Smart City: o que é e como usar a tecnologia a favor da eficiência urbana

Estamos vivendo a era dos produtos smart, como smartphone, smartwatch, smart TV e até smart lâmpada! Existe um conceito que segue essa mesma linha, mas possui caráter um pouco mais abrangente, Smart City, em que a tecnologia é usada a favor da eficiência urbana.

A ideia de cidade inteligente surgiu através da necessidade de uma melhor estruturação de áreas que estão se tornando cada vez mais populosas.

Esse movimento faz com que a demanda de serviços também aumente, assim, a tecnologia se mostra como uma forma de interligá-los e torná-los mais eficientes para as pessoas.

Neste texto você irá entender o que é uma Smart City, qual o objetivo desse conceito, as suas principais características e os pilares que o sustentam. Vamos começar?

O que é uma Smart City?

De acordo com dados da ONU (Organização das Nações Unidas), a maioria da população mundial vive em cidades, totalizando 4,4 bilhões de habitantes, ou seja, 56,2% de um universo de 7,8 bilhões de pessoas.

Estima-se que até 2050, a população urbana atingirá a marca de 6,7 bilhões de habitantes, representando 68,4% do total.

Esse crescimento rápido está levando especialistas em desenvolvimento sustentável e tecnologia a buscarem soluções para tornar as cidades mais bem estruturadas para comportar o número elevado de pessoas.

O conceito de Smart City é uma dessas soluções, que visa utilizar a tecnologia para melhorar a qualidade de vida da população e promover o uso inteligente de recursos.

Qual o objetivo das cidades inteligentes?

As cidades são locais em que as pessoas estudam, trabalham, se relacionam, têm acesso a serviços de saúde e outros segmentos e, assim, alcançam a qualidade de vida.

As pessoas são o centro de uma cidade, por isso, os responsáveis por sua gestão devem trabalhar em prol do bem-estar da população.

Uma smart city usa tipos diferentes de sensores eletrônicos para coletar dados e usá-los para gerenciar recursos.

Uma cidade inteligente é aquela em que tudo funciona de forma integrada para proporcionar conforto, mobilidade e facilidade no acesso aos serviços para os seus habitantes.

A tecnologia tem se mostrado uma grande aliada dessa busca, pois permite a interligação de serviços e a otimização do uso de diversos tipos de recursos.

Quais as características de uma Smart City?

Uma Smart City pode ser criada de duas maneiras, nascendo de forma planejada para essa finalidade ou através de adaptações aplicadas de forma gradativa a locais que já se desenvolveram.

Acompanhe alguns exemplos de ações que mostram as características de uma Smart City e veja como elas se interligam.

Infraestrutura baseada em tecnologia

A tecnologia pode ser aplicada às cidades de várias formas, otimizando o uso de água e energia, como através de sensores em postes, por exemplo, e facilitando o acesso da população a diferentes serviços.

Transporte público de qualidade

Um transporte público de qualidade melhora a vida das pessoas e ainda contribui para a preservação do meio ambiente, pois reduz o número de carros nas ruas e, consequentemente, a emissão de CO2 na atmosfera.

Nesse quesito, temos como exemplo de Smart City Brasil Curitiba, a capital do Paraná, que é uma referência em mobilidade urbana, servindo como modelo para diferentes cidades no mundo.

O transporte público curitibano é uma prioridade no planejamento urbano da cidade. Integrado através de terminais, conta com vias especiais para circulação da frota de ônibus, tornando o serviço bastante eficiente.

Gestão inteligente de resíduos sólidos

Não dá para falar em Smart City sem considerar a forma como os resíduos são tratados, afinal, eles são gerados diariamente pela população e precisam ter uma destinação correta.

No Brasil, existe a Lei 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos e determina a forma como o lixo deve ser tratado para reduzir a quantidade de rejeitos, que são os resíduos que não podem ser reaproveitados.

Uma cidade inteligente deve, além de seguir a lei, investir em iniciativas para otimizar a gestão dos seus resíduos e educar a população nesse sentido, contribuindo para um mundo mais sustentável.

Proximidade entre a gestão pública e a população

Mais uma característica das Smart Cities é a proximidade entre a gestão pública e os cidadãos, facilitando a comunicação e o acesso a diferentes tipos de serviços.

Em muitas cidades brasileiras é possível perceber um movimento nesse sentido através da criação de aplicativos das prefeituras. Neles, as pessoas têm acesso a informações diversas, podendo também enviar as suas demandas.

Iniciativas ambientais

Anteriormente falamos sobre como as características das Smart Cities se interligam e podemos resumir como os dois principais pontos de encontro de todas as iniciativas: a sustentabilidade e a qualidade de vida da população.

Além disso, os dois conceitos se complementam, pois uma cidade sustentável é também um melhor lugar para as pessoas, influenciando diretamente no bem-estar delas. É por isso que grande parte das características de uma Smart City envolvem iniciativas ambientais.

Os conceitos de Smart City e sustentabilidade estão conectados.

Quais são os 04 pilares das cidades inteligentes?

O conceito de cidades inteligentes se baseia em 4 pilares principais, a seguir falaremos um pouco mais sobre cada um deles, confira!

Pilar nº 01: conectividade

A conectividade é a base do conceito de Smart City, através dela é possível ter acesso a dados capazes de gerar diferentes soluções para melhorar a vida das pessoas e tornar o mundo mais sustentável. As possibilidades são ilimitadas!

Pilar nº 02: mobilidade

A mobilidade urbana é um assunto de grande destaque quando se fala em cidade inteligente porque se trata de algo essencial na vida das pessoas e que enfrenta muitos desafios por conta do rápido crescimento da população.

Pilar nº 03: segurança

A segurança é outro pilar que compõe o conceito de Smart City e se apresenta através de diferentes aspectos, podendo estar relacionada a:

  • Qualidade da mobilidade urbana e o menor risco de acidentes,
  • Proteção à integridade física das pessoas devido à menor incidência de violência;
  • Segurança cibernética através de tecnologias voltadas para a proteção de dados.

Pilar nº 04: sustentabilidade

A sustentabilidade é um pilar indispensável para uma Smart City.

Ela pode estar presente no planejamento de construções, na forma como os serviços são oferecidos à população, na facilidade de acesso a soluções ecologicamente corretas e no uso inteligente de recursos.

Uma cidade inteligente é construída através da união de esforços da gestão pública, da iniciativa privada e da cooperação da população.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.