O mecanismo push-back é o mais adequado para quem quer aumentar a produtividade e otimizar os recursos.

Push-back: o sistema de armazenagem por acumulação

O método push-back é um grande diferencial para as empresas que precisam armazenar produtos e matérias-primas de forma otimizada e eficiente

Investir em sistemas modernos nas diferentes fases da cadeia logística pode contribuir de forma significativa para o bom resultado do seu negócio.

Neste artigo, você vai conhecer como funciona o sistema push-back de armazenamento, quais as vantagens e quem pode se beneficiar com este método. Confira a seguir.

O que é e como funciona o push-back?

Basicamente, é uma estrutura de blocos contínuos de armazenagem que tem como objetivo principal aproveitar ao máximo o espaço do local, diminuindo a quantidade de corredores para a movimentação e ampliando a capacidade de estocagem.

O grande diferencial desse sistema é a aceleração dos processos de forma bastante dinâmica, uma vez que é baseado na metodologia LIFO (do inglês last in, first out) — no qual o último produto a entrar no estoque é o primeiro a sair.

Neste tipo de depósito, ao contrário de outros sistemas, o acesso de carga e descarga são feitos juntos, em um único corredor. É indicado para armazenamento de grandes e médias quantidades de um mesmo item, agrupados de acordo com a classificação do produto.

Saiba mais: Tudo o que você precisa saber sobre paletização

Push-back, uma expressão da língua inglesa que pode ser traduzida como “empurrar para trás”, descreve de forma literal o que o sistema se propõe a executar.

O operador de empilhadeira apenas deposita os paletes em uma vaga, controlando a velocidade, enquanto a engrenagem faz o trabalho. Como a pista de carga é levemente inclinada, as unidades de carga se deslocam facilmente pelo sistema.

Independentemente do formato da estante, seja ela vertical ou horizontal, os paletes funcionam de forma autônoma e não comprometem o movimento das unidades armazenadas em outros planos.

Quais são os tipos de push-back?

Existem dois tipos de estrutura push-back. Ambas geram os mesmos resultados, a diferença está apenas no sistema que impulsiona e movimenta os paletes. Confira:

Estrutura com carrinhos

Este modelo é o mais eficiente e ágil na entrada e saída de mercadorias.

Os paletes são posicionados em carrinhos que se deslocam pela estrutura em profundidade. A velocidade da movimentação depende do impulso aplicado na estrutura pelo operador de empilhadeira.

Conforme o cada palete novo é armazenado, os demais são movimentados em direção ao corredor para facilitar sua retirada no futuro.

Estrutura com roletes

Os paletes são inseridos pelo lado inferior da estrutura, de forma perpendicular, e posicionados em roletes transportadores para a movimentação.

As unidades de carga são adicionadas e removidas pelo mesmo lugar.

Em suma: o diferencial do sistema push-back são esses conjuntos de carrinhos ou roletes. Eles tornam possível o movimento no interior da estrutura com maior eficiência, como demonstra a imagem abaixo, da empresa espanhola Ar-Racking.

O diferencial do sistema push-back são os conjuntos de carrinhos ou roletes que tornam possível o movimento no interior da estrutura

Conheça as principais vantagens do sistema

O sistema push-back se destaca pela utilização máxima do espaço disponível de forma eficiente e compacta. Conheça as principais vantagens dessa solução:

Otimização do espaço

As prateleiras push-back são produzidas para otimizar mais espaço em relação às convencionais, pois possuem estruturas mais compactas, dinâmicas e que podem comportar até cinco paletes em profundidade ou altura.

Nesse método também há uma redução no número de corredores necessários para a movimentação das empilhadeiras, o que também aumenta o espaço útil disponível.

Diminuição de danos nos produtos

Esse sistema reduz as movimentações e transações constantes das mercadorias para a organização do estoque, diminuindo o risco de danos (esmagamento e queda), uma vez que as empilhadeiras mobilizam os paletes de forma automática dentro das estruturas da estante.

Além disso, devido à inclinação da pista de carga, o operador pode controlar a velocidade de retirada de cada unidade, aumentando a segurança.

Agilidade operacional

O processo de armazenagem é mais rápido e eficiente, quando comparado com outros tipos de modelos, uma vez que sempre haverá um palete novo à disposição para retirada próximo do corredor de abastecimento.

Versatilidade e adaptação

Para instalar o sistema push-back o galpão de armazenamento precisa apenas de espaço físico compatível com a operação, piso apropriado e empilhadeiras comuns.

A capacidade de armazenamento nos sistemas push-back pode ser ajustada de acordo com as necessidades de cada empresa, uma vez que as estantes possuem fácil instalação e personalização.

É importante consultar o fabricante do sistema para capacidade de peso máximo para cada nível da estante para garantir o funcionamento perfeito da engrenagem.

Melhor classificação dos produtos armazenados

Cada nível de armazenagem funciona de forma independente, por isso é possível monitorar e classificar os produtos e matérias primas armazenados de acordo com a data de validade, lote e série de produção, utilizando um método de destaque que facilite o dia a dia da operação logística.

Segurança

As prateleiras push-back garantem estabilidade, resistência e durabilidade, cumprindo as normas em vigor dos sistemas de armazenamento industrial.

Para qual negócio o sistema push-back é indicado?

O método push-back é ideal para serviços de logística com alta rotatividade, sendo contra indicada para cadeias logísticas com mercadorias com curtos prazos de validade ou produtos que demandam separação de modo fragmentado.

Conheça também: Tipos de armazenagem: saiba quais são, como escolher e seus custos

Independentemente do sistema escolhido, lembramos que para garantir melhores resultados de armazenamento e logística é importante ter o mapeamento da área do armazém atualizado  para que os produtos sejam facilmente localizáveis e distribuídos.

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.