Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Uma das cidades mais importantes do país, a capital paulista é vital para quem faz negócios – e por isso é importante que você conheça as regras do mapa de restrição de caminhões em São Paulo

A cidade é bastante movimentada e implementou já há alguns anos regras que restringem a circulação de veículos dentro dela.

A mais conhecida delas é o rodízio municipal, válido para todos os tipos de veículos (carros, motos e caminhões). No entanto, há também normas específicas para caminhões – horários especiais, vias restritas e exceções para atividades essenciais. 

É importante saber sobre todas elas, não só para evitar tomar multas, mas também para diminuir atrasos e aumentar a satisfação dos clientes.

Com as regras de restrição para caminhões em São Paulo em mãos, é possível fazer a roteirização correta das suas cargas e não perder nenhum minuto ou centavo. 

Por isso, neste texto, você vai entender quais regras de restrição são essas, como elas funcionam e quais são as exceções. Vamos lá? 

Para que serve a restrição de caminhões em São Paulo? 

Com um número cada vez maior de veículos em circulação, a cidade de São Paulo decidiu implementar há algumas décadas uma série de regras para melhorar o trânsito e otimizar a eficiência do sistema viário.

A mais famosa delas é o rodízio municipal, criado em 1997, que faz com que carros e veículos não trafeguem em horários específicos em um dia da semana, de acordo com as suas placas. 

O rodízio é regulamentado pela Lei 12.490/1997 – este texto é complementado por outras leis e decretos que restringem, por exemplo, a circulação de determinadas vias. 

Outra função da criação de um mapa de restrição para caminhões é ambiental: com menos veículos circulando, o ar fica menos poluído. 

Como funciona o rodízio? Qual é o horário de restrição em São Paulo? 

O rodízio municipal considera o final das placas de cada veículo para impor horários de limitação em um dia da semana. 

Pela manhã, a restrição é das 7h às 10h; à noite, das 17h às 20h. Vale para caminhões, mas também para carros. 

Segue a tabela com os dias de restrição, considerando o final da placa: 

  • Final da placa com algarismos 1 e 2: segunda-feira
  • Final da placa com algarismos 3 e 4: terça-feira
  • Final da placa com algarismos 5 e 6: quarta-feira
  • Final da placa com algarismos 7 e 8: quinta-feira
  • Final da placa com algarismos 9 e 0: sexta-feira

Aos sábados, domingos e feriados não há restrição. 

Durante a pandemia do novo coronavírus, o rodízio chegou a ser suspenso pelas autoridades, mas depois retornou ao normal. 

Locais de restrição de caminhão em São Paulo

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) tem uma área delimitada para o rodízio municipal de veículos. 

Essa região é conhecida como centro expandido e compreende todas as áreas internas a um perímetro coberto por avenidas importantes da cidade, como as Marginais dos rios Pinheiros e Tietê, a Avenida dos Bandeirantes e a Avenida Salim Farah Maluf. 

Carros que estejam em seu dia de restrição não podem circular nestas vias nem em áreas internas a este perímetro. 

Já caminhões podem circular nas vias, mas não nas áreas internas. Veja o mapa para a restrição de veículos, retirado do site da CET:

Restrição de caminhões em São Paulo: Consulte o mapa e as regras!
Mapa de restrição para caminhões em São Paulo /SP – Fonte: CET e Google Maps

Além disso, algumas avenidas importantes têm regras específicas desde 2016. São elas: 

  • Na Marginal Pinheiros e na Avenida dos Bandeirantes, caminhões não circulam entre 5h e 21h;
  • Na Marginal Tietê, caminhões não podem circular das 5h às 9h e das 17h às 21h entre segunda e sexta-feira; aos sábados, o período restrito é das 10h às 14h;
  • Na região do Morumbi, a restrição é das 5h às 21h nos dias de semana e das 10h às 14h aos sábados. 

Qual é a penalidade para quem não respeita o mapa de restrição para caminhões? 

Desrespeitar o rodízio municipal ou outras regras de restrição de circulação é uma infração média, segundo o Código Brasileiro de Trânsito. 

Como toda infração média, isso significa uma multa de R$ 130,16 e o desconto de quatro pontos na carteira. 

Em São Paulo, quem faz a fiscalização do rodízio são os funcionários da CET, conhecidos popularmente como “marronzinhos”. 

Eles podem atuar com ou sem radares móveis, capazes de fotografar os veículos e perceber quem está ou não desrespeitando as regras de restrição. 

Quais são as exceções para as restrições de circulação em São Paulo? 

Há uma lista grande de veículos que não precisam obedecer às regras de rodízio

Para isso, porém, é preciso fazer um cadastro na CET e, aí sim, passar a usufruir da exceção. 

A lista desses veículos é bastante extensa e pode ser consultada no site da CET. Entre eles, porém, podem ser citados aqueles envolvidos nas seguintes atividades: 

  • Transporte de medicamentos, materiais imunológicos, vacinas e kits de sorologia;
  • Transporte de água, bebidas e alimentos;
  • Transporte de itens de higiene ou de necessidades básicas
  • Transporte de combustíveis;
  • Transporte para distribuição de gás;
  • Transporte de bens e materiais hospitalares;
  • Transporte de itens para abastecimento de mercados, feiras livres e centros de abastecimento de alimentos, incluindo padarias, restaurantes e lanchonetes
  • Veículos Urbanos de Carga (VUCs);

As regras atuais de VUCs consideram, em São Paulo, que o veículo pode ter no máximo 7,20m (metros) de cumprimento – anteriormente, esse limite era de 6,30 m. 

É bom checar no site da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) se o limite permanece o mesmo antes de planejar a sua rota. 

veículos que transportam cargas perigosas, por sua vez, têm de obedecer a outras regras ainda mais específicas. Além disso, as regras costumam ser alteradas frequentemente, então é bom ficar de olho. 

Bons serviços de roteirização costumam estar em contato com as autoridades para ter as regras o mais atualizadas o possível – assim, você não perde eficiência com as suas entregas. 

É o caso do serviço da Cobli, que pode te ajudar a navegar esse mar de regras na restrição para caminhão em São Paulo, oferecendo as melhores rotas possíveis considerando todas as variáveis de atividades na cidade. 

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Roteirizador - Mapa de restrição de caminhões em São Paulo [Regras]
Melhore a gestão da sua frota com a Cobli

   Clique aqui para tirar suas dúvidas ou solicitar um teste grátis do nosso sistema de rastreamento e monitoramento de frotas.

Escreva um Comentário