Marketing de serviços: tudo o que sua empresa precisa saber

Não é raro que empreendedores reclamem que, embora ofereçam um serviço de qualidade, ainda encontram dificuldades para fidelizar os consumidores. Porém, a boa notícia é: isso pode mudar. Como? Investindo em marketing de serviços!

Você já deve ter ouvido por aí que o marketing é a alma do negócio, certo? No entanto, essa “alma” é uma na hora de promover um produto e outra na hora de promover um serviço.

Trabalhar com marketing de serviços é um desafio e tanto.

Embora o setor seja um dos mais dinâmicos da economia, promover um serviço dá muito mais trabalho do que vender um produto.

Por esse motivos, é comum ficar “perdido” ao pensar em estratégias de marketing para serviços.

Para se ter uma ideia: o marketing é famoso por seus 4 Ps, certo? Já o marketing de serviços é 8 Ps! Sim, o dobro!

Mas não se preocupe, se você ainda não entende sobre marketing de serviços, estamos aqui para te ajudar.

Neste texto, vamos explicar o que é marketing de serviços, quais são suas características e como implantar boas estratégias no seu negócio! E, claro, também vamos explicar quais são esses 8 Ps.

Afinal, o que é o marketing de serviços?

O objetivo do marketing todo mundo sabe qual é: convencer um cliente a comprar determinado produto.

Não basta argumentar que se trata de um produto de qualidade. É preciso explicar ao cliente o que ele tem a ganhar adquirindo tal coisa e, às vezes, convencê-lo de que se trata exatamente do produto de que necessita, embora não soubesse disso! Não é uma tarefa fácil, concorda.

Marketing de serviços, portanto, nada mais é do que um conjunto de estratégias usadas para vender um serviço aos consumidores.

Contudo, vender um serviço é mais complicado do que vender um produto.

Por exemplo: se eu quero vender um automóvel, posso falar sobre a potência do motor, o conforto dos bancos e uma série de outras características facilmente verificáveis.

Em contrapartida, se eu for vender um serviço, como um frete ou a manutenção de uma máquina, preciso caprichar bem nos argumentos, porque quero que o cliente compre uma coisa que ele não vendo e não pode ser tocada ou mesmo trocada caso ele se arrependa da aquisição.

Além disso, a concorrência no setor de serviços é acirradíssima!
Por tudo isso, o marketing de serviços deve se apoiar em estratégias diversas, que envolvem:

  • Publicidade;
  • Boa comunicação;
  • Criatividade;
  • Profundo conhecimento do público-alvo;
  • Atenção aos resultados.

Ao longo deste texto, vamos dar algumas dicas de como implementar estratégias de marketing de serviços no seu negócio.

Marketing de serviços: características principais

Como dissemos acima, os serviços têm características diferentes dos produtos.

Os profissionais de marketing de serviços devem se atentar para elas na hora de elaborar estratégias adequadas.

Veja abaixo quais são as principais características do marketing de serviços:

Intangibilidade

Produtos são tangíveis, isto é, podemos, literalmente, “pegá-los”.

Serviços, em contrapartida, são intangíveis: não podem ser manuseados e, em alguns casos, sequer vistos!

Há vários elementos intangíveis nos serviços, como o bom atendimento e o ambiente. Por isso, é mais difícil vender um produto do que um serviço.

Perecibilidade

Serviços também são perecíveis. É claro que eles não estragam como os alimentos. Por outro lado, eles não podem ser estocados e também não possuem algo parecido com um prazo de validade.

Quanto menor a perecibilidade, maior é a “vida útil” de um serviço. E é nisso que as estratégias de marketing devem focar.

Variabilidade

Serviços são extremamente variáveis. Isso quer dizer que um serviço não é igual ao outro.

A variabilidade dos serviços está ligada ao fator humano, isto é, às características do profissional que presta o serviço e também do consumidor.

Todo serviço, portanto, é personalizado. E isso pode ser visto como uma oportunidade e um desafio para quem trabalha com marketing de serviços.

É uma oportunidade porque é possível vender o caráter único e personalizado de cada serviço.

No entanto, é também desafiador porque pode ser difícil prever a reação do cliente e evitar alguns imprevistos que prejudicam a execução do serviço (por exemplo, acidentes rodoviários como no caso de serviços de entrega).

Inseparabilidade

É impossível separar um serviço de quem presta esse serviço, concorda?

Por isso, é tão comum que o marketing de serviços seja focado nas habilidades do time de prestadores de serviço, como motoristas, médicos, profissionais da beleza etc.

Portanto, para caprichar no marketing, é necessário, antes de mais nada, investir na qualificação do time de prestadores de serviço.

Marketing de serviço: os 08 Ps

O marketing é famoso por seus 04 Ps: preço, produto, praça e promoção.

Quando o assunto é marketing de serviços, porém, o número de Ps dobra: são 08!

Os 08 Ps do marketing de serviços são princípios que devem guiar as estratégias de divulgação da marca e fidelização dos clientes.

Confira abaixo quais são os 08 Ps do marketing de serviços:

01. Produto

Se você está lendo este texto atentamente, sabe que passamos um bom tempo diferenciado de produto e serviço, certo?

No entanto, o primeiro P do marketing de serviços é justamente P de produto!

Pode até parecer incoerência, mas não é! Afinal, se você presta algum tipo de serviço (entrega, consulta médica, tratamento estético etc.), este é o seu produto.

Sim, serviços também são produtos, pois trazem vantagens para os clientes, como a resolução de um problema (de saúde, jurídico, logístico ou estético, por exemplo).

Portanto, a primeira condição para elaborar boas estratégias de marketing de serviços é conhecer bem o seu produto.

02. Preço

A precificação de serviços não é uma tarefa fácil. E se você tem dúvidas sobre como fazer bem e da maneira correta, confira o conteúdo completo sobre o assunto no Blog da Cobli.

Precificar é difícil devido às características dos serviços citados acima, como a intangibilidade.

É necessário encontrar um valor que o cliente esteja disposto a pagar, que ele perceba como justo e seja capaz de garantir o lucro do negócio.

Nessa conta, entram variáveis diversas, como a qualidade do serviço, a competência dos profissionais que o prestam, o prestígio da empresa, o tempo gasto com a atividade e a média de preços cobrada pela concorrência.

Estratégias de marketing devem ser pensadas para apresentar o preço do serviço como atrativo e justo, comparando-o sempre com as vantagens que ele trará para o cliente.

03. Praça

Praça é o lugar onde o serviço é prestado: na sede da empresa, na casa do cliente ou remotamente.

No caso de serviços logísticos, é de extrema importância deixar claro qual a praça em que a empresa atua, ou seja, quais são os locais onde ela faz entregas.

04. Promoção

Promoção não é só ofertar o serviço por valores imperdíveis! É promover o produto, isto é, apresentar suas características aos potenciais clientes e detalhar as vantagens que a compra trará.

A promoção de produtos é um dos principais objetivos do marketing de serviços e envolve desde campanhas publicitárias até o uso inteligente das redes sociais para identificar o público-alvo e informá-lo.

05. Processo

O processo se refere à apresentação clara de como o serviço será prestado.

Por exemplo, se o seu serviço é um frete, o processo envolve desde a elaboração da rota, que deve ser compartilhada com o cliente, a definição dos prazos e a manutenção do relacionamento com o consumidor após a entrega.

O conhecimento do processo é um dos principais fatores que leva um cliente a fechar a compra de um produto.

06. Prova física ou palpabilidade

Como explicamos acima, os serviços são intangíveis. No entanto, eles também tem prova física ou palpabilidade.

Esse P se refere a amostras que permitem ao cliente visualizar o produto, como imagens, site, redes sociais, material de divulgação e depoimentos de clientes satisfeitos.

O trabalho do marketing é tornar um serviço “palpável”.

07. Pessoas

Todo serviço é prestado por uma ou mais pessoas, não é? É a elas que esse P se refere: à sua equipe.

Além de contratar funcionários qualificados, cujas qualidades possam ser apresentadas com clareza aos clientes, importa oferecer boas condições de trabalho, oportunidades de atualização e crescimento na empresa.

Afinal, um profissional satisfeito presta serviços de maior qualidade. E não há melhor marketing do que esse!

08. Produtividade

Chegamos, enfim, ao último P: produtividade.

Produtividade é garantir que serviços de qualidade estão sendo entregues nos prazos acordados com os clientes.

Para isso, é necessário investir bastante em gestão e treinamento da equipe!

Marketing de serviços: como fazer da maneira correta?

Se você chegou até aqui, já tem uma noção de quais são os desafios do marketing de serviços, certo?

O próximo passo é aprender como lidar com eles. Confira algumas dicas abaixo:

Foque nas pessoas

Primeira dica: foque nas pessoas. Nas de dentro e nas de fora da sua empresa.

As de dentro: reúna uma equipe preparada e a mantenha motivada e atualizada em todas as tendências do mercado e nas estratégias de marketing de serviços.

As de fora: descubra qual é o seu público-alvo e se esforce para estabelecer uma comunicação clara e produtiva com ele.

Produza conteúdo

Quer chamar atenção do público para o seu produto? Produza conteúdo sobre ele!

Invista em blogs e use as redes sociais para se posicionar como autoridade no assunto.

Lembre-se que hoje em dia, antes de qualquer compra, todo mundo faz umas pesquisas na internet.

O ideal é que, quando um cliente digitar determinado serviço no Google, ele encontre o seu serviço nas primeiras sugestões.

Para assegurar que isso ocorra, você pode investir em anúncios e em técnicas de marketing de conteúdo para melhor posicionar sua marca e seu conteúdo na rede.

Ofereça um serviço diferenciado

Toda publicidade eficiente é baseada nas características que só aquele produto ou serviço tem.

Por isso, um dos objetivos do marketing de serviços é descobrir qual é o diferencial do seu serviço e apresentá-lo aos seus potenciais clientes.

É importante mostrar no que o seu serviço é melhor do que o da concorrência.

Você faz as entregas mais rápidas e seguras no mercado? Ou se destaca por seu ótimo relacionamento com os clientes?

Seja qual for o seu diferencial, não se esqueça de valorizá-lo ao elaborar estratégias de marketing de serviços!

Estabeleça metas

Para que suas estratégias de marketing de serviços sejam bem-sucedidas, não se esqueça de estabelecer metas claras, além de um plano de ação e prazos para alcançá-las.

Não sabe direito como elaborar um plano de ação? Apoie-se nos 04 Ps!

Primeiro, descubra qual o diferencial do seu produto. Depois, decida o preço e para onde seu serviço será oferecido.

Em seguida, pense em como você pode promovê-lo e assim por diante: de P em P!

Ah, não sei se esqueça de definir quem cada equipe ficará responsável por cada uma das etapas do plano de ação, ok?

Não vale só estabelecer metas e um plano de ação, viu? É importante acompanhar o andamento dos processos e avaliar constantemente o desempenho da empresa com métricas claras.

Lembre-se também de fazer os ajustes necessários sempre que você encontrar algum entrave ao cumprir o plano de ação.

Aprenda com a concorrência

O sonho de todo empreendedor é estar sempre um passo à frente da concorrência, certo?

No entanto, para conseguir esse feito, é necessário acompanhar atentamente tudo o que a concorrência faz e aprender com seus erros e acertos!

Dê uma olhada nas estratégias de marketing de serviços de seus competidores e descubra como superá-los! Boa sorte!

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre logística e gestão de frota em nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.