Tempo de leitura: 7 minutos

É preciso entender vários aspectos para tomar a decisão sobre qual é o melhor rastreador veicular do mercado – pensando em você, claro.

Afinal, como qualquer produto, toda vez que alguém vai escolher ao para comprar, é recomendável pesquisar qual é o mais adequado para suas necessidades no momento.

Com rastreadores veiculares, não é nada diferente.

Escolher um rastreador veicular para um carro particular, por exemplo, é muito diferente de decidir um sistema de rastreamento veicular para uma frota de caminhões.

Para isso, é preciso entender o que é um rastreador veicular, que tipos de tecnologia ele utiliza, quanto custa usar um deles e também para que finalidade você quer um. É o que vamos fazer neste texto. Siga conosco!

O que é um rastreador veicular?

Um rastreador é, como o nome diz, um dispositivo capaz de saber onde uma determinada coisa está no espaço. Hoje, com o avanço das telecomunicações e dos sensores, é possível rastrear praticamente qualquer tipo de coisa.

Isso mesmo: de uma embalagem até um caminhão, um animal ou smartphones. Tudo pode ser rastreado.

No caso dos veículos, um rastreador veicular é um dispositivo que fica conectado ao sistema do automóvel, por meio de uma tecnologia chamada On-Board Diagnostics (OBD, na sigla em inglês).

Se seu carro, moto ou caminhão foi fabricado no Brasil depois de 2010, ele com certeza tem essa tecnologia.  Isso porque, desde aquele ano, uma lei obriga que os veículos brasileiros tenham OBD.

No geral, ela é disponibilizada por uma entrada simples que permite a inserção de um rastreador veicular.

Na maior parte dos casos, a entrada OBD fica em um destes dois lugares: abaixo do volante ou então dentro do porta-luvas. Já nas motos, ela costuma ficar perto do painel.

Para informar a localização exata do veículo, porém, não basta apenas que o rastreador veicular esteja conectado na máquina. Ele precisa também ter uma maneira de enviar os dados para uma central de monitoramento. E é aí que entra o papel da tecnologia.

A importância do rastreamento e monitoramento de frotas

Como a tecnologia influencia no melhor rastreador veicular?

Para conseguir se comunicar com a central de monitoramento, todo rastreador veicular utiliza uma tecnologia de comunicação diferente. Basicamente, são dois tipos:

  • GPS: para determinar onde o veículo está, o rastreador veicular manda sinais para uma rede de satélites localizada na órbita terrestre. A mesma tecnologia também está presente na maioria dos smartphones, usada por apps como Waze e Google Maps. 
  • Radiofrequência: em rastreadores veiculares de radiofrequência, a comunicação é feita com antenas de rádio ou de telefonia. Para determinar a localização, o rastreador manda um sinal para várias antenas ao mesmo tempo – a central de monitoramento usa a intensidade recebida por cada antena para triangular o sinal e assim encontrar o local exato.

Como você pode imaginar, cada modelo diferente tem vantagens e desvantagens. Ou seja, não é tão fácil assim escolher o melhor rastreador veicular.

Os rastreadores que usam GPS, por exemplo, podem ter problemas para enviar sinais em áreas fechadas, cidades muito isoladas ou quando estão embaixo da terra.

No entanto, permitem que o rastreador também mande informações sobre o estado do veículo, como gasto de pneus e combustível ou temperatura do motor.

Já os rastreadores de radiofrequência, que são menos precisam, funcionam melhor em áreas isoladas ou que apresentam os problemas acima.

É preciso ficar atento qual tecnologia funcionará melhor para o dia a dia do seu serviço.

Qual é o melhor rastreador veicular com seguro?

Muita gente busca um rastreador veicular por razões de segurança.

Até mesmo muitas seguradoras que passaram a incluir, nos últimos anos, um rastreador veicular no plano de quem contrata um seguro para automóveis ou cargas.

Assim como no caso da tecnologia, cabe a você saber qual é a real necessidade que tem sobre esse tipo de funcionalidade.

Afinal, um rastreador veicular pode sim ser bastante útil quando acontece um acidente ou sinistro – como roubo ou furto, por exemplo.

O rastreador veicular da Cobli tem funções de segurança bastante interessantes e pode te ajudar nas horas boas e ruins.

Mas é importante dizer que as vantagens de usar um rastreador veicular vão muito além de só te deixar mais seguro.

rastreamento-de-frota-conheca-5-beneficios-para-sua-empresa

Para que um rastreador veicular serve? Por que devo usá-lo?

Um rastreador veicular tem muitas outras utilidades além da segurança do seu veículo.

Modelos mais modernos, que têm recursos de telemetria, podem mostrar o desempenho do veículo em tempo real.

Isto é: têm dados sobre a temperatura do motor, o consumo de combustível, do óleo, dos freios e de uma série de outras partes importantes.

Com o uso de um rastreador veicular como o da Cobli, que tem essas características, é possível que essas informações sejam acompanhadas à distância por um gestor de frota.

Alguns desses modelos mais recentes também tem recursos de roteirização. Isto é, te ajudam a traçar a rota mais rápida para um determinado lugar, esteja você apenas indo viajar ou cumprindo uma sequência de entregas ao longo do dia.

Ou seja, se você busca mais eficiência – ganhar tempo no final do dia ou minutos preciosos para a produtividade da sua frota – ou simplesmente evitar sustos desnecessários com a quebra de uma peça, um rastreador é uma boa ideia.

Qual é o melhor rastreador veicular grátis?

Na internet, são frequentes as buscas por rastreadores veiculares gratuitos.

Até que existem alguns aplicativos que funcionam dessa forma. Porém, um dos problemas é que o rastreio é feito pelo celular, ou seja, só funciona se estiver sempre com o celular colado em você.

Além disso, algumas empresas também chamam de rastreador grátis os produtos têm apenas um custo fixo.

E o ponto mais importante é preciso dizer: esses aparelhos não possuem tantas funcionalidades ou benefícios para o consumidor quanto uma solução completa.

Normalmente, um rastreador veicular que se diz gratuito se resume em apenas dar uma falsa função de segurança, sem oferecer nenhum tipo de sistema adequado para acompanhamento.

Por outro lado, existe o sistema da Cobli! Ele é repleto de funcionalidades essenciais para o consumidor final e também para quem precisa gerenciar uma frota.

É um sistema que funciona para qualquer tipo de frota, independentemente do tamanho dela – podem ser só alguns veículos para fazer as entregas do seu pequeno negócio ou centenas de caminhões.

Também é bom prestar atenção em uma série de funcionalidades na hora de escolher o seu rastreador. Algumas delas são:

  • Mapas viários atualizados
  • Frequência de posicionamento
  • Histórico das rotas
  • Monitoramento via web
  • Softwares agregados
  • Possibilidade de gerar relatórios
  • Instalação dos equipamentos
  • Transmissão de dados

Depois desse texto, você já sente que é capaz de escolher qual é o melhor rastreador veicular do mercado? Lembre-se: pense no que você realmente precisa.

Esta publicação te ajudou? Tem mais alguma dúvida? Consulte o nosso blog. 

Rastreamento de frota 1 - Qual é o melhor rastreador veicular do mercado?

Escreva um Comentário