consulta ruc

Consulta ruc: o que é e como usar na DU-E

Não faz muito tempo que o Brasil passou por uma mudança no processo de exportação e para conseguir monitorar uma carga cujo destino é internacional, é preciso entender o que é a consulta RUC e qual sua relação com a DU-E.

Estes dois conceitos são fundamentais para que as mercadorias possam cruzar as fronteiras legalmente. Por isso, assimilar todo o universo que envolve a consulta RUC e a DU-E é tão importante.

Neste texto você encontrará todas as respostas que procura sobre o que é a consulta RUC, para que ela serve, qual a sua relação com a DUE e muito mais! Confira!

Um pouco de contexto

Antes de entrarmos mais a fundo nas terminologias mencionadas, vamos entender um pouco do contexto no qual elas surgiram. 

Em 2017, ainda na gestão do ex-presidente Michel Temer, foi lançado o Novo processo de Exportações do Portal Único do Comércio Exterior. 

O objetivo do projeto era otimizar prazos e reduzir custos para que os produtos brasileiros pudessem aumentar sua competitividade no exterior.

A iniciativa previa atingir 5 milhões de operações anuais de exportação, incluindo mais de 25.500 empresas.

E para que isso fosse possível, diversas medidas foram tomadas, dentre elas um processo de desburocratização feito por meio da extinção de documentos como o Registro de Exportação, a Declaração de Exportação e a Declaração Simplificada de Exportação.

Todos estes registros foram substituídos por um único documento: a Declaração Única de Exportação (DUE).

O que é DU-E?

O DU-E é um documento eletrônico que reúne informações de natureza aduaneira, administrativa, comercial, financeira, tributária, fiscal e logística relativas ao comércio exterior, segundo o próprio site da Receita Federal

De uma maneira mais simples, o DU-E contém todos os dados imprescindíveis para os trâmites que envolvem a exportação e os oferece de maneira muito mais simples, rápida e fácil.

Neste documento eletrônico, além de estar atrelado a NF-e, também está incluso um código chamado RUC e é sobre ele que veremos a seguir.

O que é RUC e para que serve?

A RUC significa Referência Única de Carga – Unique Consignment Reference (URC), em inglês. 

Mas não a subestime, porque esta sigla de três letras é um código identificador único e irrepetível essencial para o transporte de cargas internacionais, sendo um meio de controle de armazenagem e movimentação das mesmas.

Este código segue a recomendação da Organização Mundial das Aduanas (OMA) e, portanto, é uma referência utilizada globalmente. 

Dessa forma, qualquer pessoa que possuir este número poderá rastrear a carga em questão.

Sendo assim, a consulta RUC informa o exato local onde a mercadoria está, mas não fornece dados de despacho nem valores declarados ou outras informações confidenciais. 

 Este é um ponto muito positivo da perspectiva de clientes, afinal, eles podem ficar a par de onde está a carga sem burocracias e, consequentemente, a empresa consegue firmar uma relação ainda maior de confiança entre ambos.

É importante dizer que o código RUC é obrigatório e deve ser inserido na DU-E. 

Caso o exportador resolva burlar este campo, deixando-o em branco, o próprio sistema da Declaração Única de Exportação preenche automaticamente. 

Como gerar o código RUC?

O código RUC é uma sequência de até 35 dígitos estruturada da seguinte maneira: <ano> <país> <exportador> <década> <referência do operador>.

Abaixo você poderá ver o que significa cada uma dessas informações:

  • Ano: ano em que a RUC é atribuída no Portal Siscomex atrelada a uma exportação via DU-E. 
  • País: país no qual a RUC foi atribuída. No Brasil, a sigla utilizada é o BR. 
  • Exportador: dados que identifiquem o exportador, podendo ser o CNPJ (8 dígitos) ou o CPF (11 dígitos). 
  • Década: década do ano em que a RUC é atribuída referente à exportação através do DU-e. 
  • Referência: série única de 1 a 23 caracteres que pode ser 100% personalizável pelo exportador ou preenchida automaticamente pelo sistema. 

Como fazer a consulta RUC

Depois de entender tudo o que envolve a Referência Única de Carga, você pode se perguntar “mas e como consultar meu RUC”? A resposta é mais fácil do que você imagina. 

Primeiro, acesse o site Siscomex. 

Depois, vá para o box onde diz Setor Privado Portal Único e clique em exportação.

Então, você será redirecionado a uma nova tela e no menu superior basta clicar em Declaração Única de Exportação e Consultar DU-E.

A página seguinte oferecerá diversas opções de filtros, como por exemplo o próprio DU-E que requer uma chave de acesso. 

Portanto, para realizar a consulta RUC só é preciso selecionar a opção correspondente e informar o código no campo oferecido. 

A resposta para “como consultar meu RUC” foi bem mais fácil do que você imaginava, certo?

Como consultar RUC de uma empresa?

Ainda na página da Siscomex existe um filtro denominado Outros Parâmetros. 

Ao clicar nele, aparecerão diversos campos em sua tela a serem preenchidos. 

Os obrigatórios, porém, são de data de registro inicial, data de registro final, CPF/CNPJ do declarante e CPF/CNPJ do exportador. 

Com estes dados, por fim, será possível consultar o RUC de uma empresa

Quem preferir, ainda é possível realizar a consulta RUC por nome ou razão social. 

Benefícios da consulta RUC

O código RUC é um meio mais fácil de realizar o rastreio de cargas em âmbito global, visto que ele fornece o local exato onde a mercadoria está, podendo ser um porto ou um navio, por exemplo.

Ao utilizar o RUC, o cliente também ganha mais autonomia no processo e uma sensação de controle por saber tudo o que está acontecendo com aquela carga, monitorando eventuais atrasos ou outras situações que envolvem a mercadoria em questão.

Existe diferença entre RUC e MRUC?

Sim e aliás, esta é uma daquelas dúvidas que é melhor sanar o antes possível para evitar possíveis problemas. 

MRUC é uma sigla para Referência Única de Carga-Master e é utilizada quando há a consolidação de cargas, isto é, quando existir um agrupamento de cargas RUC com um destino final em comum.

Outros sistemas de monitoramento de cargas

O código RUC serve para monitorar o comércio exterior, mas você sabia que há muito o que fazer quanto a isso em território nacional?

Proteger a carga de possíveis danos, seja por um trajeto malsucedido, uma viagem que resultou em um assalto ou um tempo maior do que deveria para chegar ao destino final, a Cobli tem a solução. 

Por meio de uma rota inteligente, redução de custos e uma visão mais ampla do seu negócio, é possível aumentar a produtividade e satisfação de seus clientes. 

Muito mais do que uma consulta RUC, a solução que a Cobli oferece é de um sistema de controle muito mais minucioso, englobando relatório de rotas, rastreamento de carga, tempo desperdiçado, número de paradas e uma série de outros dados que podem incrementar o rendimento da sua empresa. 

Acesse nosso site e descubra como o sistema de gestão da Cobli vai te ajudar a melhorar a qualidade do serviço da sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.