Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 9 minutos

A precificação do frete é uma etapa muito importante relacionada ao transporte de cargas no Brasil e depende de diversos elementos, dentre eles a cubagem. 

A falta desse cálculo de frete bem preciso pode gerar enormes prejuízos para uma empresa. 

Sendo assim, a fórmula matemática da cubagem aparece como uma solução mais assertiva e eficiente em casos como esse.

Mas, calma! É bem menos complicado do que você imagina. 

Uma vez sabendo como fazer cubagem, todo o processo de gestão do transporte fica mais fácil e otimizado. 

Por isso, nesse texto vamos explicar os seguintes tópicos:

O que é cubagem?

O termo cubagem pode ter diferentes significados, mas na logística ele está atrelado ao peso de uma carga em detrimento de seu volume. Além disso, é fundamental para analisar os custos referentes ao valor do frete da mercadoria em questão.

Em outras palavras a cubagem calcula o peso da carga e o espaço o qual ela ocupa dentro do veículo de transporte. 

Dessa forma, é possível checar a quantidade de mercadorias que podem ser levadas em uma viagem. Sem exceder o peso e nem ter desperdício com espaços vazios.

Tudo isso se deve a uma fórmula matemática que se resume a: 

altura x largura x comprimento x unidades (quantidade de carga) x fator de cubagem 

Anote! Vamos explicá-la um pouco mais a frente. 

Qual a importância da cubagem na gestão do transporte de cargas?

O planejamento de uma empresa de transportes tem por objetivo: facilitar os serviços prestados e evitar eventuais problemas e prejuízos. 

Dentro dessa programação, devem estar inclusos diversos itens importantes para que a empresa tenha o seu funcionamento pleno. Sendo eles: rastreamento de cargas, gestão de frotas, roteirização e, claro, saber como calcular cubagem por m³ para definir o valor do frete.

E por que ela é imprescindível? Tudo é uma questão de lógica.

Vamos pegar um caminhão como exemplo: O veículo tem um espaço delimitado e uma quantidade máxima de carga a qual pode carregar, correto?

Então, a cubagem cumpre a função de fazer este caminhão carregar uma quantidade de mercadorias de maneira otimizada, ou seja, tentando utilizar a capacidade máxima do veículo – em questão de espaço e de peso. 

Como um caminhão levar caixas de tamanhos e pesos diferentes, é preciso encontrar um equilíbrio entre essas variáveis para diminuir o número de viagens necessárias.

Sendo assim, há uma redução de gastos no transporte também.

Deu para entender como tudo está interligado? 

Para deixar a compreensão ainda mais simples vamos ao clássico exemplo: um veículo precisa transportar 30 toneladas de ouro e outro está responsável por transportar 30 toneladas de algodão.

É muito mais simples acomodar o ouro no espaço interno do veículo, porque neste caso o fator determinante é o peso. 

Agora, em relação às 30 toneladas de algodão, seriam necessários diversos caminhões para transportar a carga. 

Isso ocorre porque o produto é extremamente leve e volumoso, o que torna impossível ocupar o interior de apenas um veículo com 30 toneladas de algodão. 

Em decorrência deste fato, a empresa perde muito financeiramente, afinal, o transporte acaba sendo subutilizado. 

O resultado dessa carga não tão bem aproveitada é baixa produtividade e maiores custos para a empresa, no caso em que há a necessidade de utilizar maior quantidade de veículos. 

No trabalho de entregas também aparecem mercadorias muito pesadas, mas pouco volumosas como pequenos móveis e eletrodomésticos, por exemplo.

Com isso, é possível chegar próximo ao limite de peso com muita facilidade, sem necessariamente ter ocupado todo o espaço interno do veículo.

Levando em conta esses ocorrências, saber como fazer cubagem é essencial para se ter uma logística de transporte mais funcional e otimizar os custos da operação.

Diferenças entre cubagem, fator de cubagem e peso cubado

Os termos cubagem, fator de cubagem e peso cubado são tópicos frequentes de dúvidas, porém, apesar de estarem inseridos no mesmo universo, existem algumas diferenças entre eles.

Mas antes de tudo, é preciso entender o papel da Agência Nacional de Transportes Terrestres aqui no Brasil. 

Regulamentando o mercado

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) tem a função de regulamentar as atividades exercidas na área de infraestrutura de transportes. 

É ela, por exemplo, que define a tabela de frete, que por sua vez foi uma das reivindicações da greve dos caminhoneiros, lá em 2018. 

Essa tabela tem por finalidade uma remuneração mais equilibrada do serviço prestado pelo setor de transporte rodoviário de carga. 

De tempos em tempos, essa tabela sofre reajustes, como o que aconteceu em janeiro deste ano. 

O piso do frete desde então subiu de 11% para 15%, incluindo algumas atividades nesta porcentagem. 

E por que temos que saber isso? Bom, além de ter consciência do valor mínimo que deve ser pago, é preciso entender que é a ANTT quem define o valor referência do fator de cubagem, como veremos a seguir.

Fator de cubagem

O fator de cubagem definido pela ANTT é um valor que estabelece qual seria a relação ideal entre peso e volume. Ou seja, a cubagem de uma carga varia dependendo do modal escolhido por metro cúbico (m³).

Os principais fatores de cubagem são:

  • Rodoviário: 300 kg = 1m³
  • Aéreo: 166,7kg = 1m³
  • Marítimo: 1.000 kg = 1m³.

É importante ressaltar que estes são valores de referência e não uma via de regra, afinal, às vezes os produtos transportados variam de volume e peso, como ocorre com as cargas fracionadas

Neste caso, as empresas de transporte podem optar por utilizar números menores no cálculo do frete.

Peso cubado

Aqui está a chave para uma precificação mais justa do frete. O peso cubado é o resultado de uma equação na qual leva em conta duas variáveis: peso e volume do produto.

Utiliza-se, portanto, a seguinte fórmula:

Comprimento x Largura x Altura x Fator Cubagem

Então, caso exista um produto com essas dimensões: 50cm x 30 cm x 10 cm, considerando-se o valor cubagem do setor rodoviário (300), logo, o peso cubado é:

0,50 x 0,30 x 0,10 x 300 = 4,5 kgs.

cubagem em caminhão de entregas

Como realizar o cálculo de cubagem?

Agora que você já sabe os principais conceitos, então, como calcular cubagem?

A operação é bem simples e dominando algumas regrinhas básicas da matemática você já consegue ter as ferramentas para calcular cubagem – Quem preferir, pode utilizar uma calculadora também.

Então, primeiro de tudo é necessário ter as dimensões da carga já embalada. 

Isso porque para ter como calcular cubagem por m³, é necessário também ponderar as proporções da caixa. 

Após coletar as informações, então aplica-se a seguinte fórmula:

Comprimento x Altura x Largura x Quantidade de mercadorias x Fator de cubagem.

O resultado dessa equação é o peso cubado, como mostrado no tópico anterior. 

Em resumo podemos concluir que:

  • Cubagem é o espaço no qual uma carga pode ocupar dentro de um veículo;
  • Para calcular a cubagem utiliza-se uma fórmula considerando as dimensões da mercadoria e o fator de cubagem;
  • O fator de cubagem é uma variável cujo valor de referência foi instituído pela ANTT, mas não é uma regra absoluta, as empresas podem alterá-lo de acordo com suas necessidades;
  • O peso cubado é uma métrica, resultado da equação sobre como calcular cubagem m³ e que mostra o real espaço que a carga ocupa dentro do veículo.

Como a cubagem interfere no preço do frete?

Calcular cubagem é um fator influenciador direto no valor do frete. 

Isso acontece, porque ao levar em consideração somente as dimensões da carga, a cobrança pode às vezes não ser vantajosa e ainda pode ultrapassar limites de peso ou transportar mercadorias com espaços vagos dentro do veículo.

Dessa forma, o cálculo do frete é baseado entre o peso bruto da carga e o peso cubado, utilizando-se então, o valor que for mais alto dentre eles.

Por isso, o melhor a se fazer é sempre pensar em embalagens mais econômicas e otimizadas, afinal, o peso cubado pode ter um impacto maior nas finanças da empresa.

Como foi possível perceber, o cálculo de cubagem consiste em uma etapa de extrema importância no processo de transporte de cargas. 

Ao ter uma precificação de frete mais justa, é possível melhorar a eficiência dos serviços prestados e ainda disputar preços mais competitivos no mercado.

Mas não é só de cubagem que uma empresa precisa se preocupar. Gerir uma frota capaz de trazer bons resultados também é um grande desafio. 

O lado bom dessa história é que na Cobli você encontra todas as soluções que precisa!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog.

Monitoramento de frota - O que é cubagem? Entenda como o cálculo influencia o valor do seu frete
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demostrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário