Assim como em outras estratégias logísticas, o objetivo do picking é garantir entregas mais ágeis, seguras e sem erros

O que é picking e como o processo pode otimizar a logística da sua empresa?

O picking, também conhecido como “order picking'”, é um processo de separação e preparação de um conjunto de cargas não unitárias – de diferentes categorias e quantidades – para a composição do pedido de um cliente.

Assim como em outras estratégias logísticas, o objetivo deste método é garantir entregas mais ágeis, seguras e sem erros.

Nesse artigo você vai saber mais sobre o picking, quais são as vantagens e como transformar esse processo em um diferencial competitivo para o seu negócio.

O que é picking?

O termo picking, na linguagem logística, pode ser definido como o processo de separação de produtos para um pedido. O movimento é bastante simples: quando uma venda é realizada, os itens são rastreados no estoque e separados para o empacotamento, ou packing.

Apesar dos termos serem muito semelhantes, é importante não confundir uma coisa com a outra. O packing acontece sempre depois da separação da mercadoria, garantindo a acomodação dos produtos de forma apropriada, com segurança e qualidade, para que a encomenda chegue na mão do cliente em perfeito estado.

Leia também: O que é gestão de estoque? Como fazer corretamente?

Quais são os tipos de picking e como eles funcionam?

Existem diferentes formas de fazer o picking na gestão de estoque. Conheça a seguir as quatro principais modalidades para poder escolher a que mais faz sentido para o seu negócio.

Picking discreto

Um colaborador é responsável por todo o processo de separação do pedido, do começo ao fim. Como apenas uma pessoa fica responsável pela ordem completa a chance de erros é menor. Em contrapartida, o tempo gasto para a finalização da ação pode ser maior.

Ideal para:

  • Unidades de separação de grande volume
  • Alta relação entre SKU’s por pedido/ SKU’s em estoque.

Picking por onda

Assim como no modo discreto, o funcionário também fica responsável pela separação do pedido completo. A diferença é que neste caso, os pedidos são acumulados e processados de acordo com o prazo de entrega acordado com o cliente.

Ideal para:

  • Operações com agendamento de um certo número de pedidos ao longo do turno

Picking por lote

Neste sistema, os pedidos são acumulados para o colaborador realizar a separação dos itens de uma só vez. Com este método, mais pedidos são preparados ao mesmo tempo.

Ideal para:

  • Unidade de separação de médio ou pequeno volume
  • Pedidos com poucos itens

Picking por zona

Aqui cada um é responsável por uma zona dividida por categoria de produto. Quando o pedido chega no estoque, o colaborador reserva os itens correspondentes a sua zona e envia para o fechamento final da ordem, que vai juntar cada mercadoria selecionada separadamente.

Ideal para:

  • Estoque com grande área de armazenagem
  • Grande variedade de produtos
  • Produtos que exigem diferentes métodos de manuseio e acondicionamento

O picking pode ser automatizado?

Além do processo manual, o picking também pode ser realizado com a ajuda de esteiras, transelevadores, sistemas de armazenagem e de forma automatizada, com as seguintes tecnologias:

Voice pick

Terminais digitais sintetizam e fazem os pedidos por meio do reconhecimento por voz.

O sistema pode ser programado de modo que as instruções e ordens sejam executadas a partir da verbalização do operador.

Pick by light

O sistema informa ao operador, por meio de luzes e números indicativos, a posição exata em que o produto pode ser recolhido. Além disso, o sistema também mostra quantos produtos estão disponíveis no estoque.

Um sistema picking bem executado pode ser um grande diferencial competitivo para o seu negócio.

Como implementar o processo na sua empresa?

A separação dos produtos é uma etapa importante e completa. Quanto maior for a sua operação, melhor e mais produtivo precisa ser o processo de picking da empresa.

Por isso, é preciso tomar alguns cuidados para garantir que o todo o sistema seja bem estruturado. Confira a seguir algumas dicas para otimizar o processo.

Organização do armazém

Antes de mais nada é preciso organizar o seu estoque. Mantenha todas as áreas de trabalho bem estruturadas e sinalizadas de forma inteligente.

Mapeie o sequenciamento de atividades do processo e organize o estoque de forma lógica para que os colaboradores não precisem perder tempo na hora de procurar um item ou durante o deslocamento entre a separação e o empacotamento.

Padronize o recebimento e registro dos itens

O processo de recebimento e registro dos produtos no estoque deve ser o mais cuidadoso possível. Fique atento ao cadastro do código de barras e quantidades e certifique-se que cada item seja alocado na área correta do armazém.

Desta forma, a localização e separação dos produtos fica mais ágil e eficiente.

Facilite o acesso aos produtos com um giro maior

Armazene os produtos com giro mais alto em locais de fácil acesso, como prateleiras inferiores e áreas próximas ao empacotamento e expedição. Assim, o manuseio fica muito mais fácil e preciso.

Os itens que vendem menos podem ficar em prateleiras mais altas e no final do armazém.

Invista em tecnologia

Use sistemas automatizados para otimizar a sua gestão. Seja para separar ou para empacotar, vale investir em um sistema que agiliza e economiza mão de obra e recursos.

Além disso, contar com o apoio tecnológico pode diminuir os erros e retrabalhos, além de reduzir custos e integrar as áreas.

Monitore sua operação

Crie indicadores de performance que façam sentido para o seu negócio e acompanhe o funcionamento e resultados da sua operação.

Aproveite a oportunidade para identificar falhas e potencializar a capacidade produtiva do seu processo logístico.

Quais são as vantagens de um picking bem realizado?

Picking é mais do que separar os itens e encaminhá-los para a entrega. É preciso realizar uma gestão de estoque eficiente, que leve em consideração o tipo de operação e as especificidades dos produtos que o seu negócio vende.

Os principais problemas de uma estratégia de picking mal realizada são:

  • Carregamentos errados e retrabalho;
  • Perda de tempo na separação dos pedidos;
  • Aumento de custo;
  • Alocação desnecessária de recursos humanos
  • Desperdícios, perda de produtos e devoluções;
  • Atrasos nas entregas.

Um sistema picking bem planejado e executado promove o aumento da produtividade, reduz os custos com armazenagem e faz com que o produto fique pronto mais rápido para o cliente, aumentando a credibilidade da sua empresa e a satisfação do público final.

Esta publicação te ajudou? Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas para o seu negócio. Confira também outras explicações sobre questões de logística e gestão no nosso blog.

Fale com nossos especialistas!

Estamos disponíveis para tirar dúvidas e demonstrar o sistema de rastreamento e monitoramento de frotas da Cobli em ação.

Teste grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.