Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 10 minutos

Questões estéticas à parte, fazer a higienização automotiva de forma correta é algo muito importante por dois aspectos: saúde e durabilidade. 

Limpar regularmente o interior do seu veículo pode ajudar a reduzir a presença de poeiras, bactérias, vírus e odores existentes dentro do carro. 

Invisíveis a olho nu, mas presentes dentro de bancos, peças e até mesmo no filtro do ar condicionado, essas coisas afetam a saúde do motorista e de quem viaja com ele. 

Além disso, limpar corretamente o lado de fora do veículo também ajuda na durabilidade – fenômenos como chuva ácida e lama podem estragar a lataria e comprometer até a resistência do seu automóvel. 

Nesse texto, você vai entender bem por que limpar seu veículo é importante, ainda mais em tempos de pandemia. Vai descobrir ainda quais são os principais produtos que podem ser utilizados para fazer limpar o banco e outras partes do seu carro ou caminhão, se quiser fazer em casa. 

Além disso, vamos falar também sobre as infrações que podem estar relacionadas à sujeira e dar detalhes sobre como fazer a limpeza do seu carro, seja em casa ou contratando um profissional especializado. Vamos lá? 

O que é higienização automotiva? 

Higienização automotiva é o nome dado ao processo de limpeza e descontaminação de um automóvel, seja ele um carro, um caminhão ou até mesmo uma moto. 

Fazer a higienização automotiva vai muito além de só jogar uma água no lado de fora do carro ou um paninho no banco: é um processo que envolve materiais adequados para evitar danos ao veículo. 

Hoje, há diversos tipos de higienização automotiva. Entre os mais conhecidos, estão: 

  • Limpeza ecológica: limpeza externa do carro, usando o mínimo de água possível e materiais como cera de carnaúba
  • Limpeza de estofados: combina aspiração e uso de compostos para filtrar as impurezas presentes nos estofados
  • Higienização de bancos de couro: por serem de material especial, bancos de couro precisam de cuidados específicos
  • Limpeza do ar condicionado: lavagem dos filtros e dutos do ar condicionado é um passo importante para melhorar a qualidade do ar dentro do veículo 
  • Oxi-sanitização: com uso de uma máquina que transforma oxigênio (O2) em ozônio (O3), esse processo ajuda a tirar o mau cheiro do veículo, especialmente de vômito, cigarros ou restos de alimentos. 
  • Enceramento profissional: além de recuperar a lataria, esse processo (normalmente, com cera de carnaúba) cria uma camada de proteção extra
  • Limpeza técnica de motor:  nada de água e sabão aqui; com uso de um pincel, removem-se as impurezas e o funcionamento da peça melhora.
  • Descontaminação de pintura: com uma série de produtos químicos, esse processo melhora o estado do veículo após uma pintura ou aplicação de adesivo mal-sucedida. 

Se você procura dicas sobre limpeza de radiador, vale a pena olhar esse texto! 

Por que eu devo fazê-la? E por que isso é importante para frotas de veículos? 

Como já falamos anteriormente, fazer a devida higienização do seu veículo é algo muito importante para mantê-lo em bom estado por mais tempo. 

Além disso, a boa higiene pode evitar que doenças apareçam entre as pessoas que utilizam o carro ou caminhão, por conta da eliminação de poeiras, bactérias, ácaros e vírus presentes no lado interior. 

Outro motivo importante para fazer a devida higienização do veículo é evitar multas – algo que falaremos mais adiante nesse texto. 

Para frotas de veículos, esse assunto é ainda mais importante! 

Afinal, são veículos que normalmente são divididos por mais de um motorista – e cada um deles pode ser afetado pelos hábitos dos outros. 

Quanto mais gente circular dentro dos seus veículos, mais importante é o hábito da higienização. 

Isso se tornou especialmente importante nos dias de hoje: com a pandemia do coronavírus, basta uma pessoa infectada para que muitos usuários e motoristas de um só veículo estejam em risco. 

Veja uma maneira de evitar o uso inadequado dos seus veículos

Quais são os principais produtos usados na higienização automotiva? 

Para quem vai fazer limpeza automotiva em casa, os especialistas recomendam uma lista curta, mas bastante versátil de produtos eficientes. 

Além dos produtos listados a seguir, ter um bom aspirador de pó pode ajudar bastante na hora de fazer a limpeza interna do veículo. 

Vale ainda a ressalva de que essa lista só serve para quem vai limpar o próprio veículo – estabelecimentos especializados costumam ter acesso a outros produtos, específicos para limpezas profundas. 

Entre os principais produtos para limpar o banco e o lado de fora do carro, estão:

  • Cera automotiva: pode ser pastosa, líquida ou em spray, mas deve ser composta de algum material que crie proteção no veículo, como silicone ou carnaúba
  • Limpa vidros: o ideal é que ele seja aplicado para criar uma camada de proteção nos vidros, então cuide para não formar manchas
  • Espuma multiuso: pode ajudar bastante a limpar o veículo tanto internamente quanto externamente
  • Esponjas e panos: esponjas são úteis para limpezas pesadas, em áreas como pneus e parachoque, enquanto os panos que soltam poucos fios, como flanelas, são ideais para limpar a lataria e o painel.
  • Pretinho ou pneu pretinho: espécie de pasta, é aplicada nos pneus após a limpeza para criar uma camada de proteção. 
  • Hidratante de couro: se seu veículo tem bancos de couro, esse material deve ser aplicado após a limpeza para evitar que os bancos ressequem, mantendo seu status e conforto original
  • Silicone para painel: após a limpeza, o silicone ajuda a criar uma camada de proteção dentro do veículo. Normalmente, é vendido em formato de spray. 

Eu posso ser multado se meu veículo estiver sujo? 

Em alguns países, como na Rússia e na Polônia, andar com carro sujo dá multa sim.

Aqui no Brasil, no entanto, não se chega a esse extremo, mas o motorista deve tomar cuidado para não incorrer em alguma das infrações do Código de Trânsito Brasileiro

Mais extenso artigo do CTB, o Artigo 230 tem diversos itens que definem multa que podem complicar a vida de quem anda com o carro ou caminhão (muito) sujo. 

Quem andar com a placa de identificação sem condição de visibilidade e legibilidade, por exemplo, é multado com infração gravíssima – sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 293,47 –, além de correr o risco de ter apreensão do veículo. 

Quem rodar por aí com problema no sistema de iluminação ou com lâmpadas queimadas, por sua vez, está sujeito a uma infração média – quatro pontos na CNH e multa de R$ 130,16. 

Se o carro ou caminhão estiver em mau estado de conservação, comprometendo a segurança de quem viaja, a infração é grave, com cinco pontos na CNH e multa de R$ 195, 23. 

Confira o passo a passo para fazer uma limpeza básica interna e externa

Se você deseja fazer uma boa limpeza no seu veículo em casa, preste atenção nas dicas a seguir – elas vão ajudar a manter seu carro, caminhão ou picape com a higiene em dia.

Vale aqui a ressalva, porém, de que fazer uma higienização automotiva de forma profissional de vez em quando é uma boa para certificar que está tudo nos trinques. 

Vamos explicar o passo a passo de como fazer uma boa limpeza em carros populares; ao final, também vêm dicas para quem tem veículos utilitários ou caminhões. 

Limpeza interna

  1. Passe o aspirador: antes de começar a limpeza interna do seu veículo com qualquer tipo de produto, passe um aspirador! Ele vai ajudar a remover poeiras, impurezas e resíduos presentes nos bancos e no chão do veículo. 
  2. Tapetes e pano: retire os tapetes do chão e lave-os separadamente, com água e sabão. Enquanto isso, passe um pano ligeiramente seco nos bancos. 
  3. Hora da limpeza: para garantir que seu veículo estará limpo, é necessário utilizar algum material para higienizar os bancos. Se eles são comuns, a espuma multiuso faz uma boa lavagem a seco; se forem de couro, o hidratante de couro é seu aliado aqui. 
  4. Ventilação: acabou? Deixe portas e janelas abertas para que o veículo seque – se ele não secar direito, a umidade pode ajudar na proliferação de bactérias e fungos, fazendo com que sua lavagem tenha o efeito contrário. Se tiver pressa, use ventiladores e papel-toalha. 

Limpeza externa

  1. Sabão neutro neles: Para começar a limpar seu veículo, o ideal é ensaboá-lo com sabão neutro e água. 
  2. Esfregue bem: para isso, use panos de microfibra, que não devem danificar a lataria do veículo. Além disso, durante a limpeza lembre-se sempre de fazer movimentos retos e nunca circulares. 
  3. Sem água? Ok!: se você não deseja gastar tanta água, existem também produtos no mercado que permitem o uso de apenas um balde e lavagem a seco. 
  4. Hora da cera: depois de deixar o veículo bem lavadinho, sem nenhum resíduo, é hora de aplicar uma camada de cera para proteger a lataria – e de novo, vale a dica de movimentos retos e uso de materiais com silicone ou carnaúba. 

Para quem tem picape ou utiliza capotas de lona nos seus caminhões, vale a pena utilizar shampoos e esponjas especializadas, fazendo uma lavagem bastante profunda. 

No caso dos caminhões, é importante ainda prestar muita atenção na lavagem das rodas e dos pneus; a lavagem de carrocerias e contêineres merece cuidados.

Já a parte interna do veículo pode ser cuidada da mesma forma que os interiores dos carros comuns. 

Quanto custa fazer uma boa higienização automotiva? Onde fazer? 

Se você acha que é melhor fazer a higienização automotiva com um profissional especializado, é bom se preparar. 

O preço médio de uma higienização automotiva num veículo de passeio, como um carro compacto ou sedã, costuma girar em torno de R$ 300. 

Já para veículos maiores, como utilitários esportivos e picapes, a higienização automotiva custa em torno de R$ 500. 

Quanto aos caminhões, esse preço varia muito, dependendo se for uma lavagem simples ou um processo completo – por conta do tamanho dos caminhões, o preço varia bastante, mas não espere pagar menos de R$ 500 numa higienização topo de linha, incluindo polimento. 

Antes de sair entrando no primeiro lugar que você ver oferecendo o serviço, vale a pena pesquisar para saber se o local é especializado mesmo.

Conversar com colegas e buscar referências na internet é uma boa ideia. 

Além disso, vale a pena checar as certificações de higienização automotiva – alguns processos costumam ser validados pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que é um bom sinal se o local é de confiança.  

Esta publicação te ajudou? Confira outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota.

Manutenção de frota - Higienização automotiva: dicas de como limpar banco de carro!
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário