O que é o Diálogo Diário de Segurança (DDS) e como implementar?

O DDS, ou Diálogo Diário de Segurança, nada mais é do que uma troca diária que o responsável pela segurança do trabalho tem com os colaboradores sobre os riscos e perigos do ambiente de trabalho e como evitá-los.

O recurso é uma excelente oportunidade para disseminar boas práticas de segurança e trabalhar questões como o ambiente de trabalho e a saúde física e mental do principal ativo de uma empresa: o funcionário.

Neste artigo você vai conhecer mais detalhes sobre o DDS e entender como aplicá-lo no dia a dia do seu negócio. Vamos lá?

O que é o Diálogo Diário de Segurança (DDS)?

O DDS é um recurso criado pelo SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) para garantir um ambiente de trabalho mais seguro e funcional.

O Diálogo Diário de Segurança é um momento em que os profissionais de segurança do trabalho ou encarregados separam para trocar informações e conversar sobre os riscos envolvidos no dia a dia da operação com os colaboradores.

Além de ser uma oportunidade para falar sobre riscos, procedimentos de segurança e Normas Regulamentadoras, esta ocasião é ideal para tratar de temas atuais, como a pandemia do coronavírus, por exemplo.

O DDS é uma chance para se conectar com os seus colaboradores por meio de temas relacionados à segurança e medicina do trabalho.

Como é uma prática que fomenta o diálogo e a troca, também é uma chance de descobrir os principais pontos de atenção e preocupação da equipe e aumentar a integração entre os funcionários.

Não existe nenhuma Norma Regulamentadora que cite ou obrigue a prática do Diálogo de Segurança no ambiente de trabalho. Entretanto, as NRs sugerem a necessidade de comunicar os funcionários sobre os riscos do ambiente de trabalho e suas respectivas medidas preventivas. Fique ligado!

Saiba mais: guia das Normas Regulamentadoras da segurança e da medicina do trabalho da Cobli.

Quais temas podem ser tratados no Diálogo Diário de Segurança?

Confira a seguir algumas sugestões de temas para conversar com os seus colaboradores durante as sessões de DDS:

  • Dicas para aumentar a produtividade;
  • Como manter bons hábitos de saúde;
  • Cuidados durante as atividades do dia a dia;
  • Limpeza no ambiente de trabalho;
  • Uso correto de equipamento individual de segurança;
  • Ergonomia no trabalho.

Durante as conversas os colaboradores podem oferecer insights para novos temas. Fique atento às necessidades dos seus funcionários para que o momento seja interessante e relevante para todos.

Quais são os benefícios da abordagem?

As vantagens da implementação do Diálogo Diário de Segurança para a empresa e funcionários são inúmeras. Conheça alguma delas a seguir:

Reforço de conhecimento

Todo o conhecimento sobre segurança do trabalho transmitido em treinamentos e palestras podem ser reforçados durante os DDS. Temas como o uso adequado de EPIs, cuidados com a saúde e medidas preventivas sempre podem ser relembrados.

Troca de ideias dinâmica

Como acontece diariamente, por um curto período de tempo, a troca de informações tende a ser menos cansativa do que uma palestra ou treinamento. Além disso, por ser um momento de conversa, o funcionário se sente mais à vontade para interagir e tirar dúvidas.

Entender as necessidades de segurança da sua equipe pode te ajudar a realizar uma DDS mais eficiente!

Menos ocorrência de acidentes

Como os assuntos sobre segurança do trabalho são tratados frequentemente, a informação está fresca na cabeça do colaborador, gerando um alerta constante. Desta forma, é muito mais fácil reduzir os riscos e acidentes.

Mais saúde e produtividade

Outro tema abordado na DDS é a saúde, seja ela física ou mental. O colaborador saudável e satisfeito falta menos e é mais produtivo.

Como implementar?

Para implementar o Diálogo Diário de Segurança, o responsável pela segurança do trabalho deve planejar a rotina de forma estratégica. A seguir, vamos mostrar os passos para implementar um bate-papo de sucesso, confira!

Planeje as reuniões de acordo com as necessidades

Planejamento é o primeiro passo para implementar o DDS de forma assertiva.

Para começar, identifique os principais riscos a que os seus funcionários estão submetidos e os pontos de atenção que devem ser tratados nas reuniões.

Com base nesse levantamento, crie um cronograma para tratar dos temas mais relevantes.

Acompanhe as condições de trabalho e de segurança da sua equipe com a checklist para controle de segurança do trabalho da Cobli.

Explique os objetivos dos encontros

Antes de começar com os encontros, explique para os seus funcionários sobre como funcionará o DDS e quais são os objetivos da prática. Assim, os colaboradores estarão mais abertos para participar.

Use exemplos

Procure demonstrar de forma clara os pontos tratados. Os exemplos reais podem ser uma alternativa para trazer o tema mais perto da realidade do seu colaborador.

Ao invés de falar sobre a necessidade dos EPIs, que tal lembrar de um acidente de trabalho que aconteceu pela falta dos equipamentos de proteção individual?

Seja didático e evite falar sobre mais de um tema num mesmo encontro.

Fale a língua dos seus colaboradores

Seja didático, não use jargões e palavras técnicas demais.

Escolher apenas um assunto e evitar falar sobre mais de um tema num mesmo encontro pode ajudar captar a atenção dos ouvintes e facilitar o entendimento.

Incentive a participação

Crie estratégias para estimular a participação no DDS, como:

  • Estimule o colaborador a trazer um amigo no próximo encontro;
  • Ofereça brindes
  • Faça perguntas;
  • Realize dinâmicas de integração.

Documente as reuniões

Não se esqueça de registrar, por meio de uma ata simples, os Diálogos Diários de Segurança na sua empresa.

Além de garantir que os temas sejam variados, muitas interações dos colaboradores podem servir de guia para a criação de roteiros para os próximos encontros.

Gostou desse conteúdo? Acesse nosso blog e fique ligado em mais artigos sobre segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.