Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 6 minutos

A movimentação de materiais, também conhecida como transporte interno, é um ponto fundamental na gestão da cadeia de suprimentos de uma empresa que deseja se manter competitiva e rentável.

No contexto atual de muita concorrência, adotar processos de supply chain modernos e eficientes é um grande diferencial que contribui de forma significativa para bons resultados do negócio, uma vez que muitos processos logísticos dependem diretamente do bom desempenho de etapas realizadas dentro da cadeia, como o transporte interno, por exemplo.

Entenda neste artigo como garantir que as etapas de movimentação de materiais sejam realizadas de forma correta para evitar gargalos na cadeia de suprimentos e garantir benefícios logísticos excelentes para sua empresa.

O que é a movimentação de materiais?

A movimentação de materiais, é o tráfego interno de produtos dentro de uma empresa, como o deslocamento de um material de posto de trabalho a outro, por exemplo.

Mais do que a simples transferência, encaixotamento e armazenamento dos produtos, a movimentação de materiais é um conjunto de procedimentos que garantem o monitoramento e a segurança dos produtos durante todo o processo de distribuição, levando sempre em consideração o tempo e espaço disponíveis numa instalação ou armazém.

Esta metodologia é a peça chave do processo, garantindo a eficiência no fluxo de mercadorias e evitando desperdícios e deslocamentos desnecessários.

Principais etapas da movimentação de materiais

Conheça as etapas e procedimentos indicados para que a movimentação de materiais seja realizada de forma segura, econômica, com rigor e sem danos ao produto.

Planejamento e Integração

Para otimizar a movimentação de materiais, é preciso analisar com cuidado toda a operação da empresa e pensar de forma abrangente, tendo em mente que o transporte interno afeta muitas áreas ao mesmo tempo.

Planeje e avalie com cuidado os objetivos do negócio, a situação do mercado e a estrutura disponível. Não se esqueça de avaliar também o ciclo de vida do fluxo, identificando todas as despesas do início ao fim do processo e gastos especiais com manutenção de equipamentos, por exemplo.

Todas as áreas da operação devem estar integradas e envolvidas no processo de movimentação de materiais desde a estocagem, até a produção, inspeção, embalagem, expedição e transporte.

Padronização, Unitização e Utilização de espaço

Para aumentar a eficiência, padronize processos e equipamentos para que um único método sirva para diferentes situações. É importante não sacrificar a agilidade do processo no dia a dia em prol da padronização. 

Materiais unitizadas reduzem o esforço e trabalho do operador. Agrupe cargas, mesmo que por um curto período de tempo, para facilitar o transporte e armazenagem.

Faça bom uso do seu espaço atingindo o máximo possível da densidade de armazenagem. As ocupações verticais são uma excelente alternativa para aproveitar a área disponível.

Tempo gasto e Tempo ocioso

Estude o tempo gasto com todas as movimentações da sua operação e assim crie protocolos para reduzir o tempo de execução de cada tarefa, bem como eliminar a ociosidade dos equipamentos.

Ergonomia e Segurança

Respeite as limitações humanas adaptando sua operação. Tenha equipamentos que alcancem locais altos com facilidade ou reduzam os movimentos repetitivos, por exemplo. A segurança dos trabalhadores também devem ser prioridade na criação das metodologias de trabalho.

Automação

A fim de aumentar a eficiência, agilizar a operação e reduzir custos é possível automatizar ou mecanizar alguns processos durante o dia a dia de movimentação de materiais.

Analise os processos que já existem,  identifique os impedimentos que travam a produtividade da operação e verifique o que pode ser robotizado.

movimentação de materiais

Benefícios para a operação logística

O que você ganha quando otimiza a movimentação de materiais em sua operação logística?  Confira a seguir:

Redução de custos

Ao incorporar equipamentos e automatizar processos você economiza com mão de obra especializada. Quando o fluxo de movimentação é aprimorado também é possível diminuir gastos extras com perda de materiais e acidentes.

Aumento da capacidade de produção

Ao criar uma metodologia eficiente, é possível diminuir a ociosidade, diminuir atrasos entre operações e departamentos e agilizar processos em todo o ciclo produtivo. 

A reorganização do layout de armazenamento tendo como objetivo principal a otimização da capacidade produtiva é um grande ganho para o ciclo logístico da empresa.

Criação de procedimentos sistemáticos e seguros de trabalho

Quando você investe no equipamento de apoio certo e cria um processo eficiente que integra todas as áreas do ciclo logístico, você cria um sistema que funciona com menos esforço físico e mais segurança. 

Como a tecnologia pode ser uma ajuda na movimentação de materiais?

É notório o quanto a tecnologia e a automação podem dinamizar tanto as estratégias de planejamento quanto às operações físicas, e na movimentação de cargas e materiais não poderia ser diferente.

Alguns softwares ajudam obter melhores resultados. Assim como na escolha dos equipamentos físicos, antes de escolher a solução tecnológica ideal, faça uma avaliação das necessidades da sua empresa e entenda quais os gargalos poderão ser solucionados com o uso de uma ferramenta. 

Conheça as três soluções tecnológicas mais utilizadas na movimentação de materiais:

  • ERP (Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão de Empresas): Sistema que integra todos os setores, centralizando dados e informações de uma empresa em um único lugar.
  • WMS (Warehouse Management System ou Sistema de Gestão de Armazéns): Sistema que otimiza o controle de estoques e se integra com a cadeia de suprimentos, auxiliando em atividades rotineiras como expedição de mercadorias, endereçamento, separação de pedidos.
  • TMS (Transportation Management System ou Sistema de Gestão de Transporte): sistema que ajuda a coordenar a frota, com funcionalidades como roteirização, rastreamento e monitoramento de veículos. Conheça as soluções de Gestão de Frota da Cobli e tenha maior visibilidade da sua operação.

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Melhore a gestão da sua frota com a Cobli

   Clique aqui para tirar suas dúvidas ou solicitar um teste grátis do nosso sistema de rastreamento e monitoramento de frotas.

Escreva um Comentário