Um dos principais desafios de uma frota de veículos (não importa se de carros, motos ou caminhões) é fazer o controle de abastecimento de frota. Além de ser uma das principais despesas de uma frota, o preço da gasolina e do diesel costuma variar muito —  principalmente para cima, não é mesmo? Abastecer com álcool pode ajudar a economizar um pouco, mas isso nem sempre é possível e, às vezes, não compensa apesar do preço mais baixo…

Como gastar menos com combustível sem prejudicar a produtividade da sua frota? Será que tem como economizar com combustível e ganhar em produtividade?

Sim! Abaixo, seguem algumas dicas para fazer o controle de abastecimento de frota.

Qual a importância do controle de combustível da frota?

Os principais objetivos do controle de abastecimento de frota são reduzir custos e aumentar a produtividade.

É importante saber exatamente quantos quilômetros cada veículo é capaz de rodar com um litro de combustível. Com essa informação – e algumas outras –, você pode planejar melhor. E bom planejamento sempre resulta em menos gastos e mais produtividade.

Você também pode se interessar por:
Cinco tecnologias que prometem mudar a mobilidade
Por que a Ford vai fechar a fábrica de São Bernardo do Campo?

Por exemplo: se a sua frota é composta por veículos flex, você vai descobrir qual combustível rende mais, o que já ajuda a dar uma economizada. Economizando no posto de gasolina sobra mais dinheiro para investir e os trajetos ficam mais rápidos e seguros.

Como controlar o gasto de combustível?

Reúna informações sobre a frota e os motoristas

Para controlar bem o gasto de combustível, recomenda-se que a frota seja homogênea. Se todos os veículos forem do mesmo modelo, todos eles, em tese, vão rodar o mesmo número de quilômetros por litro de combustível. Isso que ajuda a planejar melhor os gastos no posto de gasolina e identificar problemas quando um carro ou caminhão estiver gastando mais do que os outros. Também é importante saber como os motoristas estão dirigindo. Motoristas imprudentes, que aceleram muito, deixam o motor ligado sem motivo e freiam bruscamente, queimam mais combustível. Para economizar – e garantir a segurança – é importante corrigir esses maus hábitos e capacitar a equipe.

Invista em um rastreador veicular

Rastreadores veiculares – muitas vezes conhecidos apenas como GPSs – ajudam muito a controlar o gasto de combustível. Como? Os rastreadores fornecem uma série de informações sobre os veículos: rotas percorridas, velocidade, se o motorista está acelerando muito, se o motor está ocioso e, principalmente, o quanto de combustível foi gasto. Com essas informações, fica fácil identificar se o veículo está queimando combustível à toa, seja por um problema técnico, por imprudência do motorista ou por que as rotas foram mal planejadas. Informações precisas sempre ajudam a tomar decisões acertadas, que costumam resultar em menos gastos e mais produtividade.

Leia também:
Duas maneiras de calcular a depreciação da frota 

Não se esqueça da manutenção

Para não gastar combustível à toa é importante não descuidar da manutenção preventiva dos veículos. A manutenção periódica resolve os problemas antes que eles causem prejuízos ou tornem o veículo inseguro para rodar. Pneus descalibrados e desgastados, por exemplo, aumentam o consumo de combustível. Também é importante controlar o peso dos veículos. Quanto mais pesado um carro ou caminhão, mais combustível ele gasta. Exagerar na carga para fazer menos viagens, na verdade, pode sair mais caro.

Planejamento é tudo

A principal dica é esta: planeje! Seja cuidadoso ao abastecer sua frota e escolha sempre fornecedores confiáveis. Planeje bem as rotas, escolhendo as mais seguras e rápidas. Controle atentamente a quilometragem rodada de todos os veículos e, principalmente, não descuide das planilhas de previsão de custos.

Seis dicas para fazer o controle de abastecimento de frota

1. Manutenção preventiva é importante, sim!

manutencao carro 1024x375 - Controle de abastecimento de frota: 6 dicas para mais eficiência

Ter um cronograma rigoroso para a manutenção preventiva é essencial para que as práticas de redução de custos possam ser acompanhadas, respeitando as particularidades de cada veículo. É fundamental realizar as manutenções sempre que o calendário indicar. Lembre-se: deixar para depois ou pular o cronograma pode resultar em gastos maiores no futuro.

Ter um cronograma rigoroso para a manutenção preventiva é essencial para que as práticas de redução de custos possam ser acompanhadas, respeitando as particularidades de cada veículo. É fundamental realizar as manutenções sempre que o calendário indicar. Lembre-se: deixar para depois ou pular o cronograma pode resultar em gastos maiores no futuro.

Também é importante ficar atento à maneira como os motoristas trabalham, identificando hábitos que podem acelerar o desgaste da frota (montamos uma lista de vícios ao voltante que pode ajudar a identificar esses comportamentos). O fator humano entra como um catalisador essencial aqui. Sem a cooperação dos colaboradores, dificilmente alguma ação poderá ser implantada de maneira satisfatória. Palestras, cursos de qualificação e eventos são fundamentais para que o motorista desenvolva a consciência da importância de reduzir o consumo de combustível.

2. Controle de velocidade

A conta é rápida: quanto maior a distância, mais combustível será consumido. Porém, alguns fatores interferem profundamente nessa lógica, como engarrafamentos, estado das estradas, sinais de trânsito, paradas policiais, entre tantos outro. Sendo assim, planejar com cuidado a rota a ser seguida ajuda a evitar alguns desses problemas, além de diminuir a distância em determinados casos.

Nosso sistema ajuda a otimizar as rotas percorridas pelas frotas e acompanhar os motoristas ao longo do dia de trabalho. Para dar uma ideia da diferença que uma tecnologia assim faz, alguns de nossos clientes chegaram a registrar uma economia de 50% nas idas aos postos de gasolina.

Outro benefício dos sistemas de rastreamento é a possibilidade de saber se o veículo está ligado enquanto está parado ou em marcha lenta e por quanto tempo isso ocorre. O motivo para destacarmos esse fator é simples: comportamentos assim, quando frequentes, aumentam o consumo de combustível

Além disso, soluções de rastreamento para frotas disponibilizam informações bastante precisas relacionadas à velocidade, localização e consumo de cada veículo. Com o nosso sistema de controle de abastecimento de frota, por exemplo, é possível acompanhar o quanto cada carro está gastando e comparar as informações com as estipuladas pelo fabricante (aqui, há uma ferramenta que pode ajudar a resgatar os dados das montadoras). 

3. Cuidados com os pneus

pneus combustivel 1024x375 - Controle de abastecimento de frota: 6 dicas para mais eficiência

Rodar com pneus que não estejam calibrados corretamente contribui para o aumento do consumo de combustível. Não é exagero: pneus em dia ajudam a economizar até 3% na bomba do posto (em alguns modelos, a porcentagem chega até a ser maior!). 

Fora a calibragem, é recomendado verificar a pressão dos pneus, no mínimo, uma vez por semana – tudo seguindo as recomendações do fabricante. Do contrário, eles podem sofrer um desgaste maior e apresentar perda de aderência, um aspecto que interfere diretamente na segurança da direção. 

4. Controle de peso

Quanto mais pesado estiver o veículo, mais combustível ele vai consumir. Por isso, é fundamental estar atento à quantidade máxima suportada e como será feita a distribuição do peso.

Os colaboradores da empresa devem estar cientes da importância de estarem sempre atentos a esse ponto. O gestor, por sua vez, deve fazer uma fiscalização rígida para que ninguém deixe a desejar no cumprimento do que foi estipulado.

5. Controle de quilometragem da frota

controle combustivel 1024x375 - Controle de abastecimento de frota: 6 dicas para mais eficiência

O limite de quilometragem também merece atenção se o assunto for economia. Monitorando esse ponto será possível identificar qual veículo está andando mais do que o previsto em sua rota. Não é difícil fazer esse tipo de monitoramento. Os softwares de gestão de frotas mais usados atualmente trazem recursos que permitem que o acompanhamento possa ser feito em tempo real.

Isso possibilita, também, calcular o consumo de combustível de um determinado veículo da frota, entendendo a razão de seus gastos. Consequentemente será mais fácil identificar os campeões de consumo e verificar quais são os fatores que estão provocando essa situação.

6. Identificação dos veículos

Para que todas as ações citadas até aqui possam ser mais eficientes, é preciso identificar cada veículo da frota. É praticamente impossível fiscalizar e controlar os gastos se não se puder saber, com certeza, de onde eles estão vindo.

Ano de fabricação, modelo, motoristas responsáveis e todas as informações que forem úteis podem ser usadas para aumentar o controle relacionado à quantidade de combustível que está sendo usado por determinado motorista.

Depois disso tudo, é hora de colocar em prática. Claro que dificilmente será possível fazer tudo de uma vez. Por isso, o importante é ir por etapas. Com um bom planejamento, os resultados positivos não vão demorar muito a aparecer.

Esta publicação te ajudou? Confira essa e outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog. Você também pode entrar em contato com um de nossos atendentes pelo (11) 4810-2200 ou pelo euquero@cobli.co.

Controle de Combustível
badge primary e1563977884304 - Controle de abastecimento de frota: 6 dicas para mais eficiência
Cobli

euquero@cobli.co
(11) 4810-2200

Escreva um Comentário