consulta de multas online pelo renavam

Gestão de multas em frotas: aprenda como fazer na prática

A gestão de multas em frotas é realmente importante para identificar e controlar problemas de condução, adotando medidas que minimizem novos erros.

Multas possuem custos variáveis, porém, mesmo não sendo tão pesadas financeiramente para alguns negócios, o ideal é que não virem uma bola de neve nas despesas mensais da gestão de frota.

Nestes casos, uma opção de gestão de multas é a estipulação de um teto mensal de gasto para as infrações de trânsito.

Afinal, multas por excesso de velocidade, problemas com sinalização ou até estacionar no lugar errado, pesam no caixa e não podem ser ignoradas.

Neste texto, vamos detalhar alguns pontos sobre a gestão de multas. Com informações que vão desde a a educação e treinamento de motoristas até o controle de rotas e o modo de condução de seus veículos.

O que é gestão de multas?

A gestão de multas é uma estratégia para gerenciar as infrações de trânsito, desde as mais comuns, como excesso de velocidade, até as mais graves, como a utilização de celular enquanto dirige.

Nas frotas, tem como objetivo qualificar procedimentos e capacitar condutores para evitar situações ao volante contrárias ao que prevê a legislação.

Além disso, ajuda a gerenciar processos como pagamentos, abertura de recursos, pontuação na carteira e até suspensão da CNH. Isso previne impactos que possam afetar a operação e as entregas da frota.

Coletar dados dos veículos permite:

  • Traçar um perfil dos motoristas, ao acompanhar velocidade;
  • Controlar o consumo de combustível;
  • Monitorar o tempo de deslocamento.

Ao analisar o comportamento da frota, o gestor consegue identificar situações na operação que podem levar à ocorrência de infrações. Isso ajuda na tomada de decisão e revisão de procedimentos.

Mas também depende da tecnologia utilizada. Já que é ela que possibilita a coleta dos dados que comentamos anteriormente e ajuda na realização de ações culturais nas empresas, como as de educação no trânsito.

Quanto mais amplo o monitoramento da frota, melhor será a avaliação e acompanhamento de como os veículos estão sendo conduzidos.

Afinal, a gestão de multas ainda é a maneira mais eficaz de proteger sua empresa, colaboradores e veículos e diminuir os prejuízos com infrações desnecessárias.

Por que fazer a gestão de multas na sua frota

Os números estão aí para comprovar que as multas são um desafio para pessoas físicas e jurídicas. Elas atingem com ainda mais força empresas naturalmente exposta às penalidades, como as de transporte de cargas e de passageiros.

Afinal, quanto mais um veículo circula, mais chances de ser multado, certo?

Sendo assim, a gestão de multas é indicada para reduzir os prejuízos que elas possam vir a causar. Também é necessário considerar que a educação no trânsito pode ser um fator responsável por infrações.

Por isso, uma ação estratégica seria identificar problemas comportamentais e propor constantemente atualizações de ensino para todos os motoristas da frota.

É preciso tomar a iniciativa para evitar que as multas causem problemas na operação.

Rodrigo Mourad, presidente e cofundador da Cobli, explica como evitar multas por excesso de velocidade.

Quais os benefícios de fazer a gestão de multas para frotas?

Não há dúvidas que as multas são um desafio para empresas que trabalham com frotas de veículos, sobretudo no transporte de cargas e de passageiros.

As penalidades pesam no bolso e podem desestruturar o departamento financeiro a longo prazo caso a gestão não adote medidas para mudar esse quadro. 

Para que isso não aconteça, a melhor alternativa é fazer a gestão de multas e tomar iniciativas para evitar infrações. Confira, a seguir, os principais benefícios de fazer a gestão de multas na sua frota:

Redução de custos

A gestão de multas para frotas contribui significativamente para a redução de custos. Ao centralizar e organizar as informações relacionadas a infrações, as empresas podem agir proativamente para contestar multas indevidas, negociar descontos e tomar medidas preventivas para evitar penalidades recorrentes. 

Além disso, o acesso rápido a dados sobre infrações permite uma gestão financeira mais eficaz, evitando o acúmulo de juros e multas adicionais. Portanto, a economia resultante desse controle financeiro pode ser direcionada para investimentos mais estratégicos na frota.

Aumento da segurança

Apesar de ser importante, dinheiro não deve ser o ponto principal. A gestão de multas tem um propósito que vai além do fator financeiro, já que está intrinsecamente ligada à segurança da frota

Ao analisar o comportamento dos motoristas, monitorar padrões de condução e identificar áreas de risco, é possível implementar medidas corretivas e preventivas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 1% de acréscimo na velocidade aumenta o risco de acidente fatal em 4%.

Sendo assim, a educação é o melhor caminho. O desenvolvimento de programas de treinamento específicos é o mais indicado, uma vez que são importantes para melhorar habilidades de direção defensiva.

Conformidade legal

Garantir a conformidade legal é vital para evitar penalidades mais severas e manter a integridade operacional. A gestão de multas ajuda as frotas a acompanhar as regulamentações locais e nacionais, assegurando que os veículos estejam sempre em conformidade. 

Isso inclui a gestão eficiente de multas administrativas, garantindo que a frota atenda a todas as exigências da legislação, da ANTT a regulamentações específicas relacionadas ao setor.

Melhoria na condução

Monitorar motoristas e os padrões de condução é um aspecto crucial para deixar a gestão de multas mais eficiente.

Ao identificar comportamentos de risco, como excesso de velocidade, frenagens bruscas ou manobras perigosas, as empresas podem intervir proativamente com programas de treinamento para os motoristas

A melhoria na condução não apenas reduz o risco de acidentes, mas também aumenta a eficiência no consumo de combustível e reduz o desgaste dos veículos, prolongando sua vida útil.

Ou seja, os programas de educação ou reeducação de motoristas são úteis também para evitar problemas futuros.

Monitoramento de padrões

O monitoramento contínuo de padrões de comportamento dos motoristas e de ocorrências de infrações permite à gestão de frotas identificar tendências e padrões.

Essa análise aprofundada possibilita ajustes nas políticas operacionais, na roteirização e em outros pontos que impactam diretamente a ocorrência de multas. 

Dessa forma, o conhecimento desses padrões possibilita a tomada de decisões informadas para melhorar a eficiência e a conformidade da frota — assim como a criação de padrões positivos, tanto comportamentais quanto operacionais.

Gestão de multas ajuda a aumentar a segurança da frota.
A gestão de multas nas frotas tem como objetivo capacitar motoristas para evitar situações de risco ao volante.

Ao centralizar e organizar todas as informações relacionadas a multas e notificações em um único sistema, a gestão de multas proporciona maior eficiência e verifica os problemas mais frequentes com maior rapidez.

A partir disso, o monitoramento abrange diversas categorias de infrações, desde as administrativas, como as regidas pela ANTT, até as mais comuns, como excesso de velocidade, evitando problemas mais graves.

Economia de tempo

Outra vantagem de ter todas as informações relacionadas a multas em um único sistema é a facilidade na gestão diária para a equipe responsável.

Essa medida economiza o tempo que seria gasto procurando dados sobre as infrações e simplifica processos como a abertura de recursos e pagamento de multas. 

A automação desses processos por meio de sistemas de gestão de multas também reduz a carga administrativa, permitindo que os gestores se concentrem em estratégias mais amplas para a frota.

Aumento da disponibilidade de veículos

Estimular os motoristas da frota a seguirem as leis de trânsito e evitar infrações são medidas muito importantes para melhorar a segurança e a eficiência operacional da sua empresa.

Nesse contexto, a gestão de multas contribui para o aumento da disponibilidade de veículos na frota, já que os automóveis podem ficar impedidos de rodar caso não estejam em situação regularizada. 

Com menos tempo gasto em reparos de danos resultantes de acidentes, menos veículos ficam fora de operação devido a suspensões de CNH ou outras penalidades. Portanto, mais veículos estão prontos para atender às demandas, melhorando a eficiência logística.

Quais as multas mais comuns em veículos de frota?

As infrações cometidas pelos motoristas de frotas variam bastante, principalmente se considerarmos as políticas internas de cada empresa. No entanto, algumas infrações são comuns. 

Excesso de velocidade

Infrações relacionadas ao excesso de velocidade são as mais comuns nas frotas. Os motoristas, muitas vezes, podem ultrapassar os limites de velocidade estabelecidos nas vias, o que não apenas viola as leis de trânsito e gera multa, mas também aumenta o risco de acidentes.

A multa por excesso de velocidade varia de acordo com a porcentagem acima do limite permitido e pode ir de valores como R$ 130,16 até R$ 880,41. Os pontos na carteira também variam, sendo de 4 a 7 pontos.

Usar de celular na direção

O uso de dispositivos eletrônicos, como smartphones, também são um tipo de infração que acontece com recorrência. Basta uma olhada em mensagens de texto, realização de chamadas e outras distrações para comprometer a atenção do motorista.

A multa por uso de celular ao volante é considerada gravíssima e tem o valor de R$ 293,47. Além disso, são adicionados 7 pontos na carteira.

Ignorar sinais de trânsito

Desrespeitar sinais de trânsito, como semáforos, placas de parada obrigatória e avisos de trânsito regulamentar, é uma infração que pode resultar em acidentes e impactar negativamente a fluidez do tráfego.

Por mais que não pareça muito importante, deixar de respeitar os sinais de trânsito geram multa que podem variar de valor dependendo da infração.

Estacionar em local irregular

Aquela rápida parada em locais impróprios também resultam em infrações de trânsito. Se o local tem placa que é proibido parar ou estacionar, fica claro que esses atos vão resultar em multas e pontos na carteira do motorista — então nem vale a pena correr esse risco, não acha?

As autuações podem ocorrer ao estacionar em locais proibidos, como vagas destinadas a pessoas com deficiência, saídas de emergência ou em locais restritos.

O valor da multa por estacionamento irregular pode variar de R$ 53,20 a R$ 195,23, dependendo da gravidade. A pontuação na carteira também varia, sendo de 3 a 7 pontos. Portanto, manter a conformidade com as regras de estacionamento é essencial.

Não usar cinto de segurança

Além de ser uma infração grave, não usar o cinto de segurança é um grande risco para a vida do motorista. A multa por não utilizar o item de segurança é considerada gravíssima, com o valor de R$ 195,23, além de adição de 5 pontos na carteira.

Fazer ultrapassagens perigosas

Ultrapassar outros veículos de maneira imprudente e em locais que não permitem as ultrapassagens pode resultar em infrações e aumentar significativamente o risco de acidentes. 

O valor da multa por ultrapassagem indevida pode variar de R$ 293,47 a R$ 1.467,35, dependendo da gravidade, e a pontuação na carteira varia de 5 a 7 pontos.

Descumprimento das regras da ANTT 

No caso de frotas de transporte de carga, o descumprimento das regulamentações estabelecidas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), como excesso de peso, irregularidades no tacógrafo, entre outras, pode levar a multas.

As multas relacionadas ao descumprimento das regras da ANTT podem variar de acordo com a infração específica.

Consumo de álcool e substâncias entorpecentes

Não é novidade que dirigir sob a influência de álcool ou drogas é uma infração grave, sujeita a penalidades severas. A combinação de álcool e direção mata cerca de 1,2 brasileiros por hora, segundo o Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (Cisa). 

Além de arcar com a responsibilidade de possivelmente provocar acidentes com mortes e resultados trágicos, a multa por dirigir sob efeito de álcool ou substâncias entorpecentes é de R$ 2.934,70, além da suspensão do direito de dirigir por 12 meses e adição de 07 pontos na carteira.

Desrespeito à Lei do Caminhoneiro

Em frotas de transporte de carga, o não cumprimento das regulamentações relacionadas às horas de direção e descanso pode resultar em infrações e afetar a segurança nas estradas.

A Lei do Caminhoneiro foi criada para garantir que os profissionais das estradas tenham seus direitos e deveres respeitados de acordo com a legislação trabalhista. 

Os valores das multas por desrespeitar as regras de horas de direção e descanso podem variar de acordo com a infração, mas a pontuação na carteira é de 07 pontos.

É fundamental que as empresas implementem políticas claras, promovam a conscientização dos motoristas e adotem sistemas de gestão de frotas para monitorar e mitigar essas infrações, garantindo a segurança nas estradas e a conformidade com as leis de trânsito.

Como fazer a gestão de multas na frota?

 O primeiro ponto que precisa ser considerado é o momento que cada empresa está no quesito tecnologia e soluções digitais. Mas por que isso é necessário?

Hoje, as empresas que controlam seus veículos com eficiência utilizam sistemas de gestão de frotas capazes não só de fornecer dados, mas de gerar inteligência de negócios.

Logo, quanto mais habituada a utilizar softwares na nuvem, mais preparada para fazer a gestão de multas a empresa estará. 

Para isso, procure sempre ter o apoio de um sistema de gestão, que permita:

  • Monitorar o estilo de conduzir dos motoristas através da telemetria veicular;
  • Ter relatórios personalizados sobre consumo de combustível e performance;
  • Traçar rotas mais rápidas e com menos exposição a radares (principalmente aqueles ocultos);
  • Aumentar a business intelligence como um todo e, assim, antecipar ações.

Como diminuir multas de trânsito?

A gente já deu uma boa dica para a resposta que procura no tópico anterior. Ou seja, a tecnologia é parte inseparável do seu projeto de enfrentamento e redução das multas.

Mas, além da implementação de ferramentas de controle, os resultados que almeja dependem também da postura dos motoristas ao dirigir. Então, o melhor a se fazer é investir de forma consistente na educação para o trânsito.

Palestras, workshops ou mesmo reuniões e bate-papos informais ajudam a conscientizar porque são oportunidades que as pessoas têm para se expressar e encontrar soluções.

Não se pode deixar de destacar que motoristas mais educados também ajudam a “vender” melhor sua empresa.

Afinal, são eles o primeiro ponto de contato do seu negócio com clientes, fornecedores e parceiros. Também levam a sua marca pelas ruas e rodovias do nosso país.

Ou seja, ao educá-los, você não só contribui para reduzir a incidência de multas como investe em imagem e boa reputação.

Um software de gestão ajuda no controle de multas da frota?

Um software de gestão de frotas desempenha um papel fundamental no controle de multas, uma vez que proporciona eficiência, organização e ferramentas analíticas para lidar com as infrações de trânsito. 

A ampla gama de informações coletadas durante o monitoramento dos veículos colabora para a eficácia da gestão de multas.

As plataformas de gestão apresentam dados que possibilitam traçar perfis dos motoristas, controlar o consumo de combustível e acompanhar o tempo de deslocamento. 

Centralização de dados

Uma das incríveis vantagens de um software de gestão de frotas é a centralização e integração de dados e todas as informações relacionadas às multas em um único local.

Com isso, eles ficam acessíveis e facilitam muito a administração de infrações. Em poucos cliques o gestor tem acesso a:

  • Dados sobre infrações;
  • Penalidades;
  • Histórico de condutores;
  • Documentos relacionados.

A centralização facilita o acesso rápido a informações cruciais, permitindo uma visão completa e organizada do panorama das multas na frota.

Monitoramento em tempo real

Visualizar as autuações assim que elas acontecem é uma medida eficaz para entender o que aconteceu e outros detalhes do ocorrido.

As plataformas mais modernas têm recursos de monitoramento em tempo real, o que facilita o controle e faz com que os gestores acompanhem as atividades da frota a cada segundo

Isso é especialmente útil para identificar comportamentos de condução que possam levar a infrações, como excesso de velocidade ou ultrapassagens perigosas. Além disso, o software mantém um histórico detalhado de todas as multas e infrações registradas ao longo do tempo. 

Esse registro é valioso para análises retrospectivas, identificação de tendências e avaliação do desempenho em determinado período.

Alertas e notificações

Você sabia que o software pode ser configurado para enviar alertas automáticos quando ocorre uma infração? 

As notificações possibilitam que a gestão de multas possa adotar respostas imediatas, permitindo que o gestor tome medidas corretivas ou preventivas antes que a situação se agrave. 

Análise de padrões e geração de relatórios

Ferramentas analíticas integradas permitem a análise de padrões de comportamento dos motoristas e ocorrências de infrações. Além disso, relatórios personalizados podem ser gerados para fornecer insights detalhados sobre as causas das multas, locais mais comuns de infrações e padrões temporais em que ocorrem. 

Automatização de processos legais

O software pode automatizar parte do processo burocrático relacionado a multas, como o acompanhamento de prazos para recursos, organização de documentação e comunicação com órgãos de trânsito. 

Essa automatização não apenas economiza tempo, mas também reduz o risco de erros humanos e perda de prazos importantes.

Veja como a Azza diminuiu em 65% os comportamentos de riscos ao volante com a Cobli.

Como escolher o melhor sistema de controle de multas?

A tecnologia desempenha um papel crucial na gestão de multas, afinal os sistemas informatizados e softwares especializados são capazes de automatizar processos e tarefas do dia a dia. 

Da coleta de dados à análise de processos administrativos, os sistemas de controle de frotas são uma mão na roda para simplificar a gestão e economizar tempo.

Para escolher o melhor sistema de controle de multas, observe se o software contempla os seguintes pontos:

  • Gerenciamento de infrações;
  • Acesso a registros municipais, regionais ou nacionais;
  • Visualizar infrações de cada veículo da frota;
  • Acompanhamento de gastos totais com infrações;
  • Informativos sobre o pagamento de multas;
  • Gestão de pagamento das infrações em tempo hábil e verificação das datas de vencimento;
  • Verificação de pendências e histórico de multas;
  • Controle de infrações (onde ocorreu a multa, se o pagamento está pendente etc);
  • Emissão de relatórios.

Por que a Cobli tem o melhor sistema para gestão de multas?

A melhor alternativa para fazer a gestão de multas é evitar que elas aconteçam. 

A prevenção é o que vai fazer com que sua empresa economize muitos recursos, e a Cobli conta com a tecnologia ideal para que você acompanhe sua frota de perto e evite infrações

Os sistemas de telemetria e videotelemetria veicular da Cobli permitem que você monitore sua frota com controle de localização e dados de cada veículo e motorista. 

Com apenas alguns cliques é possível analisar um dashboard com seus veículos e motoristas, além de acessar detalhes sobre a condução de cada um deles. O sistema da Cobli é completo e intuitivo, onde você acompanha:

  • Status de cada veículo no mapa;
  • Velocidade dos veículos;
  • Receba alertas quando os veículos passarem do limite de velocidade e evite multas;
  • Acompanhe o comportamento dos motoristas;
  • Observe em tempo real as frenagens e acelerações;
  • Confira o status de ignição e motor ocioso;
  • Faça a gestão de gastos de veículos e motoristas da sua frota;
  • Tenha o controle financeiro da sua empresa em um único painel;
  • Acesse relatórios completos de excessos de velocidade, quilometragem percorrida, paradas indevidas, consumo de combustível, roteirização e outros dados.

Frotas de alto rendimento só alcançam bons resultados com o uso de um software inteligente.

A Cobli tem o sistema de gestão de frotas que vai atender todas as suas necessidades, facilitando a gestão de multas e tornando sua frota muito mais produtiva.

Como a videotelemetria ajuda a gerir e diminuir multas de trânsito?

A videotelemetria é uma tecnologia que utiliza a captação de imagens para a coleta de dados através de câmera de segurança veicular.

Seu funcionamento consiste na instalação de uma câmera no automóvel, que vai gravar imagens tanto do exterior quanto do interior do veículo. E como ela pode ajudar a diminuir multas?

Com a captação das imagens tanto da cabine quanto da via, fica muito mais fácil verificar incidentes de trânsito e identificar o que, realmente, aconteceu. Sem achismos, mas com imagens e filmagens em mãos.

Banner de case de sucesso da Cobli com a OPR Logística.
A Cobli é a solução ideal para a gestão de multa na sua frota.

Além disso, com o alerta de excesso de velocidade do veículo, o motorista consegue atuar de maneira preventiva para que a multa não aconteça.

Tudo isso pode ser encontrado na Cobli Cam, telemetria com vídeo que reduz custos e aumenta o cuidado. Em pouco tempo, a redução de custos com a videotelemetria da Cobli já conquistou resultados para os clientes:

cobli cam na gestão de multa.
Fonte: Estadão

Essa tecnologia permite ao gestor identificar e inibir a condução perigosa, tendo mais controle sobre o modo de condução, a partir da videotelemetria.

Quer saber como a videotelemetria funciona na prática e quais seus outros inúmeros benefícios? Acesse e baixa o guia que a Cobli preparou aqui ou abaixo:

04 dúvidas frequentes sobre multas de trânsito

Quando se trata de multas, é normal que a empresa se veja em situações com as quais não sabe lidar.

Mas, com as informações certas, você se prepara para qualificar processos e evitar prejuízos.

Veja, então, quais são as dúvidas mais frequentes sobre o tema e fique bem informado.

01. Como consultar as multas de trânsito?

As multas de trânsito podem ser sempre consultadas no site do Detran do estado em que  o veículo foi emplacado.

Para isso, na hora da consulta, tenha sempre em mãos o documento do veículo contendo o seu Renavam.

02. Quem deve pagar a multa?

Como vimos no tópico sobre a multa NIC, a primeira medida a ser tomada quando a empresa recebe uma notificação de multa é indicar o real infrator.

Cabe ressaltar que é direito instituído na CLT o empregado não ser descontado se não existir um acordo prévio em que ele esteja ciente de possíveis sanções.

Os valores das multas, por sua vez, não podem exceder 70% do seu salário. 

Se assim acontecer, o montante deverá ser parcelado.

03. Como recorrer a um multa?

A defesa prévia é o primeiro recurso a ser interposto e deve ser feita no prazo de 15 dias após recebida a notificação.

Se indeferida, a empresa pode recorrer em primeira instância na JARI (Junta Administrativa de Recursos de Infrações) e, em segunda instância, no Conselho Estadual de Trânsito.

04. Para quem são destinados os pontos de infração?

Se o real infrator for indicado, a pontuação relativa à multa vai para a sua CNH. 

No entanto, se isso não for feito, é o proprietário do veículo que será penalizado, incluindo aí o devido desconto na pontuação na habilitação.

Obs: motoristas profissionais entram em processo de suspensão de CNH ao ultrapassar um limite mais baixo: apenas 14 pontos, em vez dos 20 dos motoristas convencionais.

Fica difícil imaginar que uma empresa que opera frotas vá bem nos negócios sem controlar de perto as multas ou sem se prevenir nesse aspecto, concorda? Investir em sistemas de gestão de frotas, nesse sentido, é o melhor investimento que se faz.

Equipada com esse tipo de recurso, sua empresa pode se antecipar às ocorrências, gerando uma economia que não demora a compensar os baixos custos de implementação da tecnologia.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre controle de multas e gestão de frota no blog da Cobli!

Sobre o autor

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *