O transporte rodoviário é predominante no Brasil e movimenta a economia nacional realizando o deslocamento de cargas e pessoas

Transporte Rodoviário: o que é e quais as características?

O transporte rodoviário no Brasil é responsável por uma grande parcela do transporte de cargas e passageiros. 

Ele é um dos principais meios de transporte utilizados pelas indústrias e empresas, e também é uma opção popular para o transporte pessoal. 

Dados da Confederação Nacional do Transporte indicam que 60% de tudo o que é produzido no Brasil é transportado pelo modal rodoviário, revelando com clareza qual é a importância do transporte rodoviário na cadeia de suprimentos.

Dada sua força e alcance, é importante conhecer os desafios enfrentados pelas empresas no setor de transporte rodoviário, suas características, além de vantagens e desvantagens. Continue a leitura para ficar por dentro destas informações. 

O que é transporte rodoviário?

O transporte rodoviário é o transporte de pessoas, mercadorias e bens em veículos terrestres, como carros, caminhões, ônibus e vans, por meio de rodovias, estradas e ruas. 

É uma forma flexível e versátil de transporte, que permite a entrega de mercadorias em locais específicos, com rapidez e eficiência.

No entanto, é importante lembrar que, assim como qualquer meio de transporte, é preciso seguir as leis e regulamentações de trânsito para garantir a segurança nas estradas.

Cerca de 60% dos deslocamentos de pessoas nas cidades são realizados por meio de transporte público urbano, representando aproximadamente 59 milhões de passageiros diariamente. 

Já em relação ao transporte de cargas rodoviário, este modal é conduzido por caminhões provenientes de empresas transportadoras ou de cargas próprias, além de transportadores autônomos. 

Destes três operadores, os autônomos representam 70% da frota que circula pelo País, conforme a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logísticas.

Com ampla penetração em todo o território brasileiro, o transporte rodoviário permite a entrega rápida de mercadorias desde seu impulsionamento nos anos 1950, tornando este modal o responsável pelo abastecimento de toda a população brasileira. 

Quais são os meios de transporte rodoviário? 

Os meios de transporte rodoviário mais comuns no Brasil são carros, caminhões, ônibus e vans. Cada um desses veículos é projetado para atender a necessidades específicas, desde o transporte de passageiros até o de grandes cargas.

Carros são utilizados principalmente para deslocamento pessoal e ainda para o transporte de pequenas cargas. 

Já os caminhões são veículos maiores, cuja finalidade é o transporte de mercadorias e bens em grandes quantidades. Eles são divididos em diferentes categorias, como caminhões leves, médios e pesados.

Os ônibus realizam o transporte de passageiros em grandes quantidades, seja em viagens de longa distância ou em serviços urbanos, além de cargas pequenas. 

As vans, por sua vez, são veículos menores, que podem transportar um número limitado de passageiros e pequenas cargas.

Características do transporte rodoviário 

Uma das principais características do transporte rodoviário é a sua versatilidade. As estradas brasileiras estão bem estruturadas — com milhões de quilômetros pavimentados — e permitem que diferentes tipos de veículos possam trafegar com facilidade, desde pequenos utilitários até caminhões de grande porte. 

Além disso, o transporte rodoviário pode atender diferentes tipos de cargas, como produtos perecíveis, materiais perigosos e cargas indivisíveis.

Outra vantagem é a sua flexibilidade. As empresas de transporte rodoviário podem oferecer diferentes tipos de serviços, desde a coleta e entrega de cargas em pontos específicos até o transporte de cargas fracionadas em rotas pré-definidas. 

Essa flexibilidade permite que as empresas atendam às necessidades específicas de cada cliente, adaptando-se às suas demandas e oferecendo um serviço personalizado.

Desafios enfrentados pelas empresas no setor de transporte rodoviário

Apesar de suas características positivas, há uma série de desafios enfrentados pelas empresas no setor de transporte rodoviário, que podem comprometer sua eficiência e a qualidade do serviço prestado. 

Um dos principais pontos é a infraestrutura deficiente das estradas brasileiras. A falta de investimentos em manutenção e melhorias nas rodovias pode aumentar os custos operacionais das empresas e afetar a segurança dos motoristas e das cargas transportadas.

Outro desafio enfrentado pelo setor é a falta de segurança nas estradas. O roubo de cargas é um problema grave no Brasil e as empresas de transporte rodoviário precisam adotar medidas de segurança eficientes para proteger suas cargas e seus motoristas.

Também há a violência nas estradas e a desrespeito às leis de trânsito, que podem aumentar o risco de acidentes e prejudicar a reputação das empresas.

A regulação do setor também é um obstáculo para as empresas do setor. As exigências legais, fiscais e ambientais podem ser complexas e onerosas, aumentando os custos operacionais das companhias. 

Já a competição acirrada neste mercado pode dificultar a manutenção de preços competitivos sem comprometer a qualidade do serviço.

Vantagens do transporte rodoviário  

Com sua ampla popularidade e penetração em todo o território nacional, é fácil entender qual é a importância do transporte rodoviário na cadeia de suprimentos. 

Confira a seguir alguns de seus principais benefícios:

Acesso a áreas remotas

Uma das maiores vantagens do transporte rodoviário no Brasil é sua capacidade de alcançar áreas remotas. Isso é especialmente importante em um país tão grande quanto o nosso, onde muitas regiões não têm acesso a outros meios de transporte, como ferrovias ou hidrovias.

Flexibilidade

Outra vantagem é a flexibilidade que ele oferece. Diferentemente dos outros meios de transporte, os caminhões podem chegar a qualquer lugar, a qualquer hora, sem a necessidade de seguir uma rota predeterminada ou esperar por um horário específico.

Agilidade

O transporte rodoviário é geralmente mais rápido do que outros meios de transporte, como ferrovias e hidrovias. Isso ocorre porque os caminhões podem fazer entregas diretamente aos clientes, sem a necessidade de transbordo em diferentes modais.

Custo

O transporte rodoviário é geralmente mais barato do que outros meios de transporte, como ferrovias e hidrovias, para cargas de pequeno e médio porte. Isso ocorre porque a infraestrutura rodoviária já está estabelecida em todo o país, enquanto outros modais ainda estão em fase de desenvolvimento.

Desvantagens do transporte rodoviário 

Mas é claro que nem tudo pode ser encarado positivamente e, além dos desafios já abordados, este meio também apresenta diversas desvantagens, seja para empresas ou clientes. Veja abaixo:

Congestionamentos

Um dos principais problemas do transporte rodoviário no Brasil é o congestionamento nas estradas. Isso ocorre principalmente em grandes cidades, onde o tráfego de veículos é intenso e pode causar atrasos significativos na entrega de cargas.

Segurança

O transporte rodoviário também apresenta riscos de segurança, como acidentes de trânsito e roubos de cargas. Embora esses problemas afetem outros meios de transporte, a frequência e a gravidade dos incidentes rodoviários são maiores.

Impacto ambiental

Este meio é uma das formas mais poluentes de movimentação de cargas e passageiros. Tudo porque os caminhões emitem grandes quantidades de gases de efeito estufa, como dióxido de carbono, que contribuem para as mudanças climáticas.

Limitação de capacidade

O transporte rodoviário é limitado em termos de capacidade. Os caminhões têm uma capacidade limitada em termos de peso e volume, o que significa que grandes cargas precisam ser divididas em várias remessas ou deslocadas por outros meios de transporte.

Por que o transporte rodoviário é o mais utilizado no Brasil?

São vários os fatores que tornam o transporte rodoviário o modal mais utilizado no Brasil e as políticas públicas implementadas desde os anos 1920, como visto no tópico anterior, são algumas das responsáveis por este cenário. 

A abertura do País para a indústria automobilística é também um ponto relevante desta equação. Houve pressão deste setor para o governo investir na expansão das rodovias. 

Paralelamente, o Brasil foi se tornando uma nação cada vez mais industrial, o que criou uma cadeira produtiva que alimentou ainda mais a necessidade do transporte de cargas rodoviário. 

A construção de grandes e modernas rodovias, que interligam importantes centros urbanos, estados e até mesmo regiões, também foi determinante para a consolidação deste modal, bem como a criação da capital Brasília no interior do País. 

Por outro lado, as ferrovias sofreram um forte sucateamento, especialmente pelo baixo investimento em sua manutenção. Isso também contribui para que as rodovias ganhassem mais representatividade.

Hoje em dia, a frota nacional de caminhões em circulação atinge 70% do total do transporte rodoviário e tem em média 15 anos. 

Justamente esse grande volume de caminhões e outros tipos de veículos nas estradas é uma das causas dos problemas no transporte rodoviário. 

Além de acidentes de trânsito que culminam em cerca de seis mil mortes anualmente, segundo o Painel CNT de Consultas Dinâmicas de Acidentes Rodoviários, há um custo bastante elevado tanto para os caminhoneiros quanto para o próprio governo.

Como a tecnologia impacta no setor de transporte rodoviário

O setor de transporte rodoviário tem passado por grandes transformações graças ao avanço da tecnologia. As inovações tecnológicas estão mudando a forma como os veículos são fabricados, mantidos e operados, tornando o transporte rodoviário mais eficiente e seguro.

 Além disso, a tecnologia é uma resposta importante para como a eficiência energética pode ser melhorada no transporte rodoviário, especialmente por meio da eletrificação. 

Os veículos elétricos estão se tornando cada vez mais populares, graças à sua capacidade de reduzir as emissões de gases poluentes. 

Esses automóveis também são mais eficientes em termos de combustível, ajudando a reduzir os custos de operação e tornar o transporte mais sustentável.

Outra tendência em alta no setor de transporte rodoviário é a logística inteligente, com a utilização da tecnologia para melhorar a gestão da cadeia de suprimentos. 

O emprego de sistemas de rastreamento e monitoramento em tempo real aumenta a eficiência do transporte, a segurança dos colaboradores e mercadorias, além de reduzir custos substancialmente.  

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Dúvidas frequentes sobre o transporte rodoviário

O que é o transporte rodoviário?

O transporte rodoviário é o deslocamento de pessoas ou cargas utilizando estradas ou rodovias através de veículos.

Quais as vantagens do transporte rodoviário?

Algumas vantagens do transporte rodoviário são: agilidade para entrega de cargas em curtas e médias distâncias, integração com todas as regiões e estados do país e entrega diretamente no ponto especificado.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *