Câmera de segurança veicular instalada no para-brisa do veículo.

Videomonitoramento veicular: funções, benefícios e legislação

O videomonitoramento veicular está entre as principais tendências logísticas de 2024, oferecendo uma gama de recursos e funcionalidades que aprimoram a gestão de frotas e a segurança nas estradas.

Esta ferramenta está ganhando destaque devido à sua capacidade de monitorar e registrar atividades dentro e ao redor dos veículos de forma eficiente e precisa.

Em um país em que, diariamente apenas em 2023, 11 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito, vale a pena recorrer ao videomonitoramento veicular para potencializar as medidas de segurança dos colaboradores da frota.

A seguir, vamos explicar como funciona esse sistema, quais são seus principais recursos e funcionalidades, além de entender o que diz a lei sobre a proteção de dados pessoais e a privacidade dos motoristas sobre sua utilização.

Siga com a leitura e confira todas as informações.

O que é videomonitoramento veicular?

O videomonitoramento veicular é um sistema que permite acompanhar em tempo real as imagens captadas por câmeras instaladas nos veículos da frota.

Essas imagens são transmitidas por meio de uma rede de comunicação sem fio para uma central de monitoramento, onde podem ser visualizadas e armazenadas.

O objetivo desse sistema é aumentar o controle sobre as operações de transporte, garantir a segurança dos veículos e dos motoristas, prevenir e solucionar possíveis problemas que possam ocorrer durante as viagens.

Com o avanço da tecnologia, é possível até mesmo utilizar sistemas de inteligência artificial para identificar padrões de comportamento, reconhecer placas de veículos e detectar possíveis ameaças.

Importância do videomonitoramento veicular na segurança

A segurança é uma preocupação constante no setor logístico, e o videomonitoramento veicular surge como uma poderosa ferramenta para mitigar riscos.

Ao fornecer uma visão abrangente do ambiente em torno do veículo, as câmeras ajudam a prevenir acidentes, detectar atividades suspeitas e fornecer evidências em caso de incidentes.

Situações comuns no dia a dia do trânsito, como multas ou pequenas colisões, podem ser facilmente acompanhadas e até mesmo resolvidas com o uso desse recurso.

Outro ponto que demonstra sua importância é a sua capacidade de inibir comportamentos inadequados por parte dos motoristas, como excesso de velocidade.

Além disso, existem tecnologias de videmonitoramento veicular que permitem detectar expressões faciais do condutor, ajudando a equipe de gestão da frota a identificar cansaço ou sonolência nos colaboradores.

Benefícios do sistema de videomonitoramento veicular na gestão de frotas

Além de aumentar a segurança, o videomonitoramento veicular também traz uma série de benefícios e vantagens para a gestão de frotas. Elencamos alguns deles na sequência, confira.

Prevenção de acidentes de trânsito

O videomonitoramento veicular permite que os gestores de frota monitorem o comportamento dos motoristas em tempo real.

Eles podem identificar práticas de direção imprudentes, como excesso de velocidade, frenagens bruscas e ultrapassagens perigosas, e intervir antes que ocorram acidentes.

Além disso, as câmeras fornecem evidências objetivas em caso de disputas sobre a responsabilidade por um acidente.

Dessa forma, é possível prevenir acidentes que podem causar danos aos veículos, aos motoristas, aos passageiros, à carga e ao meio ambiente.

Redução de roubos e furtos de veículos

As câmeras de videomonitoramento veicular também atuam como uma ferramenta de dissuasão contra roubos e furtos de automóveis e cargas.

A presença visível das câmeras pode desencorajar potenciais criminosos, enquanto a gravação contínua das imagens fornece evidências vitais para a investigação e recuperação de veículos roubados.

De forma ainda mais prática, permite ao gestor da frota localizar os veículos em tempo real, bloquear o funcionamento do motor em caso de suspeita, acionar as autoridades competentes e até mesmo recuperar os bens.

Registro de evidências em casos de incidentes ou acidentes

Em caso de incidentes ou acidentes, as gravações de vídeo do videomonitoramento veicular podem ser usadas como evidências cruciais em processos judiciais ou seguros.

Isso porque essas imagens podem esclarecer as circunstâncias do incidente, ajudar a determinar a responsabilidade e acelerar o processo de resolução de reclamações.

Homem em cima do caminhão, mexendo em tablet.
O videomonitoramento veicular é uma ferramenta indispensável na gestão de frota

Melhoria no comportamento dos motoristas

Ao implementar sistemas de videomonitoramento veicular, as empresas também podem promover uma cultura de segurança e responsabilidade entre seus motoristas.

Sabendo que estão sendo monitorados, os motoristas tendem a adotar comportamentos mais prudentes ao volante, reduzindo o risco de acidentes e protegendo a reputação da empresa.

Principais recursos e funcionalidades do sistema de videomonitoramento veicular

O sistema de videomonitoramento veicular consiste em um conjunto de câmeras de alta resolução e ângulo de visão, que são instaladas em pontos estratégicos dos veículos, como o painel, o retrovisor, o para-brisa e a traseira.

Essas câmeras captam as imagens do ambiente externo e interno do veículo, bem como do comportamento do motorista.

Conheça abaixo algumas de suas funções.

Câmeras de alta resolução e ângulo de visão

As câmeras de alta resolução e ângulo de visão permitem uma visualização ampla e detalhada do que acontece dentro e fora do veículo.

Assim, é possível identificar situações de risco, como colisões, ultrapassagens, furtos, roubos, vandalismo, entre outras com bastante nitidez.

Além disso, as câmeras também podem auxiliar na prevenção de acidentes, ao alertar o motorista sobre possíveis obstáculos ou desvios na pista.

Armazenamento em nuvem ou em dispositivos internos

As imagens captadas pelas câmeras podem ser armazenadas em nuvem ou em dispositivos internos, como cartões de memória ou discos rígidos.

O armazenamento em nuvem oferece maior praticidade e segurança, pois permite o acesso remoto às imagens a qualquer momento e lugar, sem depender de cabos ou conexões físicas.

Já o armazenamento em dispositivos internos pode ser uma opção mais econômica e confiável, pois evita possíveis falhas ou interrupções na transmissão das imagens pela internet.

Detecção de direção perigosa

Outra funcionalidade importante do sistema de videomonitoramento veicular é a detecção de direção perigosa.

Por meio de algoritmos inteligentes, as câmeras podem reconhecer padrões de comportamento do motorista que indiquem fadiga, distração, sonolência ou embriaguez.

Homem dentro de caminhão, mexendo no celular.
O videomonitoramento veicular reduz uso de celular ao volante

Assim, o sistema pode emitir alertas sonoros ou visuais para o motorista, bem como enviar notificações para a central de monitoramento ou para os responsáveis pela gestão da frota.

Integração com sistemas de GPS e telemetria

A integração do videomonitoramento veicular com sistemas de GPS e telemetria oferece uma visão holística do desempenho da frota.

Os dados de localização em tempo real e as informações sobre o comportamento do veículo permitem otimizar rotas, monitorar o consumo de combustível e planejar manutenções de forma mais eficiente.

Dessa forma, é possível ter uma visão mais completa e precisa do desempenho da frota, além de otimizar o planejamento das entregas e serviços.

O que diz a lei sobre proteção de dados pessoais e privacidade dos motoristas?

Uma questão que pode gerar dúvidas sobre o uso do sistema de videomonitoramento veicular é a proteção de dados pessoais e a privacidade dos motoristas.

Afinal, as imagens captadas pelas câmeras podem conter informações sensíveis sobre a identidade, a localização e as atividades dos condutores.

Nesse sentido, é importante respeitar a legislação vigente sobre o assunto, como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

De acordo com essas normas, é necessário obter o consentimento prévio e informado dos motoristas para a coleta e o tratamento das imagens, bem como garantir a segurança e a confidencialidade dos dados.

Além disso, é preciso definir as finalidades legítimas e específicas para o uso das imagens, como a melhoria da segurança e da qualidade do serviço, e evitar o uso indevido ou abusivo das mesmas.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *