Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 7 minutos

Você sabe o que é cabotagem? O termo não é tão conhecido, mas cabotagem é o que chamamos de transporte entre portos de um mesmo país.

É uma modalidade de transporte que ocorre no mar, em rios ou lagos.

A navegação de cabotagem deve ser somente pela costa brasileira, sendo que o navio não pode se afastar para outros territórios.

No Brasil, houve um aumento de 12,8% da carga de cabotagem, no primeiro trimestre de 2020, segundo dados da Associação Brasileira de Armadores de Cabotagem (Abac).

A cabotagem propicia uma série de benefícios, quando incorporada ao processo logístico. A seguir, falaremos dos desafios e principais vantagens desta modalidade de transporte.

Qual a finalidade e os desafios da navegação por cabotagem? 

A cabotagem no Brasil foi bastante popular na década de 30, quando ainda não haviam muitas estradas e rodovias.

Mas, com o passar dos anos, e a infraestrutura cortando praticamente todos os estados e regiões, o transporte rodoviário acabou se tornando uma das modalidades mais utilizadas.

Atualmente, a cabotagem é indicada para casos de transporte para distâncias acima de 1 ou 2 mil quilômetros.

Imagine a seguinte situação: sua empresa está localizada em Santa Catarina, e você precisa enviar uma carga de grãos para Manaus. 

O transporte rodoviário, neste caso, não é o mais indicado.

Pois o percurso é muito longo, o que traz desgaste a frota e funcionários, além do desgaste das rodovias.  

A escolha pelo transporte feito por navios, reduzirá significativamente o gasto logístico

De todos os meios, a cabotagem é a mais econômica?

Bom, há outros fatores que também precisam ser avaliados, como o tipo de mercadoria, segurança, tempo de trânsito, por exemplo, para poder avaliar qual será a modalidade de transporte mais indicada.  

Para distâncias curtas, o rodoviário acaba sendo o mais vantajoso.

Um desafio frente à isso, é em relação a falta de conscientização de empresários que desconhecem como funciona este processo. 

Outro ponto é em relação aos prazos de entrega. 

Há uma burocracia um pouco maior para liberação de cargas, com isso, os prazos de entrega da cabotagem são um pouco mais longos. 

Porém, se houver planejamento, programação, e não houver urgência no transporte dos itens, este modal pode ser sim mais vantajoso. 

Por isso, o gestor precisa sempre estar atento ao crescimento deste setor, para, no momento certo apresentar para a equipe a possibilidade de mesclar modais, e aderir a cabotagem. 

Conheça os benefícios da cabotagem

Mencionamos algumas vantagens e alguns desafios deste tipo de modal, mas há muitos outros benefícios que podem ser citados, como:

  • Economia no frete

O frete é uma das etapas mais caras em qualquer negócio. Alguns estudos apontam que a cabotagem é 30% mais barata em relação ao transporte rodoviário, dependendo das distâncias a serem percorridas. 

Essa redução de valor influencia no comércio das mercadorias transportadas. Assim, o consumidor final também é beneficiado. 

  • Sustentabilidade

A logística sustentável é um debate constante em muitas empresas. Com a cabotagem, o uso de combustível é oito vezes menor comparado ao demais, de acordo com algumas pesquisas.

Se você, enquanto gestor, planeja aumentar a visibilidade e credibilidade da empresa em relação ao meio ambiente, considerar a cabotagem, pode ser uma excelente opção. 

Vale ressaltar que utilizando a navegação de cabotagem, não há despesas com diesel ou gasolina. 

Veja como funciona o sistema de gestão de frotas com monitoramento, roteirização e rastreamento veicular da Cobli!

  • Embarque único

Mesmo não sendo tão popular, muitas empresas utilizam a navegação cabotagem para escoar cargas pesadas de grãos ou produtos alimentícios. 

Uma das grandes vantagens, é a concentração de grande de volumes em embarque único.

  • Menor incidência de roubos

Nas estradas, os fretes estão sujeitos a sinistros, como roubos de cargas, por exemplo. No caso da cabotagem, essa possibilidade é mínima. 

Como funciona a coleta da carga na cabotagem?

Quando falamos de cabotagem, há uma mescla de serviços logísticos e meios de transporte. 

Os transportes de cargas levam as mercadorias da origem até o porto, e do porto até o destino final.

Esse processo é feito por empresas de transporte rodoviário de containers.  Já o navio faz todo o trajeto nas águas.

Uma série de cuidados e requisitos precisam ser atendidos, para transportar as cargas com segurança.

Se você gerencia a frota de empresas que trabalham com esse tipo de navegação, saiba que o investimento em tecnologia de rastreamento, garante um acompanhamento em tempo real da carga. 

Além disso, dispor desse benefício é um diferencial comparado a outras empresas de carga.

No caso das cargas transportadas via cabotagem, geralmente grãos ou outros itens alimentícios, o monitoramento até o porto traz segurança ao processo. 

Chegando ao porto, é feita a retirada da carga que segue para o destino final.

Continue com a gente e descubra porque este tipo de transporte deveria ser mais utilizado em nosso país.

transporte rodoviário de containers

Costa brasileira: grande extensão navegável, pequenos investimentos 

São 7.400 quilômetros de costa marítima em nosso país. Porém, poucas empresas utilizam este tipo de transporte.

Por ser pouco utilizado, em uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União, em 2019, foi constatado que a Antac, agência responsável pela cabotagem no Brasil, tem uma regulamentação que não fomenta a competição do segmento. 

O que reflete na baixa utilização do modal de transporte, não atingindo o que prevê a legislação. O órgão fez, inclusive, recomendações para que fossem pensadas novas ações a fim de incrementar o setor.

Diferenças entre navegação de longo curso e cabotagem 

Uma das características mais fortes da navegação de cabotagem é em relação a costa brasileira, ligando portos nacionais.

Toda e qualquer percurso precisa ter terra à vista, diferente da navegação de longo curso.

A costa do Brasil vai até o Uruguai, mas neste caso, se o navio precisar sair da costa até o país vizinho, ele fará uma navegação de longo curso. 

Quando a costa deixa de ser vista, e o navio se afasta, ele está em território internacional, que é o transporte de cargas entre dois países ou mais.

Mesmo que de forma não tão expressiva, a cabotagem está em expansão, principalmente por oferecer um transporte seguro, sustentável e que traz benefícios econômicos às empresas. 

E você, já pensou em incorporar a cabotagem nas suas operações logísticas? 

Se gostou deste conteúdo, compartilhe e continue acompanhando todas as novidades em nosso blog. 

Monitoramento de frota - Cabotagem: o que é? Quais os desafios e vantagens?
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário