frota-propria-ou-terceirizada-vantagens

Frota própria ou terceirizada: qual escolher + Guia

Você que é gestor de frotas, sabe se é mais vantajoso investir em uma frota própria ou terceirizada?

Hoje em dia, não basta apenas fazer um produto ou serviço de qualidade, é também preciso que eles cheguem aos clientes de forma rápida, barata e atenciosa.

Por isso, saber escolher o melhor tipo de frota para sua empresa é essencial!

Se você está montando sua frota ou pensando em aumentá-la e quer saber qual é a melhor opção, esse conteúdo é para você!

Continue acompanhando e tire suas principais dúvidas.

O que é uma frota própria?

Segundo a Secretaria Nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura, quase 60 milhões de automóveis estão registrados no país. Desse número, os automóveis representam a maior fatia, com 53,1% dos veículos do Brasil.

Entre eles também estão os veículos particulares e as empresas que possuem frota própria.

Sendo assim, a frota própria de veículos nada mais é do que uma maneira de centralizar a logística da empresa, tornando possível o controle de todos os processos “dentro de casa”.

Mas será que ela é a melhor opção para sua empresa? Descubra quais são as vantagens e desvantagens desse investimento.

Quais as vantagens da frota própria?

A frota própria abrange um modelo mais tradicional de gestão de frota.

Um ponto forte é a centralização da gestão dentro da companhia – o que pode ser importante para quem maneja cargas perigosas como combustíveis e materiais hospitalares.

Centralização, muitas vezes, significa aumentar a confiabilidade dos processos, uma vez que é tudo feito dentro de casa. Assim, as entregas podem ser feitas sob demanda e seus motoristas podem ficar de prontidão e entregam assim que forem solicitados.

Ter uma frota própria pode significar controlar melhor o fluxo de caixa, uma vez que não será preciso pagar outra empresa por esse serviço todo mês.

Além disso, por ser proprietária do carro, a empresa não tem nenhum limitador em relação a quantos quilômetros rodar por mês.

Quais as desvantagens da frota própria?

A principal desvantagem do uso de frota própria é o custo elevado no início da operação: afinal, é preciso gastar para adquirir os veículos e treinar os profissionais necessários – e nem todo mundo tem esse capital.

Além disso, é necessário ter infraestrutura para alocar a frota, desde espaço para estacionar os veículos fora de uso até uma equipe responsável pelo monitoramento da frota.

Outra desvantagem é que a empresa fica responsável por fazer a manutenção e os reparos nos veículos.

Além disso, é preciso considerar que o valor dos veículos se deprecia ao longo do tempo, o que pode ser um problema na hora de substituir ou modernizar a frota.

Quando optar por uma frota própria?

Se a sua operação precisa de entregas rápidas e frequentes, bem como estar disponível 24 horas por dia para realizar serviços, uma frota própria pode ser a melhor saída.

Além disso, quem lida com cargas especiais ou perecíveis e precisa de cuidado para carregar e descarregar veículos – ou até mesmo equipamentos especiais durante o transporte – também deve preferir a solução feita em casa.

Outra modalidade de serviço que se adéqua melhor à frota própria é se há combinação de modais, isto é, se além de viajar por rodovias, a carga também será transportada pelo mar ou pelo ar.

Entendeu quais as principais vantagens e desvantagens de uma frota própria, além de saber quando optar por uma? Então, vamos entender melhor sobre a terceirização!

frota-propria-ou-terceirizada-vantagens
Se você gosta de manter os processos centralizados na sua empresa, a frota própria deve ser sua escolha.

O que é uma frota terceirizada?

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelam que o Brasil atingiu a marca de 39,286 milhões de trabalhadores informais no segundo trimestre de 2022, representando 32,6% da expansão em apenas um trimestre.

Sendo assim, a terceirização de frota ocorre quando uma empresa fecha um contrato com uma locadora e passa a utilizar seus veículos sem precisar adquiri-los.

Essa transação não envolve apenas a locação de veículos, mas também toda a sua gestão, incluindo seguros, impostos, manutenção, multas, etc.

Também é possível pela gestão de frota terceirizada de veículos pesados, como para uma frota de caminhões.

Então, vamos entender quais as suas principais vantagens e desvantagens?

Quais as vantagens da frota terceirizada?

A primeira vantagem desse tipo de frota é conseguir alocar recursos conforme a demanda: se o ritmo de trabalho estiver menor que o esperado, a empresa não tem custos para manter veículos (e motoristas) parados.

Se o ritmo estiver maior, é também possível demandar isso para a empresa terceirizada.

Para quem está começando e não tem capital suficiente para adquirir uma frota própria, contratar uma terceirizada é também uma forma de colocar a operação na rua mais facilmente.

Como há a contratação de um serviço para a terceirizada (e não de uma equipe própria), é bastante possível que haja ganho de produtividade.

Além disso, manutenção é uma tarefa que cabe à locadora ou transportadora terceirizada, a responsabilidade da frota estar sempre em dia!

Com uma logística terceirizada, sua empresa pode dedicar-se em melhorar os seus produtos e serviços, sem gastar muito com recursos, desde financeiros, humanos até o próprio tempo usado para monitorar toda a logística.

Quais as desvantagens da frota terceirizada?

Quem opta por ter uma frota terceirizada acaba tendo controle restrito sobre a operação – muitas vezes, fica bem mais difícil fazer alterações ou demandas de última hora.

E, se por um lado a frota terceirizada pode atender melhor a variações de demanda, também é preciso contar que nem sempre a locadora ou transportadora contratada terá meios suficientes para lidar com sazonalidades.

Ao fechar contrato, a maioria das frotas terceirizadas já estipula um limite para a quantidade de cargas suas que irão transportar.

Além disso, é um custo que estará sempre no orçamento da empresa – e no longo prazo, isso também pode ser um problema.

Quando optar por uma frota terceirizada?

Para quem consegue ter bom planejamento sobre suas entregas e não precisa de alterações ou demandas de última hora, usar frotas terceirizadas pode ser bem mais barato.

Essa opção também pode gerar menos riscos e passivos para a empresa, como realizar manutenção ou depreciar o valor do veículo.

Além disso, quem contrata uma frota terceirizada precisa dispor de menos recursos para essa parte da operação e pode se concentrar em excelência em outras áreas.

frota-propria-ou-terceirizada
Reduzir custos sem perder eficiência, a frota terceirizada é sua melhor opção.

Afinal, frota própria ou terceirizada: qual é melhor para a minha empresa?

Se você quer reduzir custos sem perder eficiência e manter o foco na parte estratégica da sua frota para melhorar os resultados e gerar valor para a sua empresa, a frota terceirizada é a opção ideal

Entretanto, se o seu foco é manter os processos da empresa centralizados, com mais autonomia e agilidade na tomada de decisão, a frota própria pode ser uma opção mais viável.

Além de escolher o melhor tipo de frota, é preciso se atentar ao melhor veículo para frota. Saiba como fazer essa escolha no conteúdo que preparamos:

Nós comparamos para você: frota própria ou terceirizada?

O processo de decisão entre construir sua frota própria e terceirizar as demandas de transporte da empresa é complexo e deve considerar vários aspectos da empresa.

Para tomar a decisão mais assertiva, preparamos um comparativo entre os benefícios de cada uma:

BenefíciosFrota própriaFrota terceirizada
Carros disponíveis para substituiçãox
Personalização dos veículosx
Não ter restrição de quilometragem rodadax
Agilidade na tomada de decisõesx
Ausência de encargos trabalhistasx
Motoristas contratados e selecionados pela empresax
Controle completo sobre todo o processox
Orçamento previsívelx
Sem custos com manutenção, diesel e pedágiox

Soluções de gerenciamento de frota própria e terceirizada

Independentemente do tipo de gestão de frota que a empresa adota, em ambos os modelos é vital ter o controle da operação.

Sistemas de monitoramento podem não só auxiliar na segurança das cargas e veículos, mas também trazer reduzir gastos com combustíveis e pneus, prever quando a manutenção de veículos deve ser feita e até indicar rotas e jornadas mais eficientes para as equipes.

Além disso, para quem tem uma frota terceirizada, esses sistemas também trazem transparência para a operação. Acompanhe todos os processos, monitore a operação e automatize atividades para que o gestor possa atuar com foco em estratégia e resultados.

Seja qual for a sua escolha para a sua empresa, a Cobli ajuda no gerenciamento da sua frota própria ou terceirizada!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

4 comentários em “Frota própria ou terceirizada: qual escolher + Guia”

  1. Não se perde o investimento somente na depreciação do veículo, o custo com desmobilização, documentação e seguro, por exemplo, corrobora para colocar a compra mais em desvantagem. Claro que isso vai depender do perfil de cada empresa de acordo com sua operação e seu planejamento estratégico.

    Muito interessante o post!!!

    1. Muito obrigado pelo comentário Michael! Sim, a verdade é que existem várias outras considerações, em termos de custo e operação além de outras, que impactam nesta decisão. Cada empresa é única! Ficarei feliz de aprender mais sobre a Biologística na sexta-feira! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.