio exterior. Essa integração facilita a comunicação entre diferentes instâncias e contribui para a agilidade na liberação de mercadorias.

Transparência

O Siscomex proporciona transparência nas operações de comércio exterior, permitindo consultas públicas sobre informações relevantes. Isso contribui para a prestação de contas e para a criação de um ambiente mais transparente no comércio internacional.

Controle e fiscalização

O sistema fortalece o controle aduaneiro e a fiscalização, ajudando a garantir o cumprimento das normas e regulamentações relacionadas às importações e exportações. Isso é crucial para a segurança do país e para a prevenção de atividades ilegais.

Facilidade na emissão de documentos

A geração eletrônica de documentos, como a Declaração de Importação (DI) e a Declaração de Exportação (DE), simplifica o processo de emissão e reduz a possibilidade de erros manuais.

Facilitação do licenciamento de importação

Para operações sujeitas a controle governamental, o Siscomex facilita o processo de emissão e controle das Licenças de Importação (LI), contribuindo para a regularidade das operações.

Acesso remoto

Os usuários autorizados podem acessar o sistema de qualquer lugar com conexão à internet, proporcionando maior flexibilidade no gerenciamento das operações de comércio exterior.

Melhoria na gestão de estatísticas

O Siscomex permite a geração de relatórios e estatísticas, fornecendo informações valiosas para análises de mercado e para o aprimoramento das estratégias comerciais.

Quais são as normas do comércio exterior no Brasil?

As normas do comércio exterior no Brasil são definidas por uma série de leis, decretos, portarias e instruções normativas. Essas normas regulamentam as operações de importação e exportação, incluindo as seguintes áreas:

  • Tributação: as normas de tributação do comércio exterior definem os impostos e taxas que devem ser pagos sobre as mercadorias importadas e exportadas.
  • Controle aduaneiro: as normas de controle aduaneiro definem os procedimentos para o despacho aduaneiro das mercadorias, incluindo a verificação da documentação, da carga e do pagamento dos tributos.
  • Defesa comercial: as normas de defesa comercial visam proteger a indústria nacional de importações que possam causar prejuízos.
  • Normas técnicas: as normas técnicas definem os requisitos técnicos que as mercadorias importadas e exportadas devem atender.

As principais normas do comércio exterior no Brasil são:

Além dessas normas, existem também uma série de acordos internacionais que são aplicáveis ao comércio exterior brasileiro. Esses acordos, como o Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio (GATT) e a Organização Mundial do Comércio (OMC), estabelecem regras e procedimentos que devem ser observados pelos países participantes.

É importante estar familiarizado com as normas do comércio exterior no Brasil para realizar operações de importação e exportação de forma legal e segura.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *