O que é telecom e quais são as tendências para o futuro?

O que é telecom? A resposta para esta pergunta pode estar diante dos seus olhos neste momento. E também no seu bolso.

Telégrafo, telefone, televisão, internet, 5G… Toda tecnologia que nos permite transmitir informações à distância está sob o amplo guarda-chuva das telecomunicações — ou telecom.

Nem precisamos dizer que as telecomunicações são de extrema importância para a economia mundial, certo?

Para você ter uma ideia: segundo a Anatel (Agência Brasileira de Telecomunicações), os investimentos em telecom no país deve chegar R$33,5 bilhões este ano. Isso é 20% a mais do que o investimento do ano passado: R$27,9 bilhões.

Esse crescimento tem explicação. Como você já deve ter lido por aí, a tecnologia 5G — a quinta geração da internet móvel — está chegando ao Brasil.

No ano passado, um leilão realizado pelo governo federal definiu quais empresas seriam responsáveis pela implantação da tecnologia em terras brasileiras. Que tal saber mais sobre o tema?

Neste texto, vamos explicar o que é telecom, qual a importância desse tipo de tecnologia e quais as principais tendências para o futuro do setor. Siga a leitura e confira!

O que é telecom?

Segundo o dicionário, as telecomunicações:

Constituem um ramo da engenharia elétrica que contempla o projeto, a implantação e a manutenção de redes de sistemas de comunicações (satélites, redes telefônicas, televisivas, emissoras de rádio, internet etc.)

Sendo assim, a principal finalidade das telecomunicações é suprir a necessidade humana de se comunicar à distância.

Vamos simplificar as coisas? A resposta para a pergunta “o que é telecom?” remete a todos os sistemas eletrônicos (do telégrafo ao 5G) que permitem a troca de informações à distância, seja pela transmissão de sons, vídeos ou dados.

É comum que associemos telecom apenas à telefonia e à televisão.

No entanto, como vimos, telecom pode se referir a fibra óptica, rádio, internet, envio e armazenamento de dados na nuvem e assim por diante.

Podemos dividir o setor de telecom da seguinte maneira:

  • Serviços de telecom: telégrafos, telefonia, radiodifusão, internet banda larga, troca e armazenamento de dados;
  • Equipamentos de telecomunicações: refere-se à infraestrutura que permite a troca de informação, como aparelhos de rádio, televisores, computadores, telefones, satélites e cabos.
  • Comunicação wireless: conexão de dispositivos e troca de informações “sem fio”, isto é, que não depende de cabeamento, mas de outro tipo de tecnologia, como ondas eletromagnéticas (radiofrequência, infravermelho, satélite) — wifi e bluetooth são exemplos de comunicação wireless.

Qual a importância da telecomunicação?

Depois que a gente entende o que é telecom, a importância do setor de telecomunicações fica meio óbvia, não?

Pense no que permitiu que a economia não parasse totalmente durante a pandemia e que garantiu que boa parte da população ativa pudesse trabalhar remotamente: as telecomunicações!

Mesmo em tempos pré-pandêmicos, o setor de telecom já era essencial para garantir a eficiência e a lucratividade dos negócios.

A rápida transmissão de informações facilita a comunicação entre diferentes setores e a tomada de decisões nas empresas. E, você sabe, tempo é dinheiro: quem acelera, lucra mais.

Aliás, são as telecomunicações que asseguram o funcionamento da tecnologia oferecida pela Cobli, como os sistemas de monitoramento, rastreamento, roteirização e telemetria.

A Telecom não é importante apenas para o setor privado.

Hoje em dia, muito se fala sobre “governo digital”, que nada mais é que a prestação de serviços governamentais por meios eletrônicos: emissão de documentos, organização de dados para fundamentar políticas públicas, divulgação de informações relevantes à população.

E nem precisamos falar da importância das telecomunicações para as vidas de todos nós, certo?

É o setor de telecom que possibilita que possamos manter contato com nossos amigos e familiares via e-mail, chamadas de vídeos e telefonemas, paquerar usando o celular, ler notícias do Brasil e do mundo a qualquer hora do dia e da noite, comprar produtos diversos com poucos cliques e muito mais!

No próximo tópico, confira quais tendências para o futuro do setor de telecom!

O setor de telecom abraça um conjunto de tecnologias cujo objetivo é transmitir informações à distância.

Telecom: quais são as tendências para o futuro?

Telecom é um setor que não para de evoluir! Confira abaixo o que esperar do futuro das telecomunicações:

5G no Brasil

Como dissemos acima, a tecnologia 5G está chegando ao Brasil. Em Brasília já chegou!

No dia 6 de julho, a capital federal se tornou a primeira cidade brasileira a contar com o sinal 5G. Para que a tecnologia começasse a funcionar por lá, foram instaladas 300 antenas!

As próximas cidades a receber o sinal 5G são Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo. Espera-se que a tecnologia esteja disponível em todas as capitais até 29 de setembro.

O que é telecom você já sabe, certo? Mas e 5G, você sabe do que se trata? A gente explica!

Como adiantamos acima, 5G é a quinta geração da telefonia e internet móvel. Antes dela, tivemos 1G (aqueles celulares estilo “tijolão”, que só serviam para chamadas), 2G (introdução das mensagens de texto), 3G (internet móvel), 4G (explosão dos aplicativos).

O 5G dá um passo além. Para você ter uma ideia, a latência do 5G, isto é, o tempo que um pacote de dados leva da origem ao destino é de 52 milissegundos. Sabe quanto é a latência do 5G? Pasme: de 1 a 2 milissegundos! Incrível, não?

Com o 5G, também é possível conectar até 1 milhão de aparelhos celulares por quilômetro quadrado.

Além disso, o sinal 5G vai dar um novo fôlego à chamada internet das coisas (IoT) e à comunicação entre máquinas (M2M).

Isso quer dizer que cada vez mais geladeiras, fogões, torneiras, câmeras de vigilância e outros dispositivos terão chips e vão realizar funções programadas por meio das redes 5G.

Digital First e Remote First

First”, em inglês, quer dizer “primeiro”. Digital first e Remote First, portanto, referem-se à priorização de processos digitais em detrimento de analógicos.

Por exemplo: tirar um documento online em vez de perder horas na fila de uma repartição pública, fazer uma reunião via Zoom ou Teams e não obrigar as pessoas a se deslocarem até o escritório, resolver pendências pela internet.

Como você bem sabe, a pandemia acelerou a tendência de aplicação de soluções Digital First e Remote First.

Total Experience (TX) ou Experiência Total

Você com certeza já ouviu falar em User Experience (UX), ou “experiência do usuário”, em bom português.

Pois Total Experiência (TX) nada mais é do que uma evolução da User Experience.

A diferença, é que o foco não é apenas a satisfação do usuário, mas de todos aqueles que, de um jeito ou de outro, estão envolvidos analógica ou digitalmente com os com os processos: colaboradores, fornecedores, clientes etc.

A Total Experience se baseia em quatro pilares: Experiência do Empregado (EX), Experiência do Cliente (CX), Experiência do Usuário (UX) e Multi Experiência.

A tecnologia 5G é a nova geração do setor telecom a ser implantada no Brasil.

Tecnologia VoIP

VoIP significa Voz sobre o Protocolo da Internet.

Trata-se de uma tecnologia que permite a realização de chamadas telefônicas por meio da internet.

Ou melhor: através de um dispositivo integrado a um software de conexão e um acessório de escuta.

Essa tecnologia também funciona com telefones fixos. Basta instalar um ATA (Adaptador para Telefone Analógico).

Interoperabilidade

Para entender o que é interoperabilidade, é preciso primeiro esclarecer o que é OTT (Over-The-Top), que são serviços de distribuição de conteúdo por meio da internet.

Os OTT transmitem dados e são capazes de criar listas customizadas de acordo com a preferência dos clientes.

Chamamos a integração entre esses sistemas de interoperabilidade.

Já usada por empresas de mídia importantes como Amazon e Netflix, a tendência é que a interoperabilidade avance rapidamente por outros mercados.

Pronto! Agora, você sabe o que é telecom, sua importância e as principais tendências do setor!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.