Post atualizado em

Cuidar de logística não é só estudar as melhores rotas e cuidar do bom estado dos veículos. É também analisar e organizar todas as atividades realizadas por eles. No caso de empresas com demanda de entrega e retirada, é imprescindível orquestrar o transporte das cargas. Neste texto, vamos falar sobre como transportar carga frágil e carga pesada.

A forma como um produto ou matéria prima deve ser acomodada pode fazer toda a diferença durante a viagem. Além disso, o tipo de veículo utilizado também deve ser pensado com cuidado:

Carga frágil

carga fragil 1024x440 - Carga frágil e carga pesada: dicas para transportarCaracterísticas
Cargas frágeis precisam ser armazenadas isoladamente, com atenção a condições especiais de empilhamento e ventilação. Além disso, em alguns casos, é preciso tomar cuidado com o calor e a umidade. Por isso, estude bem as características da mercadoria antes de transportá-la, bem como se existe alguma regulamentação vinculada.

Equilíbrio

Se o transporte misturar tipos de cargas, coloque as embalagens com produtos frágeis no topo das colunas e não esqueça de organizá-las por ordem de retirada. Além disso, ao empilhá-las, certifique-se de que tudo está bem fixado, para dar mais estabilidade e segurança.

Leia mais:
Técnico de elevador não pode chegar atrasado

Também é importante respeitar os limites do veículo. Não o sobrecarregue com excesso de peso. A segurança do transporte deve valer para tudo e todos que participam do processo. A carga precisa ser acomodada de maneira uniforme sobre todos os eixos, deixando a parte mais pesada no meio. Esse procedimento evita que o caminhão fique mais pesado de um só lado e ocorra o desabamento de carga na via.

Procure sempre ter essas recomendações registradas por escrito para assegurar o cumprimento do protocolo.

Embalagens adequadas

As caixas utilizadas para armazenar cargas frágeis devem ser adequadas à suas necessidades, sendo preferencialmente mais rígidas e resistentes. É recomendado, também, apostar em modelos do mesmo tamanho para um mesmo produto, para facilitar o empilhamento.

Para o interior dessas embalagens, aposte em plástico bolha, papel amassado ou isopor. Esses materiais ajudam no preenchimento de espaços vazios e diminuem impactos entre os produtos.

Tudo isso vale para embalagens individuais também!

Identificação

Uma carga frágil deve ser identificável à primeira vista. Não esqueça de utilizar marcação nas caixas, em letras grandes e com a maior visibilidade possível. Esse procedimento evita transtornos em caso de quedas ou imprevistos e facilita as providências a serem tomadas – como o caso do armazenamento.

Carga pesada

carga pesada 1024x439 - Carga frágil e carga pesada: dicas para transportarModal

Cargas pesadas exigem veículos robustos que suportem o material a ser transportado. Por vezes, é até preciso utilizar aviões e navios cargueiros. Para definir qual o modal ideal, deve-se responder a algumas questões importantes:

– A entrega é urgente ou o produto possui algum prazo de validade?

– Qual modal consegue chegar à região do ponto final?

– O veículo garante a integridade da carga até seu destino final?

Adaptação

Em geral, as mercadorias pesadas são peças únicas e de grandes proporções que precisam de ajustes especiais nos veículos a partir de suas características específicas. Essa adequação deve ser muito bem calculada, reduzindo ao máximo as possibilidades de avarias e acidentes.

Você também pode se interessar por:
2 maneiras de calcular a depreciação da frota

Além disso, no caso dos caminhões, o peso precisa ser bem distribuído entre os eixos para evitar problemas nos postos de pesagem em rodovias.

Reforço

Cargas com peso líquido acima de 30 toneladas requerem equipamentos especiais, com cavalos mecânicos reforçados. Alguns veículos são projetados especialmente para auxiliar nessa questão:

– A carreta tipo “lagartixa” é para cargas altas

– A carreta extensiva é para cargas muito compridas

– Caminhões munk já vêm com guindaste acoplado para acondicionar e retirar a carga de dentro de outros veículos.

Leia também:
Cinco tecnologias que prometem mudar a mobilidade
Os 5 principais vícios ao volante

Esse conteúdo te ajudou? Confira outras dicas sobre logística no blog da Cobli.

Rastreamento de Frota

Escreva um Comentário