transporte de carga seca

Caminhão x Carreta: quais as diferenças?

É muito importante saber que existem diversos caminhões, diferentes tipos de carreta e que cada um deles é adequado para transportar uma carga específica.

Caminhão não é tudo igual. Não é porque você tem um veículo com carroceria que pode transportar algum tipo de carga e trafegar em qualquer lugar.

O Conselho Nacional de Trânsito (Cotran) estabelece regras claras quanto aos tipos de caminhão adequados ao transporte de determinadas cargas autorizados a transitar em rodovias e no perímetro urbano.

Nesse sentido, o Cotran divide os caminhões conforme o número de eixos do cavalo mecânico e do semirreboque.

O objetivo dessas regulações é garantir a segurança dos motoristas, de quem trafega pelas estradas e também, para cuidar da manutenção da infraestrutura rodoviária. 

Então, se você deseja entender melhor sobre o assunto e saber mais sobre os tipos de carreta, acompanhe a leitura!

Qual a diferença entre caminhão e carreta?

Apesar da semelhança, saber a diferença entre caminhão e carreta pode gerar certa confusão. No entanto, é fundamental entender que os dois não são a mesma coisa.

Um caminhão é um veículo composto por uma cabine, motor e a carroceria onde a carga é armazenada e transportada. A carroceria pode ter vários modelos, podendo ser aberta, fechada ou equipada.

Existem vários tipos de carreta, sendo cada uma utilizada para o transporte de diversas mercadorias.

Por outro lado, uma carreta possui um cavalo mecânico, rodas de tração, motor e podem ser articuladas, contendo unidades de carga separadas e ligados por meio de um engate.

Assim com o caminhão, existem vários tipos de carretas, sendo elas compostas por um ou mais semirreboques, dependendo da necessidade.

Quais são os tipos de caminhões?

Agora que já sabemos a diferença entre um caminhão e uma carreta, vamos conferir alguns dos tipos mais comuns de caminhões.

Veículo Urbano de Carga (VUC)

O VUC é um caminhão de pequeno porte, adequado a trajetos urbanos. Possui largura máxima de 2,2 metros, comprimento máximo de 6,3 metros, capacidade para transportar até três toneladas e limite de emissão de poluentes.

Toco ou caminhão semipesado

Possui apenas um eixo simples na carroceira, isto é, um eixo frontal e um eixo traseiro de rodagem simples. Capaz de transportar até seis toneladas, tem até 14 metros de comprimento.

Truck ou caminhão pesado

Possui eixo duplo na carroceria, isto é, dois eixos juntos, o que permite ao veículo transportar cargas mais pesadas e ter um desempenho melhor. A força do motor é recebida por um dos eixos traseiros.

Consegue transportar de 10 a 14 toneladas e pesa até 23 toneladas. Assim como o caminhão toco, tem 14 metros de comprimento.

Quais são os principais tipos de carreta?

Carretas são veículos divididos em duas partes: uma delas concentra a força motriz (motor), as rodas de tração e a cabine do motorista, enquanto a outra parte recebe a carga.

A parte motriz é chamada de cavalo mecânico, ao qual podem ser acoplados diferentes módulos de carga. Vejamos alguns tipos de carreta:

Cavalo mecânico ou caminhão extrapesado

Possui cavalo mecânico com eixo simples (duas rodas de tração) e pode ser usado com vários tipos de semirreboque, dependendo da carga que será transportada.

Cavalo mecânico trucado ou LS

Funciona como o caminhão extrapesado, com a diferença de que possui eixo duplo, o que permite transportar cargas maiores. Isso porque o peso da carga do semirreboque é distribuído por mais rodas, e a pressão exercida por cada uma delas no asfalto é menor.

Carreta 2 eixos

Entre os muitos tipos de carreta, há essa com um cavalo mecânico e um semirreboque, cada um deles com dois eixos. Pode pesar até 33 toneladas e mede até 18,15 metros de comprimento.

Carreta 3 eixos

Possui um cavalo mecânico simples, de dois eixos, e um semirreboque de três eixos. Chega a pesar 41,5 toneladas e alcança até 18,15 metros de comprimento.

Carreta cavalo trucado

Além do cavalo mecânico trucado, possui um semirreboque de três eixos. Mede até 18,15 metros de comprimento e pesa até 45 toneladas. 

Bitrem ou treminhão

É composto por sete eixos, o que o permite transportar até 57 toneladas. Seus semirreboques podem ser tracionados por um cavalo mecânico trucado. 

Rodotrem

É uma combinação de dois veículos de carga, dois bitrens. Possui nove eixos e pesa até 74 toneladas. Os dois bitrens são ligados por uma unidade de articulação chamada dolly. 

A combinação dos dois bitrens só pode ser tracionada por um cavalo mecânico trucado. Esses tipos de carreta precisam de uma Autorização Especial de Trânsito (AET) para rodar.

Carreta baú

Esse tipo de carreta é totalmente fechada, facilitando o transporte de itens de alto custo ou mais fragilizados. Isso porque a mercadoria não sofrerá com alterações do clima e estarão totalmente protegidas.

Carreta Sider

Essa é uma ótima opção para quem transporta mercadorias que ocupam maiores espaços, pois sua carroceria permite uma melhor acomodação e fácil acesso na hora da carga e descarga.

Geralmente os itens são colocados em pallets e racks, sendo o fechamento da carreta realizado com lonas retráteis.

Carreta prancha

A carreta prancha possui as laterais abertas e sem gradeamento. Esse modelo é mais resistente, sendo utilizado para o transporte de máquinas pesadas como escavadeiras, tratores, entre outros.

Mercadorias que não podem ser desmontadas, são geralmente transportadas em carretas do tipo prancha.

Carreta basculante

Usada normalmente para o transporte de areia e outros minerais, já que possui um sistema manual ou hidráulico que permite que uma das extremidades erga para o escoamento da carga.

Carreta tanque

Esse tipo de carreta é utilizada para o transporte de líquidos, como leite, água, combustível, entre outros.

Carreta cegonha

Muito conhecida por ser usada para o transporte de carros de passeio, essa carreta possui um cavalo mecânico e um implemento chamado de cegonheira.

Carreta graneleira

Muito conhecida no agronegócio, esse tipo de carreta é usada para o transporte de grãos e insumos. Geralmente é coberta por uma lona que fica presa em volta do veículo.

Por que é importante entender a diferença entre caminhão e os tipos de carreta?

Escolher um caminhão inadequado para determinada carga ou insistir que um veículo transporte peso excessivo é perigoso e também gera prejuízos.

Isso porque as manutenções e os consertos serão mais frequentes, o custo com troca de peças e pneus também aumentará, além de aumentar o risco de levar alguma multa por estar fora da conformidade.

Se um caminhão estiver trafegando com excesso de carga, a pressão sobre os pneus será maior, o que também contribuiu para um desgaste mais acelerado do asfalto das estradas. 

Por outro lado, escolher um caminhão cuja capacidade de carga é maior do que você realmente precisa também pode gerar custos desnecessários e que podem ser evitados.

Por exemplo, se você quiser transportar uma carga de três ou quatro toneladas, precisará de um caminhão com determinadas características. E não vale recorrer a esse mesmo caminhão para transportar dez ou mais toneladas. 

Caminhões menores e mais ágeis, como o toco, são recomendados para rodar nas cidades, recolhendo lixo ou entregando mercadorias, como gás e alimentos. 

Caminhões maiores, como alguns tipos de carretas, que como já citamos, são veículos divididos em uma parte que reúne o motor, as rodas e tração e a cabine do motorista, e outra que sustenta a carga, são adequados para transportes pesados. 

Por fim, saber diferenciar os tipos de carretas e caminhões podem auxiliar na hora de fazer um investimento assertivo. Assim, é possível escolher o modelo certo para o tipo de serviço que sua empresa oferece.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *