Você pretende usar o conteúdo abaixo para
Agradecemos sua resposta!

Tempo de leitura: 9 minutos

O que você entende quando ouve ou lê a expressão “cálculo rota”?

Em alguns contextos, “cálculo de rota” quer dizer planejar um trajeto, isto é, elaborar a rota de um caminhão de modo que ele consiga fazer todas as entregas previstas no menor tempo possível. Sempre percorrendo a menor quilometragem possível e ainda levando em conta as restrições de horário dos clientes e a circulação de veículos pesados em vias urbanas.

O cálculo de rota considera um punhado de variáveis na sua execução e, para fazê-lo com eficiência, é recomendado recorrer a um serviço de roteirização especialista no assunto.

O cálculo de rota também pode ter outros sentidos, como: calcular quanto custa uma rota e o quanto de dinheiro é gasto para percorrer determinado trecho de entregas.

Ou seja, você consegue estimar a quantia gasta, principalmente, com combustível e pedágio, mas também com a alimentação do motorista e hospedagem, se a viagem durar mais de um dia.

O cálculo de rota é, portanto, uma previsão de custos.

Neste texto, você vai aprender por que o cálculo de rota é tão importante e se é possível fazê-lo – seja no papel, pela internet ou em um sistema especializado. 

Siga a leitura e confira!

Qual a importância do cálculo de rota?

Em resumo, o cálculo de rota é importante por ajudar os gestores a fazer planos e traçar estratégias, a supervisionar o trabalho dos motoristas e a identificar eventuais gargalos nos processos e resolvê-los com rapidez e eficiência.

Mas como uma simples previsão de custos pode resultados tão significativos?

Para que você entenda melhor, vamos dividir a importância de calcular os custos de uma rota em dois momentos: antes do veículo sair da garagem e quando ele volta das jornada de entregas.

Antes do caminhão sair

Antes que o motorista saia para as entregas, é importante que o cálculo de rotas já tenha sido feito, ou seja, que já exista uma previsão de quanto ele vai gastar na estrada, principalmente, com combustível e pedágio.

Se o motorista descobrir no meio do caminho que falta dinheiro para o pedágio ou o combustível, os prejuízos serão enormes, porque as entregas podem atrasar e, em alguns casos, ser inviabilizadas.

O cálculo de rota é importante para os gestores elaborarem o orçamento da empresa. Serve para analisarem se determinadas entregas compensam e se preparem financeiramente para realizá-las.

Quando o caminhão voltar

Quando o caminhão volta das entregas, o cálculo de rota será ideal na hora da prestação de contas.

O gestor deve analisar os gastos do motorista na estrada e compará-los com a previsão feita anteriormente. 

Se os valores efetivamente gastos na estrada estiverem próximos do previsto, é sinal que o cálculo de rota foi bem feito.

Se os valores forem maiores do que o previsto, é porque ou o cálculo de rota não foi feito corretamente ou aconteceu alguma coisa na estrada que bagunçou as contas.

Nessa situação, é importante descobrir o que resultou na elevação nos gastos.

Por exemplo: preço do pedágio, taxa com estacionamento, algum erro por desatenção ou até mesmo um gasto maior com combustível.

Se o gasto maior ocorreu por causas de combustível, pode ser porque o motorista precisou rodar mais quilômetros para fazer as entregas, porque o veículo está danificado ou porque o condutor anda dirigindo de maneira descuidada, resultando na maior queima de combustível.

Seja qual for o caso, o gestor deve intervir para evitar que os gastos sejam extrapolados outra vez.

Como? Planejando melhor as rotas, mandando o veículo para uma revisão ou educando seus motoristas para não dirigirem perigosamente e não gastarem combustível à toa.

O cálculo de rota pode ajudar a traçar estratégias, supervisionar colaboradores e resolver problemas antes que eles se tornem graves demais. Deu pra entender?

Como fazer o cálculo de rota com combustível, pedágio e distância?

Segundo a pesquisa “Logística do agronegócio”, realizada pela Escola Superior de Agricultura da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP), o combustível representa 38,4% dos custos de se transportar uma carga de grãos por 1.000 quilômetros.

Bastante, né? Por isso, é importante não errar na hora de fazer o cálculo de rota.

Veja abaixo, passo a passo, como calcular corretamente os custos de uma rota de entrega:

Quantos quilômetros o seu veículo percorre por litro de combustível (Km/l)?

Talvez você já tenha essa informação na ponta da língua. 

Se não tiver, faça uma pesquisa rápida no Google. Não se esqueça de atentar para o modelo do veículo e o ano de fabricação.

Se for mais fácil, faça uma conta rápida: na sua última viagem, quantos quilômetros você rodou e quantos litros de combustível gastou?

Divida a distância percorrida pela quantidade de combustível gasto e o resultado será uma média de quanto o seu caminhão faz por litro.

Calcule a distância total a ser percorrida na rota

Anote a soma das distâncias que o seu caminhão vai percorrer para dar conta de todas as entregas (ida e volta).

Tente ser o mais exato possível no cálculo das distâncias, caso tenha dificuldades, pode usar algum mapa.

Saiba o valor médio do combustível

O preço do combustível muda de posto para posto e pode subir de repente.

Por isso, na hora de calcular os custos da rota, tente ser o mais preciso possível quanto ao valor médio do combustível nas regiões por onde o caminhão vai passar.

Caso a sua empresa tenha convênio com algum posto de gasolina ou trabalhe com um cartão combustível, as coisas podem ser mais fáceis nesse momento.

Faça as contas

Com essas informações em mãos, faça os cálculos!

Primeiro, divida a distância a ser percorrida pelo consumo de combustível médio do seu veículo por quilômetro. Por exemplo:

Se o seu caminhão fizer 2,5 km/l e a distância a ser percorrida é de 100 km, serão consumidos 40 litros de diesel.

Multiplique o valor do diesel (R$ 3,50) por esses 40 litros.

O resultado é o quanto você vai gastar com combustível na viagem: R$ 140.

Considere as despesas extras

Acrescente os gastos extras em todos os pontos das viagens: com pedágio, combustível, alimentação do motorista e, se necessário, hospedagem e estacionamento.

Atenção na hora de calcular o pedágio. 

Primeiro, faça uma pesquisa e descubra por quantos pedágios o caminhão vai passar durante a viagem e o preço de cada um.

Lembre-se que o valor do pedágio varia de acordo com a quantidade de eixos do veículo.

Por exemplo: se o seu caminhão tiver três eixos, você vai pagar três vezes o valor-base. Já um caminhão de quatro eixos paga quatro vezes o valor-base e assim por diante.

Não se esqueça que não pagar pedágio é infração grave e pode custar cinco pontos da CNH do motorista.

calculadora de rota

É possível fazer cálculo de rota online?

Se você se assustou ao ler que precisa pesquisar preço de pedágio para calcular os custos de uma rota, não se preocupe, existem alguns sites que te ajudam neste serviço. Porém eles não são ideais para o cálculo de rota para transportadoras.

As calculadoras de rota online não são ferramentas boas para gestão de frota, mas sim para pessoas comuns que desejam entrar no carro e pegar estrada para férias e passeios. 

Justamente por não conseguirem prever uma grande quantidade de paradas, não conseguirem fazer monitoramento do carro e nem mesmo fornecendo atualizações de custos quando o caminhão estiver na rua.

Como funciona um sistema de cálculo de rota?

Existem hoje no mercado, algumas soluções especialistas neste tipo de serviço.

São sistemas de roteirização que coletam as informações necessárias para o cálculo e já entregam a rota de acordo com a necessidade de cada frota. Hoje, a Cobli possui um destes sistemas.

O software da Cobli pode servir como uma calculadora de rotas on-line, pelo fato de ser utilizado pela internet, mas é muito mais que isso. 

Por ser um roteirizador, o sistema consegue coletar uma porção de informações não só da rota (como valor médio de gasto com pedágio, combustível, paradas, tempo ocioso…), mas também do veículo que está na rua. 

O sistema consegue fazer o rastreamento dos veículos da frota em tempo real, dando olhos ao gestor na hora de identificar se a rota está sendo seguida corretamente.

Além de monitorar as condições gerais do veículo, o que ajuda na hora de identificar a hora certa de realizar uma manutenção.

Deu para entender o nível de importância que o cálculo de rota tem e como ele pode ajudar sua empresa a melhorar a qualidade de serviço? 

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota por AQUI.

Roteirizador - Entenda a importância do cálculo de rota para sua frota
Melhore a gestão da sua frota com a Cobli

   Clique aqui para tirar suas dúvidas ou solicitar um teste grátis do nosso sistema de rastreamento e monitoramento de frotas.

Escreva um Comentário