O que é uma empresa de telecomunicação e o que ela faz?

O nome empresa de telecomunicação é auto explicativo, no entanto, não deixa claro quais são as formas de comunicação que esse tipo de empreendimento promove e os serviços prestados.

Quando se fala em telecomunicações, existem vários meios para transmitir dados, vídeo e voz. Inclusive, a tecnologia expandiu as possibilidades para a realização dessa troca de informações.

Neste texto você irá entender o que faz uma empresa de telecomunicações, suas atribuições, principais segmentos, os empreendimentos mais conhecidos do setor no Brasil e conferir dicas para uma gestão eficiente. Boa leitura!

Telecomunicações: o que é?

O ser humano tem como uma de suas características a necessidade de comunicação. A troca de informações é importante desde os primórdios da humanidade e foi evoluindo com o passar do tempo.

Sons, sinais, gestos e desenhos eram usados na pré-história como forma de comunicação. Esse foi o estágio inicial de um processo que hoje realizamos através de dispositivos ultra modernos e com apenas alguns cliques.

A palavra telecomunicação começa com o prefixo grego “tele”, que significa longe. Logo, representa todas as formas de comunicação realizadas à distância, de um ponto a outro, por meio de sistemas específicos.

Uma empresa de telecomunicação promove o controle, implementação e gestão dos diversos sistemas de comunicações.

Existe um ramo da engenharia elétrica dedicado às telecomunicações, sua função é atuar no desenvolvimento, aprimoramento e gerenciamento dos diferentes sistemas de comunicação existentes.

São exemplos de meios de comunicação à distância: telefone fixo e móvel, transmissão de dados via internet fixa e móvel, além de rádio e televisão.

O que é uma empresa de telecomunicações?

Uma empresa de telecomunicação, também chamada de telecom, é um empreendimento especializado em um ou mais meios de comunicação, podendo atuar na prestação de serviços, comunicação sem fio e equipamentos.

Podemos citar como exemplo uma companhia especializada em telefonia e internet móvel, por exemplo, serviços que fazem parte da rotina de grande parte das pessoas e empresas.

Afinal, o que faz uma empresa de telecomunicações?

O setor de telecomunicações é bastante abrangente, então uma empresa pode atuar em diferentes segmentos.

Veja a seguir quais são as suas principais atribuições desses empreendimentos.

Operadora

A operadora é o tipo de empresa de telecomunicação mais conhecida pelas pessoas, afinal, mantém contato direto com o público através de canais de venda, serviço de atendimento ao cliente e publicidade.

No passado, o serviço oferecido pelas operadoras se resumia à telefonia fixa. Hoje, o portfólio foi ampliado, incluindo também os vários tipos de internet (a cabo, banda larga, fibra óptica, móvel etc), além da telefonia móvel.

Equipamentos e instalações

Para que a comunicação à distância possa acontecer, é preciso contar com equipamentos específicos e a sua devida instalação. Afinal, são eles que recebem o sinal e possibilitam a transmissão de dados, imagens e voz.

São exemplos de equipamentos de telecomunicação: linhas de fibra óptica, centrais PABX (central telefônica para comunicação interna em empresas) e aparelhos para segurança eletrônica.

Existem empreendimentos especializados em equipamentos e instalações para telecomunicação, assim, lidam com a parte tangível dos serviços.

Manutenção e infraestrutura

Por fim, há um tipo de empresa de telecomunicações com especialidade em manutenção e infraestrutura, serviços fundamentais para levar os serviços para diferentes regiões.

O cabeamento para a transmissão de sinais diversos, como de telefone e internet, é um exemplo de serviço relacionado à infraestrutura.

Empresa de telecomunicações Brasil: quais são as principais?

O mercado de telecomunicações está em alta no Brasil. Com a pandemia, a internet, que já era parte da vida dos brasileiros, conquistou um espaço de maior destaque.

Com isso, os serviços de banda larga apresentaram um crescimento expressivo, passando de 36,3 milhões de assinantes em dezembro de 2020 para 41,4 no final de 2021, um crescimento de 14%.

Nosso país conta com um número significativo de empresas de telecomunicação, chegando a mais de 04 mil. No entanto, a imensa maioria opera apenas regionalmente.

A indústria de Telecom consiste em três subsetores básicos: equipamentos de telecomunicações, serviços de telecomunicações e comunicação sem fio.

Se formos considerar apenas as companhias com operação nacional, esse número reduz drasticamente, caindo para quatro, sendo elas: Vivo, Tim, Claro e Oi.

A divisão de telefonia móvel da Oi foi vendida para as outras três operadoras em uma transação concluída em abril de 2022.

Dicas de gestão para empresa de telecomunicação

Embora as empresas de telecomunicações mais conhecidas sejam as de atuação nacional, existem negócios muito bem-sucedidos que operam regionalmente.

Se você tem um empreendimento que faz parte desse setor, irá gostar das dicas que vamos compartilhar. São ações com grande potencial para tornar o negócio mais produtivo e lucrativo, acompanhe!

1. Coloque o cliente no centro

Os serviços oferecidos por uma empresa de telecomunicação impactam diretamente na vida dos clientes, incluindo a realização de atividades pessoais e profissionais.

O grande objetivo do seu empreendimento deve ser vê-los satisfeitos, assim, todos os outros resultados serão uma consequência disso.

2. Simplifique processos

O caminho que leva à satisfação e fidelização de clientes passa pela eficiência dos processos. Para isso, é necessário mapeá-los para identificar a necessidade de aperfeiçoar ou eliminar etapas desnecessárias da operação.

3. Avalie a concorrência

Ter atenção ao que a concorrência está fazendo é fundamental, especialmente em um mercado concorrido como o de telecomunicações.

Qualidade, bons preços e atendimento não são mais considerados diferenciais, então, é preciso entender o que os concorrentes estão oferecendo para traçar estratégias e se destacar.

4. Capacite a equipe

O mercado de telecom de modo geral está evoluindo constantemente e é imprescindível contar com uma equipe de colaboradores atualizada e pronta para lidar com as tecnologias mais recentes.

5. Invista em tecnologia

Não dá para falar de telecomunicações sem citar a tecnologia. Em empresas do ramo ela não deve estar presente apenas na atividade-fim, mas também em todos os recursos que contribuam para o aumento da eficiência.

Temos como exemplo o case da Sempre Internet, que presta serviços variados, como: internet para pessoas físicas e empresas, data center, infraestrutura, tecnologia da informação e outros.

Além de investir em tecnologia para prestar serviços de qualidade, a empresa estendeu essa estratégia para a gestão de frota, contando para isso com a ajuda do sistema Cobli.

Assim, os responsáveis conseguem acompanhar a localização dos colaboradores, gerenciar os veículos e fazer a roteirização para atendimentos em domicílio de maneira inteligente.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.