Tempo de leitura: 10 minutos

O planejamento estratégico consiste em uma competência administrativa importantíssima para empresas que visam crescer e conquistar ainda mais competitividade de mercado.

Na logística, o planejamento estratégico, tático e operacional ganha ainda mais força, quando bem executado, podendo aprimorar os processos e qualidade de serviço, além de agilizar entregas.

O maior erro de uma empresa é tender para o imediatismo e esperar que os gestores tenham a capacidade de trazer soluções milagrosas para problemas que poderiam ter sido previstos.

Não se engane, ter jogo de cintura e buscar saídas criativas diante de situações adversas são habilidades valiosas e imprescindíveis, porém um negócio bem-sucedido requer mais do que isso.

É preciso saber aonde o seu negócio almeja chegar.

Quer saber mais como fazer planejamento estratégico? Siga e confira!

O que é planejamento estratégico?

Para falarmos sobre o que é planejamento estratégico, imagine a seguinte situação:

Você, como um gestor de frotas, precisa lidar com problemas que surgem diariamente dentro da empresa, mas observa que por maior que seja seu esforço, os resultados parecem que estão estagnados e não há uma melhora significativa no processo.

Então, é preciso parar para repensar em um planejamento a longo prazo e, assim, suas ações de agora refletirão em melhores frutos lá na frente.

E planejamento estratégico é exatamente isso: uma visão do futuro para seu negócio.

Para que isso seja possível, é preciso sujeitar a empresa a uma análise completa sob diversas óticas e traçar sua missão, visão e valores por um período mínimo de cinco anos e máximo de 10.

Além disso, o planejamento estratégico precisa estar em constante revisão, afinal, o mundo passa por incessantes transformações e se a sua empresa quer sobreviver a elas, não dá para deixar isso de lado.

Quer um exemplo atual? A pandemia do novo coronavírus chegou como um evento avassalador para muitas empresas.

Com toda certeza, na virada do ano de 2019 para 2020 ninguém esperava que a população global fosse ser acometida pela disseminação de uma nova doença.

Em um instinto de sobrevivência, empresas ao redor do globo precisaram revisar seu planejamento estratégico para não fecharem as portas definitivamente – mas nem todas conseguiram.

É importante dizer que o planejamento estratégico não contempla ações específicas e individualizadas, até porque ele é pensado por um período longo de tempo.

Mas vamos ver um passo a passo sobre como fazer um planejamento estratégico:

Veja como o sistema de monitoramento da Cobli pode te ajudar na redução de custos da sua gestão de operação!

Definição de um propósito: por que a sua empresa existe?

O primeiro passo para ter como fazer um planejamento estratégico, é definir o propósito de sua empresa.

Para isso, tente responder às seguintes perguntas:

  • Sobre o que é a sua empresa?
  • O que ela faz?
  • Por que ela é importante?

Assim, aos poucos vamos criando uma cultura organizacional bem estruturada e só a partir destas respostas é que será possível elaborar estratégias a longo prazo. 

Não subestime o propósito da empresa!

Traçar missão, visão e valores

Para poder responder às perguntas acima, é preciso definir três coisas: missão, visão e valores de sua empresa.

  • Missão: como o próprio nome diz é o propósito, a finalidade da sua empresa. No caso de um serviço de frotas é promover entregas cada vez mais eficientes e de qualidade, por exemplo, levando ao consumidor não somente produtos, mas também satisfação.
  • Visão: aquilo que o seu negócio almeja, aonde ele quer chegar. É um sonho. Um exemplo seria ser a maior e mais conceituada empresa de logística e transportes do Brasil.
  • Valores: ações que para você, como empresa, são inegociáveis. Não há exceção como, por exemplo, cordialidade com os consumidores e proatividade na solução de problemas.

Porém, como foi possível perceber, tudo o que foi mencionado ainda está no plano conceitual e, inclusive, pode ser feito em uma planilha de planejamento estratégico.

Por isso, para completar o combo, existem dois outros tipos de organização: a tática e a operacional.

E agora que você já entendeu para que serve o planejamento estratégico, fica muito mais fácil compreender as funções das outras duas.

Faça a gestão eficiente dos veículos da sua empresa e ainda reduza seus custos!

Planejamento tático

A grande diferença do planejamento estratégico para o tático é que o primeiro tem uma visão holística da empresa, enquanto o segundo é mais setorial.

Aqui se estabelecem metas e caminhos possíveis para aquilo que foi planejado em âmbito estratégico possa, enfim, ser colocado em prática.

É importante ressaltar que visão e metas são conceitos distintos e, por isso, aparecem em etapas de planejamento diferentes. 

A visão tem uma essência mais ampla, é sonhar alto e ter ambições. Já as metas são definidas para efeitos imediatos.

Então, enquanto a visão da empresa de logística é se tornar a maior e mais conceituada de seu setor, a meta pode ser aumentar seus lucros em 30% em seis meses, por exemplo.

O planejamento tático pode ficar a cargo dos gestores de frotas e é neste processo que são definidos maiores detalhes do plano que será colocado em ação.

Alguns exemplos de planejamento tático são: revisão dos custos logísticos, ações de marketing, como fazer entregas mais ágeis e eficientes, entre outras coisas.

Planejamento operacional

Por fim, chegamos na etapa de colocar tudo o que foi planejado em ação.

É por meio do planejamento operacional que os planos e metas são executados, visando redução de custos e otimização de tempo.

Então, podemos resumir o planejamento estratégico, tático e operacional em:

  • Estratégico: apontar um norte, o propósito, a visão do negócio.
  • Tático: desdobrar a visão em diferentes metas com ações de curto e médio prazo;
  • Operacional: colocar tudo o que foi descrito nos planejamentos anteriores em prática.

Portanto, os três tipos de planejamento são essenciais, afinal, eles se complementam.

E como o planejamento estratégico auxilia no dia a dia das frotas?

Para começar a falar deste tema, nada melhor do que trazer exemplos reais de empresas que não se ampararam em uma estrutura sólida de planejamento a longo prazo.

Uma pesquisa feita pela Mission Facilitators mostrou que 26 mil startups declararam falência no ano de 2016. 

Destas milhares de empresas, 67% não tinham um planejamento estratégico bem fundamentado e 86% dos gestores entrevistados não colocaram como prioridade este tema em seu dia a dia, destinando menos de uma hora para pensar no planejamento empresarial.

Como resultado, estes negócios se viram obrigados a fecharem as portas.

E para empresas de logística e transporte, isso não é diferente.

O plano estratégico, tático e operacional é determinante para o futuro da empresa e traz benefícios a longo prazo.

Por isso, deve ter a participação de todos os líderes da companhia, dentre eles os gestores de frotas, coordenadores de equipes, entre outros.

Algumas das melhorias que o planejamento logístico pode trazer são: 

Redução de custos

Dentre as principais vantagens deste tipo de visão e planejamento estão o que todos querem: redução de custos logísticos.

Quando não há uma organização financeira, a empresa acaba tendo gastos desnecessários e pode faltar dinheiro para operações importantes. 

Em casos extremos, isso pode levar o negócio a falência!

Porém, com o planejamento logístico, é possível determinar metas e organizar o fluxo de caixa para que o dinheiro seja bem distribuído e não desperdiçado com o que não é extremamente necessário.

Este tipo de controle é fundamental para a saúde financeira de seu negócio. 

Além disso, ter as contas em dia facilita as chances de conseguir linhas de crédito devido a boa reputação da empresa.

Descubra agora qual o carro ideal para o seu negócio! Use o comparador gratuito de veículos da Cobli

Lucratividade

Com a organização financeira fica mais fácil evitar falhas e, consequentemente, incrementa as possibilidades de lucros nas mais diversas formas.

Já que você não está desperdiçando dinheiro, por exemplo, e não tem motivos para gastar com reparações, é possível tirar uma margem de lucro maior, afinal, o capital está sendo bem investido.

Outro fator importante é que o planejamento eficaz melhora todas as etapas do transporte, desde a armazenagem de produtos até o transporte dos mesmos.

Se aliado às tecnologias de ponta, então, é possível aumentar exponencialmente o rendimento da empresa e, assim, aumentar a lucratividade também.

Um exemplo são os rastreadores da Cobli, que conseguem traçar as melhores rotas para otimizar o tempo de entregas, além de proporcionar análises completas de performance dos motoristas.

Dessa forma, os gestores de frota sempre ficam a par do que está sendo bem feito e do que necessita ser aprimorado.

Quanto mais rápida é a solução, menores serão os danos causados pelo problema, certo?

Satisfação do cliente

A satisfação do cliente é tudo o que uma empresa almeja, correto?

Afinal, clientes felizes tendem a voltar a consumir seus serviços e/ou produtos.

Mas para alcançar o nível de exigência destes consumidores, é necessário esforço.

Pense o seguinte: com o planejamento estratégico há uma redução de custos, logo, os preços dos produtos também ficam mais baixos, o que por si só já atrai mais clientes.

Porém, o trabalho não para por aí!

O serviço de transporte de mercadorias é fundamental neste processo.

Com um rastreador eficiente, como o da Cobli, os motoristas de caminhões e motos conseguem ter rotas mais otimizadas e, assim, reduzem o prazo de entrega das mercadorias.

Uma terceira via para conquistar a satisfação do cliente é investir justamente no atendimento e isso também deve estar previsto no planejamento estratégico.

Agora que você já sabe tudo sobre o que é o planejamento estratégico, tático e operacional, não deixe de contar para a gente o que achou e é hora colocar em prática!

Esta publicação te ajudou? Confira outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota.

fleet managment - Planejamento estratégico: como colocar em prática na logística
Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Escreva um Comentário