atencao-no-transito

Atenção no trânsito: como melhorar a sua e praticar?

Manter a atenção no trânsito é indispensável em qualquer situação, seja para dirigir um veículo próprio ou profissionalmente. Afinal, trata-se de uma atividade que exige foco constante e qualquer desvio pode resultar em um acidente.

Esse é um tema importante porque o número de acidentes nas vias brasileiras é alto. Segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária, a cada 12 minutos uma pessoa morre no trânsito no Brasil.

Uma ação básica para reduzir esses números e poupar vidas é disseminar a informação e a conscientização, e é exatamente essa a proposta do conteúdo de hoje.

Neste texto iremos abordar a importância da atenção no trânsito e os riscos de dirigir distraído. Também daremos dicas para uma direção segura e de como estimular essa postura entre os motoristas da sua frota. Vamos lá?

O que é atenção no trânsito?

A atenção é o estado de concentração mental em uma atividade. Nesse sentido, a atenção no trânsito é o ato de manter-se totalmente concentrado ao dirigir, atentando-se ao veículo, às regras da legislação e aos demais elementos presentes nas vias.

Apenas através dessa descrição já podemos concluir que são muitos detalhes envolvidos no ato de conduzir um veículo. Embora a prática torne a atividade mais fácil com o tempo, isso não significa que os cuidados deixem de ser necessários.

Onde a direção defensiva entra?

Direção defensiva é uma expressão bastante conhecida, mas nem todos os condutores conhecem exatamente o seu significado.

Dirigir defensivamente significa conduzir o veículo de modo a se defender de riscos e possíveis acidentes. Assim, ao proteger a si mesmo, o condutor protege as demais pessoas presentes no trânsito.

A atenção é um elemento fundamental para a prática da direção defensiva, tanto que, dentro do conceito, ela é classificada em três tipos, sobre os quais falaremos no tópico a seguir.

A atenção no trânsito é fundamental para praticar a direção defensiva.

Quais são os tipos de atenção no trânsito?

Ao dirigir um veículo, o condutor pode manter três tipos de atenção, mas apenas um deles é adequado para a prática da direção defensiva, acompanhe!

Atenção fixa

Tipo de atenção em que o condutor se concentra em um único ponto, geralmente à frente do veículo, sem se atentar aos movimentos que acontecem nas laterais e atrás dele.

Atenção dispersa

Ocorre quando o motorista não mantém o foco totalmente na direção, distraindo-se olhando o celular, a paisagem, conversando com passageiros, comendo ou realizando outras atividades.

Atenção difusa

É o tipo de atenção no trânsito que todos precisam ter, pois nela o condutor se mantém atento ao movimento que acontece ao redor, movendo a cabeça e olhando também os retrovisores.

O que pode acontecer ao dirigir distraído?

Seja em uma via movimentada ou não, há elementos que o motorista deve enxergar com atenção para evitar colisões.

Apenas alguns segundos de desatenção podem ser suficientes para causar um acidente, envolvendo ou não terceiros.

Alguns exemplos de consequências que podem acontecer ao dirigir distraído são:

  • Colisões com outros veículos;
  • Atropelamentos de pessoas ou animais;
  • Colisões com muros, postes e outros tipos de construção;
  • Andar na contramão;
  • Entrar em vias com trânsito proibido;
  • Desrespeitar placas.

Qual a maior causa de distração no trânsito?

Existem várias causas para a distração no trânsito, a mais comum é o celular, um aparelho com muitas utilidades, mas capaz de gerar muitos riscos quando usado na hora errada.

Segundo a Abramet, Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o celular é a terceira causa de mortes no trânsito no Brasil, no primeiro e segundo lugares estão o consumo de álcool e o excesso de velocidade.

A associação também alerta sobre o alto índice de descumprimento da legislação relacionado ao aparelho no país, são 28 infrações de trânsito por uso do celular a cada hora.

Como manter a atenção no trânsito? Veja as dicas!

Existem algumas ações fundamentais para manter a atenção no trânsito, veja quais são e adote-as sempre que assumir a direção de um veículo.

  • Jamais dirigir após ingerir bebidas alcoólicas, pois elas afetam o sistema nervoso central, prejudicando a atenção;
  • Não usar o celular ao dirigir, nem para mensagens e nem para ligações, incluindo a funcionalidade de viva-voz, que também não é recomendada;
  • Ter atenção redobrada em cruzamentos, respeitando as regras de preferência;
  • Sempre utilizar equipamentos de segurança, como o cinto de segurança em carros e o capacete em motos;
  • Respeitar a sinalização e a legislação;
  • Manter atenção aos tipos de via e à velocidade máxima permitida em cada um;
  • Evitar dirigir ao sentir sono ou cansaço, a fadiga também pode comprometer a atenção;
  • Sinalizar corretamente com a seta ao fazer conversões, ultrapassagens, mudanças de faixa, desvios, paradas, etc;
  • Manter os retrovisores ajustados para evitar pontos cegos.

Segurança no trânsito para frotas

Cada condutor deve manter a atenção no trânsito como iniciativa própria, no entanto, as empresas podem reforçar essa importância entre os seus motoristas como parte da sua política de frotas.

Existem duas medidas principais capazes de gerar bons resultados no quesito segurança: a capacitação dos motoristas e o uso de ferramentas específicas.

Capacitação dos motoristas

Em uma empresa, a segurança no trânsito tem um peso extra, porque envolve diversos pontos, como os custos que acidentes podem gerar e a imagem do empreendimento perante a sociedade.

Os veículos geralmente carregam a marca do negócio, logo, ter motoristas desatentos e que praticam uma direção ofensiva pode ser bastante prejudicial, além dos riscos à segurança.

A capacitação do gestor da frota e dos motoristas é uma medida importante para estimular a direção segura.

Inclusive, a Cobli oferece um curso de Segurança no Trânsito para Frotas gratuito. Através dessa formação, os supervisores saberão como desenvolver uma cultura de segurança entre a equipe, além do gerenciamento de riscos e outras iniciativas.

atencao-no-transito
O uso do celular atrapalha a atenção no trânsito e pode provocar acidentes

Ferramentas para manter a segurança da frota

Aliada à conscientização sobre a importância da atenção ao trânsito, as empresas podem investir em ferramentas que ajudem a manter a segurança da frota.

Soluções que realizem a roteirização, evitando áreas com maior índice de acidentes, por exemplo, e a coleta de dados através da telemetria, são excelentes opções para ter mais controle sobre a frota e, consequentemente, sobre a sua segurança.

Com o Kit de Segurança da Frota, também disponibilizado gratuitamente pela Cobli, você terá 05 ferramentas para acompanhar indicadores de segurança e manter a sua equipe protegida.

Investir em recursos que estimulem a atenção ao volante é fundamental para manter a segurança da sua frota e contribuir para um trânsito seguro para todos.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.