Além de mudanças, o serviço de frete e transporte de pequenas cargas também pode atuar com a entrega de mercadorias, um nicho com alta demanda

Frete e transporte de pequenas cargas: saiba tudo sobre esse negócio

Em um mundo onde a velocidade por atendimento de demandas é cada vez maior, o serviço de frete e transporte de pequenas cargas ganha espaço e se transforma em uma opção de negócio rentável. 

Quem deseja empreender no segmento de frete e transporte de pequenas cargas terá a capacidade de atuar em diversas áreas, desde mudanças até a entrega dos mais variados produtos.

Um dos nichos que mais impulsionam este negócio é o e-commerce. As vendas de mercadorias pela internet cresceram cerca de 35,36% somente em 2021. E claro que quem compra online deseja receber seu artigo o mais rapidamente possível.

Por isso, a procura por transporte de cargas pequenas também teve um aumento significativo: aproximadamente 30% no ano passado, segundo a FreteBras. 

Está de olho neste segmento e quer entender melhor como empreender no transporte? Então, confira as informações e dicas que preparamos neste artigo especial. Veja abaixo. 

O que é transporte de pequenas cargas?

O frete e transporte de pequenas cargas é o serviço de coleta, deslocamento e entrega de mercadorias por meio do uso veículos de pequeno porte, tais como motos, utilitários e caminhões menores. 

Entre os produtos que podem ser transportados estão alimentos, sejam eles perecíveis ou não, brinquedos, eletrônicos, roupas, móveis, eletroeletrônicos, entre outros. 

De forma geral, ao iniciar neste nicho, é comum que o transporte de cargas pequenas seja realizado dentro do perímetro urbano, ou seja, na cidade. Contudo, nada impede que o profissional realize o trabalho em uma área intermunicipal. 

As principais características do serviço de frete e transporte de pequenas cargas são a praticidade, agilidade e o custo de deslocamento mais acessível. 

Por isso, é cada vez mais evidente a utilização deste setor pelas grandes empresas de e-commerce, que apresentam aos consumidores prazos curtos de entrega, que chegam a variar entre 24h e 48h. 

Nas grandes capitais, especialmente São Paulo, é possível até mesmo que a mercadoria seja entregue no mesmo dia da compra, tornando a experiência do cliente ainda mais cômoda. 

Como empreender no transporte?

O profissional que quer empreender no serviço de frete e transporte de pequenas cargas deve estar atento a alguns fatores que podem influenciar no funcionamento de seu próprio negócio. 

A primeira delas é iniciar com um baixo investimento, ou seja, montar uma estrutura pequena para operacionalizar as atividades. 

Em um primeiro momento, por exemplo, existe a possibilidade de trabalhar de casa para gerir as demandas. Para isso, o autônomo pode usar computador, impressora, agenda e telefone.

Caso seja necessário receber a visita de clientes, tenha um espaço adequado para esta finalidade, mesmo que seja em sua própria residência. 

Já se optar por alugar um escritório, escolha uma localidade estratégica, que seja de fácil acesso para as principais vias da cidade, aumentando assim a agilidade do serviço. Analise ainda se o local tem um espaço seguro para os veículos. 

Outro ponto a ser considerado é a formalização da atividade, que pode ser feita por meio da categoria MEI (Microempreendedor Individual). 

Há alguns requisitos que devem ser levados em conta para ser MEI, como faturamento anual de até R$ 81 mil e a contratação de apenas um funcionário em regime CLT.

Em relação aos funcionários, é importante destacar que deve existir um treinamento e uma clara orientação sobre o que se espera de seu trabalho. 

O cumprimento de prazo, bom atendimento ao cliente, organização e ter iniciativa para resolver problemas são alguns pontos que precisam ser considerados para formar sua equipe. 

O serviço de frete e transporte de pequenas cargas consegue atender diferentes clientes e pode gerar bons ganhos ao profissional.

Como trabalhar com transporte de pequenas cargas?

O serviço de transporte de cargas pequenas possibilita que o profissional atue em diferentes segmentos. 

Para escolher qual a melhor opção para seu dia a dia, será preciso levar em consideração sua perspectiva de custos e ganhos, quantas horas pretende trabalhar, seus contatos, o tipo de empresa que deseja atender, entre outros elementos. 

Confira abaixo algumas formas de atuação de quem realiza frete e transporte de pequenas cargas:

Mudanças

Este nicho é dominado pelo mercado de mudanças residenciais, que certamente traz grandes oportunidades para o empreendedor. 

Contudo, é possível atender empresas, especialmente as que pertencem ao setor de eventos, uma vez que alugam móveis e decoração para festas e, claro, precisam transportar estes itens. 

Encomendas

A terceirização do serviço de entrega e distribuição é cada vez maior, especialmente quando falamos de empresas que atuam exclusivamente com e-commerce. 

Neste segmento, tanto motos, vans e utilitários, quanto pequenos caminhões conseguem atender as demandas e realizar o transporte das mercadorias. 

Algumas empresas podem fazer contratos, já outras apenas terceirizam as entregas de acordo com seus pedidos, por isso, verifique qual esquema se encaixa melhor em seu plano de negócio. 

Encomendas urgentes

Neste tipo de serviço, atender aos pedidos com agilidade é primordial. O transporte de cargas pequenas urgentes pode ser feito por motos, utilitários ou os chamados VUCs ( Veículos Urbanos de Carga).

Se por um lado a urgência requer organização logística e rapidez, por outro lado este tipo de entrega é a mais cara, rendendo um lucro maior ao profissional. 

Como promover o serviço de frete e transporte de pequenas cargas

Assim como em qualquer outra atividade, a divulgação do serviço de frete e transporte de pequenas cargas é fundamental para atrair clientes e empresas. 

Nesse sentido, há algumas estratégias que podem ser adotadas para melhorar a visibilidade do seu negócio. Veja algumas dicas a seguir:

  • Ponto de visibilidade: Escolha locais de grande acesso para estacionar seus veículos, especialmente se você realiza mudanças. Bairros residenciais e vias próximas a condomínios são sempre boas escolhas;
  • Cartões de visita e folders: Invista em cartões de visita e até mesmo em folders para distribuir em locais estratégicos, como prédios e residenciais, e para potenciais clientes;
  • Placas publicitárias: Personalize placas com seus contatos e as coloque em locais de grande visibilidade, assim as chances de te encontrarem aumentam;
  • Network: Participe de feiras, eventos, encontros profissionais e outras situações que podem contribuir para aumentar a sua rede de contatos e clientes;
  • Redes sociais: As mídias sociais são uma grande ferramenta para que o seu trabalho chegue ao maior número possível de clientes. Para isso, crie seu perfil no Instagram e Facebook, faça fotos e posts informativos sobre suas atividades. Além disso, cadastre-se em plataformas de busca de profissionais para aumentar a exposição do seu serviço de frete e transporte de pequenas cargas. 

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.