Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Se você parou aqui, é por que quer saber o que é Milk Run. Esse sistema que, utilizando uma única rota, consegue cumprir várias etapas do processo de entrega. 

Especialmente interessante para empresas que trabalham com logística, o Milk Run consegue te fazer poupar tempo e dinheiro. 

Tudo que você precisa é um pouquinho de organização. E podemos te ajudar nisso também. 

Como funciona o sistema Milk Run em logística?

Reza a lenda que o nome, que pode ser traduzido como “corrida do leite”, é inspirado pelo modo como leiteiros americanos faziam suas entregas no século passado.

O entregador começava seu dia passando no fornecedor, onde coletava as garrafinhas de leite. 

Em seguida, ele seguia para a casa dos clientes onde deixava o produto e aproveitava para recolher as embalagens retornáveis já consumidas.

No dia seguinte, na hora de coletar o novo estoque, o leiteiro deixava os vasilhames que recolheu na última viagem. Começando o ciclo novamente.

Percebeu? O mesmo motorista fez todas as etapas do processo. 

A sacada é que você pode seguir o mesmo tipo de raciocínio — mesmo que só trabalhe com clientes intolerantes à lactose. 

O coração do sistema está na criação da rota que faça um só veículo passar por diversos pontos cruciais para sua demanda (como pontos de fornecimentos e endereços de entrega). 

Isso evita que motoristas tenham que, necessariamente, ficar indo e voltando para a base de operações. Economizando bastante no processo. 

Como aplicar o sistema Milk Run na minha empresa? 

O Milk Run é completamente útil para quem quer poupar recursos (e em meio à pandemia quem não quer?), mas ele exige, sim, muito planejamento.

Tentar traçar, na mão, uma rota que passe por clientes e fornecedores pode ser tão difícil quanto frustrante. 

É melhor pegar a via expressa ou cortar por ruas pequenas? É melhor começar pelo cliente A ou B? Poxa, mas e se ele só puder receber a entrega durante a tarde? E, pior, e se você resolver mudar de fornecedor… terá que refazer tudo? 

A boa notícia é que todos esses problemas podem ser resolvidos rapidamente se você tiver a ferramenta certa. 

Empresas como a Cobli oferecem sistemas de roteirização.

Ou seja, um sistema inteligente que, em poucos cliques, não só traça rotas com o menor custo-benefício, como ainda envia o caminho perfeito para seu motorista. E por WhatsApp ainda!

Não dá nem para ele dizer que ele o papel com os endereços se perdeu.

O que levar em consideração na hora de implementar o sistema Milk Run? 

Antes de mais nada, entenda como e onde você quer aplicar o sistema na sua empresa. 

Para utilizá-lo de maneira total, ou seja, passando desde o fornecedor, até o cliente final, é importante estar bem alinhado com seus parceiros de fornecimento. 

Algumas empresas, por exemplo, gostam de vincular o conceito do Milk Run com os métodos desenvolvidos pela Toyota, nos anos 1970. 

No Toyotismo, o importante é diminuir o desperdício e a estocagem. Ou seja, a produção é feita de acordo com a demanda. 

Com a coleta programada do Milk Run, o fornecedor já sabe o quanto deve produzir, para que não tenha nenhum tipo de sobra.

A ideia toda, neste enfoque, é evitar a passagem pelo estoque: uma parada a mais, e que toma tempo tanto no abastecimento quanto no desabastecimento de produtos. 

Esse tipo de conceito, vale ressaltar, é ainda mais importante para quem faz o transporte produtos perecíveis como, olha só, o leite e outros alimentos. 

É importante notar também que, para realizar esse ciclo fornecedor-cliente em um mesmo veículo, existe um limite geográfico. 

Se o local onde você recolhe o produto fica horas e horas distante do ponto de entrega, fazer o mesmo carro ficar indo e voltando pode ser impossível. 

Isso não significa, no entanto, que você deva descartar o Milk Run, caso tenha fornecedores longínquos. 

Dá para tirar boas lições da ideia de otimizar ao máximo a rota de seus veículos — mesmo que você não siga tudo completamente à risca. 

A simples busca por uma rota mais inteligente e eficaz já é por si só um bom conceito para estabelecer na sua empresa. 

Tenha a roteirização na cabeça, mesmo que para utilizar apenas partes do conceito de Milk Run.

caixa com leites, história que dá nome ao o sistema milk run

Quais as vantagens do sistema Milk Run?

Acredite, organizar suas rotas (ainda mais fazendo isso com a ajuda de ferramentas como a da Cobli) vai valer a pena. 

Os benefícios do Milk Run são nítidos, e não é a gente que está dizendo não. São pesquisadores. 

Em 2002, um estudo da USP se debruçou para analisar o sistema, utilizando como exemplo montadoras que viam no Milk Run uma saída para economizar. 

A pesquisa, então, concluiu algumas vantagens no método. 

De acordo com o texto, o sistema Milk Run:

  • Diminui o custo do frete, por conseguir fazer um mesmo veículo utilizar toda sua capacidade.
  • Potencializa o giro do seu estoque 
  • Ajuda a criar uma dinâmica mais disciplinada entre fornecedores e entregadores
  • Diminui o tempo ocioso dos veículos
  • Reduz o estoque de fornecedores
  • Facilita o gerenciamento das cadeias de matéria prima/demanda. 

Quando o ciclo é completo, ou seja, com o motorista sempre passando no mesmo fornecedor, o sistema direciona a empresa a desenvolver embalagens padronizadas e reutilizáveis. 

Se os veículos, inclusive, forem adaptados para o transporte desse padrão de embalagens, também se reduzem o número de avarias tanto no veículo quanto no produto. 

Resumindo: Milk Run pode ser interessante para minha empresa? 

Sim. O Milk Run pode ser interessante para minha empresa mesmo que você não chegue a utilizá-lo de forma pura e integral para sua marca. 

O conceito de aproveitar a melhor rota, para diminuir etapas e utilizar o potencial máximo de seus veículos é, no mínimo, interessante.

Vale, pelo menos, para você rever seus métodos e entender se está cometendo desperdícios de combustível, tempo, e até horas extras de funcionários (que em tempos de covid, devem se expor o mínimo possível na rotina de trabalho).  

O sistema pode trazer para o seu negócio a oportunidade de  ter um método de entregas muito mais funcional e inteligente. E ainda pode te ajudar a economizar!

Ele requer atenção e planejamento para ser posto em prática? Com toda certeza.

Mas com a utilização de ferramentas de roteirização a maior parte desse problema já é solucionada.

Nem os contras são tão contras assim, no final, né? 

Então vá lá, se programe e entenda como aperfeiçoar suas entregas. Até porque, quanto não fizer isso, você está perdendo tempo. E depois não adianta chorar pelo leite derramado…

Esta publicação te ajudou? Confira outros conteúdos como esse no nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário