Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Mesmo com inúmeras boas práticas e dicas de trânsito, o Brasil é hoje é um dos países com mais mortes nas estradas no mundo – e boa parte disso é culpa de uma falta de conscientização no trânsito. 

Sendo motoristas profissionais, ou não, são mais de 33 mil mortes por ano, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde. 

Isso para não falar na quantidade de pessoas feridas e de gastos causados por acidentes de trânsito em todo o País, causando prejuízos sociais e econômicos irreparáveis.

Para reverter esses problemas, é preciso cada vez mais adotar posturas de direção defensiva e trânsito seguro. Ainda mais se você dirige profissionalmente ou é o gestor de frotas de alguma empresa.

Então como queremos ajudar a diminuir o perigo na direção, preparamos a seguir, posturas simples de conscientização no trânsito podem ajudar a evitar acidentes e multas.

Além disso, vai ver como dicas de direção segura e de bons hábitos na hora de conduzir podem evitar estresse ao volante e garantir uma direção mais harmoniosa. Vamos lá? 

dicas de direção segura e de bons hábitos na hora de conduzir

Dicas básicas para direção segura no trânsito

Ter bons hábitos de direção defensiva é algo importante para qualquer motorista. 

Não é só uma questão de gentileza: desde 2005, aulas sobre o tema são obrigatórias em qualquer Curso de Formação de Condutores (CFC), processo necessário para quem deseja conduzir um veículo no Brasil. 

É um método que não só cuida dos riscos, mas se antecipa ao risco, evitando acidentes e problemas. 

Muitos motoristas, no entanto, podem se esquecer dessas práticas ao longo do tempo, de maneira que é bom recordá-las sempre. Vamos a algumas delas!

  • Cuidado com pedestres, ciclistas e motoqueiros: um acidente é quase sempre uma questão de impacto de um veículo com outro. Veículos maiores têm a tendência de serem menos afetados numa colisão, o que faz com que a atenção com pedestres e veículos menores tenha de ser ainda maior – afinal, podem ser ainda mais impactados por qualquer problema. 
  • Respeite os limites de velocidade: além de ser uma infração no Código de Trânsito Brasileiro, dirigir além da velocidade permitida também é um problema de direção defensiva. Um condutor que está mais rápido tem menos tempo para agir no caso de um perigo aparecer à frente. Respeitar o limite, assim, é também uma forma de ajudar num trânsito mais seguro. 
  • Sinalize antes de realizar uma ação: mais do que apenas se comportar bem no trânsito, o bom motorista é aquele que também ajuda outros motoristas a evitarem riscos. Assim, sempre que for fazer uma manobra, sinalize a quem está ao seu redor o que vai fazer – como frear, ultrapassar um carro ou fazer uma curva. 
  • Esteja atento à sinalização: assim como é importante sinalizar o que será feito para outros motoristas, é importante prestar atenção à sinalização das vias. Placas ou pinturas sobre velocidade e curvas podem ajudar muito os motoristas a adotarem posturas mais conscientes no volante.
  • Mantenha distância segura do veículo à frente: essa é uma postura de trânsito seguro super importante para evitar engavetamentos. Quem respeita uma distância do veículo da frente pode ter tempo suficiente para reagir ou frear no caso de um imprevisto acontecer a alguns metros. Em condições adversas, como chuva ou neblina, essa postura é ainda mais importante. 
  • Tome cuidado com cruzamentos: outra medida super importante para evitar acidentes é ser prudente com cruzamentos, independentemente deles terem faróis ou não. Sinalizar que você está ali para um carro que vem na direção contrária ou parar antes de atravessar são duas formas importantes de evitar acidentes. 
  • Use as luzes corretamente: cada lanterna e luz específica do seu veículo tem uma finalidade própria. Saber qual delas deve ser usada em situações de viagem é importante – afinal, luzes também são sinalizações. 
  • Dê a preferência: como diz o ditado, gentileza gera gentileza. Uma boa forma de exercer uma direção não só mais segura, mas também mais amigável e deixar o trânsito menos estressante é dar a preferência para outros veículos quando você achar necessário. 

Boas práticas para aumentar a segurança no trânsito

A segurança no trânsito não acontece só quando o motorista está com as mãos no volante. Acontece também antes de entrar no carro e depois de sair dele.

Por isso, preparamos uma lista de dicas para conscientização no trânsito que nenhum motorista, sendo profissional ou não, pode esquecer! 

  • Sempre use o cinto de segurança: ele está em todos os veículos e, além de ser lei, é também uma das melhores formas de reduzir danos em caso de acidentes. Além disso, incomoda muito menos do que qualquer sequela que uma colisão grave pode causar. 
  • Não use o celular quando estiver dirigindo: é uma verdade que a tecnologia pode ajudar muito os motoristas. Aplicativos de rotas ou para controlar gastos com combustível podem ser bastante úteis. Mas o uso do celular ao dirigir também pode ser um grande problema e roubar a atenção preciosa do motorista, que deve estar sempre na estrada. 
  • Álcool e direção não combinam: quem nunca ouviu a frase de conscientização no trânsito “se beber não dirija” que atire a primeira pedra. O álcool pode ser ótimo na hora da festa ou de uma comemoração, mas ele é um dos maiores vilões da direção. O mesmo vale para alguns remédios e drogas que alteram a percepção – se você faz uso de medicamentos controlados, converse com seu médico para saber se pode dirigir enquanto faz o tratamento. 

Descubra como o sistema para gestão de frotas com rastreamento e monitoramento veicular da Cobli pode ajudar sua operação!

Por que essas dicas são importantes para quem é motorista profissionais? 

Se para motoristas comuns essas regras e dicas de segurança no trânsito são importantes, para motoristas profissionais elas são ainda mais relevantes. 

Isso porque esses profissionais dependem do que fazem na frente do volante para ganhar seu dinheiro e cuidar de suas famílias

Logo, cuidar para que o trânsito seja mais seguro é também uma questão de segurança do trabalho e de exercer suas atividades com mais confiança. 

Além disso, vale dizer que várias das dicas acima também são regras de trânsito importantes e podem evitar multas, algo que nenhum motorista profissional deseja ter. 

Isso porque as multas, além de pesarem no bolso, também podem fazer com que o motorista não possa exercer sua profissão – o que acontece caso ele acumule 20 pontos na carteira ao longo de um ano. 

Por isso, todo cuidado é pouco.

Esta publicação te ajudou? Confira outras explicações sobre gestão de frotas por aqui.

Monitoramento de frota - Dicas de trânsito: conscientização para motoristas profissionais
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário