Post atualizado em

Antes de mais nada, evite confusões: quando falamos em cargas fracionadas não estamos falando em dividir uma carga, reparti-la, mas, sim, em dividir o espaço do veículo responsável pelo transporte.

O que é carga fracionada?

Carga fracionada é o nome recebido pelas operações de transporte nas quais os produtos remetidos ocupam apenas uma parte do espaço disponível do caminhão, possibilitando que o restante do espaço seja ocupado por cargas de outros clientes, mas com características e destino semelhantes, é claro. Nesses casos, o valor do transporte – o frete – é proporcional é ao espaço ocupado por cada carga no caminhão e dividido entre todos os clientes.

Para facilitar o entendimento, vamos dar um exemplo: imagine que você precisa enviar uma quantidade razoavelmente pequena de determinado produto de Curitiba para Belém. Em vez de escalar um caminhão inteiro para levar tão pouca carga, você pode optar pela carga fracionada, ou seja dividir o espaço e os custos do caminhão com outra empresas que também precisam despachar produtos para Belém ou outras cidades no caminho. Essa opção reduzirá bastante os custos, uma vez que eles serão divididos entre todas as empresas cujos produtos ocuparem o caminhão.

E carga completa?

Carga completa é o contrário de carga fracionada. É quando uma empresa opta por pagar por um veículo que transporte apenas a sua carga, independente do quanto de espaço ela ocupa no caminhão. Nesses casos, a empresa vai arcar sozinha com o valor total do frete. Esse tipo de transporte sai mais caro, mas é necessário em situações específicas, como a remessa de produtos químicos ou cargas perigosas.

O objetivo da carga fracionada é buscar eficiência e economia. Esse tipo de transporte permite a várias empresas, que vendem produtos parecidos e para os mesmos destinos (ou destinos diferentes ao longo de uma rota), dividir os custos do transporte. É extremamente interessante para empresas que trabalham com e-commerce, ou seja, com vendas online, e costumam remeter cargas razoavelmente pequenas para os destinos mais diversos. Se tivessem que optar sempre pela carga completa, o trabalho dessas empresas poderia se tornar financeira e logisticamente inviável.

Segurança e cuidados na logística de cargas fracionadas

Carga fracionada não é só enfiar um monte de produtos diferentes com o mesmo destino, ou destinos próximos, em um caminhão. Alguns cuidados, especialmente com a segurança do transporte, são essenciais. Os produtos transportados no mesmo veículo devem ser compatíveis, ter características semelhantes. Ou seja: não vale, por exemplo, transportar alimentos perecíveis junto com remédios ou algum produto potencialmente tóxico. É preciso tomar muito cuidado para que uma carga não danifique ou contamine a outra durante o transporte.

Importância do cronograma na logística de cargas fracionadas

Como em todas as operações de transporte, é importante não descuidar jamais do cronograma e cumprir rigorosamente os prazos acordados com os clientes. Esse compromisso deve ser redobrado quando se trata de carga fracionada, porque os clientes podem ser vários, assim como as paradas. Ou seja: é preciso respeitar os prazos combinados com mais de um cliente, o que exige mais atenção ao cronograma. Afinal, se uma entrega atrasar, todas as demais entregas, distribuídas ao longo da rota, podem atrasar também, multiplicando os problemas e a insatisfação dos clientes.

Quais os desafios enfrentados pela logística de carga fracionada?

Elaborar rotas, seguir cronogramas e concluir quais tipos de produtos podem ser transportados juntos não são suficientes para que o transporte de carga fracionada seja bem-sucedido. Vamos ver alguns desafios a ser superados por quem trabalha com carga fracionada:

Infraestrutura das rodovias

Quando transporta carga fracionada, é comum que o caminhão faça várias paradas ao longo de uma rota e se esforce para cumprir um cronograma rígido. Estradas em condições ruins podem dificultar as coisas, obrigando-o a seguir rotas alternativas ou diminuir a velocidade por conta de problemas como má sinalização e asfalto esburacado. Vale a pena elaborar um cronograma com alguma margem de atraso para evitar que rodovias em más condições comprometam a pontualidade das entregas.

Segurança das estradas

Roubo de carga é um problema sério nas estradas brasileiras. Quando carga é fracionada pode ser ainda pior, porque é possível que os produtos de mais de um cliente acabem roubados. Para evitar riscos e reduzir prejuízos, é importante tomar algumas providências: monitore seus veículos em tempo real por meio de um rastreador que permita o contato com o motorista em casos de emergência, treine seus motoristas para enfrentar situações inesperadas e de risco, planeje rotas que evitem estradas onde roubos de carga são frequentes.

Redução do prazo de entrega

Acostumados à rapidez da tecnologia, os clientes estão exigindo prazos de entrega cada vez mais enxutos, o que obriga as empresas a se adaptarem. Quando o transporte é de carga fracionada, é importante estar ainda mais atento aos prazos, uma vez que, potencialmente, há mais de um destino ao longo da rota e mais de um cliente a ser atendido. Se uma entrega atrasar, as seguintes correm o mesmo risco.

Necessidade de monitoramento de carga

Não basta planejar tudo antes que os caminhões saiam das garagens, é importante monitorar a carga em tempo real ao longo de todo o trajeto. O monitoramento de carga pode ser feito por meio de rastreadores, os GPSs, que fornecem informações diversas, como a localização e velocidade exatas do veículo. O rastreio ajuda a tomar decisões rápidas em casos de roubo ou outros imprevistos e ainda permite deixar o cliente sempre informado sobre a entrega que ele espera.

Vantagens do transporte de cargas fracionadas

Apesar dos desafios, o transporte de cargas fracionadas também traz vantagens – para todos os lados. Empresas que trabalham com vendas online e costumam despachar pouca mercadoria encontram no transporte de carga fracionada uma opção mais barata e eficiente para que seus produtos cheguem a seus clientes. 

As empresas de transporte também ganham, porque é possível fazer várias entregas, e atender a diversos clientes, seguindo uma única rota e usando um só caminhão. A opção pela carga fracionada também diminuiu o espaço ocioso nos caminhões – e economizar espaço (assim como economizar tempo) é um bom jeito de economizar dinheiro.

Quando optar por esse tipo de transporte de cargas

O transporte de carga fracionada é indicado quando a variedade de produtos transportados e de clientes a ser atendidos são grandes, especialmente se cada um dos clientes vai receber remessas razoavelmente pequenas de mercadoria. 

Esse tipo de operação também é recomendável quando é necessário reduzir custos. A transportadora economiza porque precisa de menos caminhões na estrada para fazer as entregas, gastando menos com motoristas e combustível. A empresa que precisa remeter mercadoria economiza porque o valor do frete vai ser dividido com outras empresas cujos produtos foram transportados no mesmo caminhão. Esse frete mais em conta também vai ser repassado ao consumidor final. Todo mundo ganha.

Esta publicação te ajudou? Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas e como a gente pode te ajudar! Confira também outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog. Você também pode entrar em contato com um de nossos atendentes pelo (11) 4810-2200 ou pelo euquero@cobli.co.

Monitoramento de Frota

Escreva um Comentário