evitar-multa

Como evitar multas e garantir a segurança da sua frota

É inegável que multas podem trazer incontáveis prejuízos para a sua frota – e nem falamos somente da parte financeira. Motoristas que, por exemplo, têm excesso de direção perigosa colocam em risco as próprias vidas, a de terceiros, além dos próprios automóveis. Mas, como evitar multas e conscientizá-los?

Ao fazer a gestão de frotas, existem alguns processos que podem ajudar positivamente nessa diminuição. Claro que, para quem vive em ruas e estradas, passar um ano sem tomar uma multa pode ser difícil. Mas, há, sim, grandes probabilidades de diminuição.

Algumas dicas básicas para o dia a dia são aplicáveis com facilidade e podem auxiliar os motoristas da sua frota. Alguns exemplos são: proibição do uso do celular ao volante e atualização da documentação, tanto do motorista quanto do veículo, nos prazos corretos.

Outro ponto que pode ajudar bastante os gestores de frota é a instalação de produtos voltados à telemetria veicular, alguns até com tecnologia da videotelemetria.

O que isso significa? É um produto que contribui para uma direção mais assertiva e beneficia tanto o gestor quanto o motorista.

Quer continuar aprendendo algumas dicas para minimizar multas e ainda ter ganhos positivos para a sua frota? Acompanhe o artigo!

Dicas para evitar multas de trânsito

Como evitar multas passa por um processo de controle e gestão. Afinal, como inibir aquilo que você não pode medir? Por isso, o primeiro passo de como evitar multas de trânsito é ter uma planilha para o acompanhamento diário.

Dessa forma, a sua empresa tem mais facilidade para assimilar e você, seja gestor ou analista de frota, consegue identificar as infrações, ver qual o tipo mais recorrente, criar treinamentos que cheguem ao problema de fato.

Fora isso, listamos algumas dicas abaixo que vão ajudar no controle das multas e segurança da frota.

Sempre use o cinto de segurança

Regra básica de como evitar multas de trânsito. Entrou no veículo? Coloque o cinto. Pode parecer banal e simples, mas ainda assim, existem muitas infrações cometidas por conta desse esquecimento.

Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DETRAN-SP), as multas por dirigir sem cinto ocupam o quarto lugar no Estado em 2022. O top 3 das infrações mais cometidas no trânsito de São Paulo são: não transferência do veículo, uso do celular ao volante e dirigir sem licenciar o veículo.

Ainda de acordo o DETRAN-SP, houve um aumento de quase 54% nesse tipo de multa de 2019 para 2021. Os números saíram de quase 90 mil autuações em 2019 e chegaram a quase 140 mil em 2021.

Mantenha a documentação em dia

Como falado acima, duas das multas mais cometidas no Estado de São Paulo, de acordo o DETRAN-SP, referem-se à documentação: não transferência do veículo ou dirigir sem o licenciamento.

Além da multa, não realizar o licenciamento do veículo pode causar até a apreensão e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

E quando falamos em documentação em dia, não vale só para o veículo. Não trafegar com a CNH vencida também é essencial.

Quem trabalha como motorista de frota precisa estar atento não só às multas de radar, mas também a possíveis blitz que ocorrem no decorrer dos trajetos.

Imagina ser parado e ter o carro apreendido por estar com a CNH vencida?

Uso do GPS auxilia no controle de multas

Pode parecer outro item banal e que já está embutido na rotina de muitos motoristas. No entanto, para quem ainda não é adepto ao aparelho, ele pode trazer alguns benefícios em como evitar multas.

Por ser muito mais assertivo no direcionamento no caminho, os motoristas das frotas não precisam ficar dando voltas e mais voltas para chegar ao destino final – o que é outro ponto positivo para a economia da frota.

Além disso, muitos GPS ou aplicativos de trânsito indicam a presença de radares, o que evita quaisquer infrações.

evitar-multa
Uso do cinto de segurança é obrigatório e ajuda a evitar multas desnecessárias no cotidiano.

Como evitar multas e conscientizar os motoristas

Infringir radares pode ser uma análise probabilística que aumenta de acordo com a postura dos motoristas no trânsito, mas tomar algumas atitudes dentro da empresa pode ajudar em como evitar multas.

Faça treinamentos de conscientização com a sua frota

Uma das técnicas mais assertivas, e pensando no médio e longo prazo, são treinamentos recorrentes sobre leis de trânsito e conscientização de como evitar multas é importante para todos: motoristas, empresa, veículo, etc.

Separe, pelo menos, duas datas por mês: uma voltada à teoria e na outra traga especialistas ou pessoas com vivência para conversar de forma mais casual. Isso ajuda na assimilação do conteúdo e beneficia a colocar em prática de forma mais ágil.

Conheça a Cobli Ensina, desenvolvida com foco total para beneficiar profissionais que já atuam ou estão se preparando para atuar no setor.

ACobli Ensina oferece:

  • Vídeos-aulas rápidas, para você assistir quando tiver uma pausa;
  • Reforce as aulas com nossos materiais detalhados, com tudo que foi ensinado;
  • Dicas práticas para melhorar a sua gestão e operação como um todo;
  • Você pode fazer o curso sem pressa, pois não temos limite de tempo;
  • Emissão de certificado que vai turbinar seu currículo com a garantia Cobli.

Bonifique motoristas com zero multas

Pode parecer uma atitude extremista, mas a bonificação para motoristas em caso de zerar multas costuma funcionar bastante. Quando falamos em bonificações não precisa, necessariamente, ser financeira.

A conscientização por meio de prêmios costuma ser facilitada, ainda mais quando é algo que necessita de imediatismo.

Faça análises das multas mais recorrentes

Você já está realizando algum tipo de gestão de multas dentro da empresa? Essa é uma forma de como evitar multas, principalmente quando falamos de recorrência.

Caso a sua frota, por exemplo, esteja tomando muita multa por rodízio, não é a hora de fazer um replanejamento? E se os motoristas estão tomando muita multa por excesso de velocidade? Que tal um treinamento para conscientizar e mostrar os perigos de dirigir em alta velocidade?

Como esse controle, fica mais simples dar dicas para evitar multas de trânsito e ter ganhos para a frota.

evitar-multa
Como evitar multas na frota é um processo que pode ser facilitado com treinamentos e regras de bonificação.

Quais as multas de trânsito mais comuns?

Falamos acima das multas que mais acontecem no Estado de São Paulo, mas e no Brasil, você sabe quais as multas de trânsito mais comuns?

Esse dado é calculado pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN) em conjunto com o Registro Nacional de Infrações de Trânsito (RENAINF). Abaixo, uma lista com as infrações mais comuns do País:

1. Excesso de velocidade.

Independentemente da porcentagem, esse tipo de multa é uma das mais comuns pelo Brasil. As pontuações e custos dessa infração segue esta ordem:

  • 20% acima do limite é uma infração média, que rende 4 pontos e custa R$ 130,16;
  • Entre 30% e 50% acima, é uma infração grave, que rende 5 pontos, e custa R$ 195,23;
  • Para quem transita 50% acima, é infração gravíssima, com multiplicador vezes três, rende 7 pontos, e custa R$ 880,41;

2. Avançar o sinal vermelho

Outro tipo de multa bastante comum pelo País é sobre avançar o sinal vermelho. Além de ser extremamente perigoso, e colocar a vida de pedestres, terceiros e a própria vida em perigo, este tipo de multa é gravíssima, vai render 7 pontos, R$ 293,47.

3. Não usar o cinto de segurança

Se falamos em segurança no trânsito, o cinto é a primeira coisa que deve vir à cabeça dos motoristas. Mas, infelizmente, sabemos que, na prática, não é assim, pois essa é a terceira multa mais comum pelo Brasil.

Ela é considerada uma infração grave, que rende 5 pontos, e custa R$ 195,23;

4. Estacionar na calçada

Uma multa curiosa entre as mais cometidas ao redor do País. Sabemos que nem sempre os motoristas conseguem um lugar fácil para estacionar, o que pode implicar em punições. Para quem estaciona na calçada, vai receber uma multa grave, que vai render 5 pontos, e tem valor de R$ 195,23.

5. Manusear o celular ao volante

Por fim, mexer no celular enquanto dirige é considerado uma penalização gravíssima, que vai render 7 pontos na CNH do motorista, além de uma multa de R$ 293,47.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota no blog da Cobli.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.