Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 5 minutos

Há 15 anos, o primeiro motor que rodava combustível flex era lançado no Brasil. 

A estimativa, segundo reportagem do Estadão, é que do total de veículos vendidos no país, 95% sejam equipados com essa tecnologia, que identifica os combustíveis, mesmo que misturados.

Conhecido também como combustível flex para carro ou combustível flex para moto, eles garantem uma maior versatilidade para os veículos, dando liberdade de escolha que pode gerar uma economia. 

Mesmo não sendo uma tecnologia nova, muitos mitos sobre os motores flex circulam por aí. Então, siga a leitura e veja 6 fatos importantes que todo mundo deve saber sobre combustível e motor flex. 

nova gasolina - mudanças e valores

Tipos de combustível para utilizar no veículo flex

Há diversos tipos de gasolina e álcool disponíveis no mercado. Confira:

  • Gasolina: A comum é derivada do petróleo. Dependendo do tempo de uso, pode acumular resíduos que danificam o motor. Já a aditivada, é quando um aditivo para combustível é utilizado, como detergentes. A diferença é que mantém o sistema limpo, evitando acúmulo de resíduos. A premium é indicada para motores de alta potência, como carros esportivos, garantindo boa performance.
  • Álcool: Há o etanol comum, que é um biocombustível obtido a partir da fermentação da cana de açúcar. Mantém o motor mais limpo, tem custo mais baixo pois é produzido no Brasil. Já o etanol aditivado recebe agentes que melhoram a lubrificação, aumentando a vida útil do motor. 

Inclusive, você já sabe o que mudou na nova gasolina brasileira? Descubra agora:

6 fatos importantes sobre o uso do combustível flex

Gasolina e etanol podem ser misturados no tanque

Sim, álcool e gasolina podem ser misturados! O sistema de injeção eletrônica reconhece a mistura no tanque e faz as devidas correções de identificação. O componente que faz essa leitura chama-se sonda Lambda (ou sensor de oxigênio), que fica posicionado no escapamento, perto do motor.

Motor flex tem performance inferior do que os outros

De fato, quando comparamos os carros flex com veículos que possuem motor para apenas um tipo de combustível, eles perdem em desempenho e consumo. 

O motivo que explica este fato é que a compressão intermediária, que influencia a performance e gera impacto no consumo de combustível.

Gasolina garante maior autonomia para os veículos

Sim, a gasolina gera uma autonomia maior, reduzindo o consumo de combustível. No entanto, o etanol tem substâncias que permite mais potência.

Você pode fazer, caso deseje conferir o mais vantajoso, o cálculo para combustível flex: Anote o preço da gasolina e multiplique por 0,7. Se em determinado posto a gasolina custa R$ 4 o litro, multiplicando por 0,7 você terá R$ 2,8 como resultado. 

Caso o etanol tenha preço de R$ 3,00, por exemplo, no mesmo posto de combustível, a gasolina é a opção adequada. Alguns estudiosos afirmam que este teste não seja tão eficaz, mas serve de referência, não é mesmo? 

Faça a gestão eficiente dos veículos da sua empresa e ainda reduza os custos da sua frota com combustível!

Motor flex pode viciar em um tipo de combustível

Se você quiser utilizar por alguns anos álcool e depois passar a usar somente gasolina, o motor não viciará. 

No entanto, é importante saber que os resíduos que ambos os combustíveis produzem normalmente podem gerar problemas no motor a longo prazo. Não tendo, o motor, qualquer culpa! O problema está na qualidade do álcool e da gasolina.

O motor flex possui um aparelho chamado sensor lambda, como falamos anteriormente, mas, nada interfere que haja trocas entre gasolina e etanol a cada 4 ou 5 tanques. Tudo para diminuir a quantidade de resíduos nocivos ao motor.

Primeiro abastecimento do motor flex não precisa ser com gasolina 

Quando alguém compra um carro, muitas pessoas fazem esta afirmação, no entanto, ela não é verdadeira. O primeiro abastecimento pode ser feito com qualquer um dos dois combustíveis, sem problema algum.

Motor flex tem durabilidade menor 

Esse é mais um dos mitos em relação aos motores flex. A durabilidade é igual, são as manutenções regulares e os cuidados básicos, como trocas frequentes de combustível, que determinarão o seu tempo de vida útil.

Como calcular o consumo de combustível flex?

Os combustíveis integram as principais despesas de uma frota, sendo que os preços de gasolina, por exemplo, podem variar muito.

Independente do porte do veículo, para ter controle e garantir economia, gestores podem se valer de tecnologias para gestão de combustível. Pensando nisso, preparamos uma planilha de cálculo do combustível para te ajudar – Baixe aqui!

Além disso, ao utilizar o sistema da Cobli, é possível fazer a roteirização de cada veículo e ainda estimar o gasto que cada um deles terá com combustível no trajeto total.

O conteúdo te ajudou? Compartilhe e descubra mais novidades sobre gestão de frotas e logística em nosso blog.

Manutenção de frota - Tudo que você precisa saber sobre combustível e motor flex
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário