Post atualizado em

Grandes frotas exigem grande organização. Não é fácil coordenar todos os motoristas e carros que circulam pelas cidades entregando os serviços de uma empresa, mas existem ferramentas que podem ajudar a colocar a logística nos eixos. O monitoramento, por exemplo, oferece uma série de informações úteis para a administração diária. Esses dados podem, inclusive, servir para encontrar soluções para problemas recorrentes. Tem dúvidas sobre o monitoramento de frotas? Vamos tirá-las neste post:

Da manutenção dos veículos, ao gerenciamento de motoristas, passando pela telemática dos automóveis, o monitoramento permite remover ou minimizar os riscos associados ao investimento em veículos, melhorando a eficiência e a produtividade e reduzindo os custos gerais de transporte e pessoal.

Segundo a Berg Insight, empresa sueca de pesquisa de mercado especializada no segmento, o número de veículos comerciais em operação na América Latina é estimado em 26,7 milhões. Desses, 5,9 milhões são caminhões pesados e 20,8 milhões são veículos comerciais leves. Segundo a empresa, o mercado de gestão de frota nas Américas está em um período de crescimento e o cenário é bastante promissor para os anos que virão. Até 2022, o número de sistemas de monitoramento em uso nas frotas subirá de 3 milhões de unidades (dado de 2017) para 5,5 milhões de unidades.

Ainda tem dúvidas sobre esse serviço? Entenda melhor com a lista abaixo: 

1) O que é o monitoramento?

monitoramento frotas 1024x440 - As sete principais dúvidas sobre monitoramento de frotasÉ uma solução de logística muito completa. A partir do serviço de rastreamento (roteirização, serviço que pode ser adquirido isoladamente), o monitoramento acompanha toda a rota e analisa os dados gerados em cada viagem. Os resultados que o cliente recebe são muito diversos: localização do carro, quem é o motorista designado, qual trajeto ele fez, quantos quilômetros rodou, se acelerou demais ou fez freadas bruscas, entre muitas outras variáveis.

2) Por que contratar esse serviço?

Muitas vezes, o cliente chega a procura de um serviço simples de rastreamento, apenas para saber onde seus motoristas estão em tempo real. Mas o sistema vai muito além disso e gera uma série de relatórios e informações a partir desse acompanhamento. Analisando esses resultados, é possível mudar hábitos essenciais para a saúde do negócio, melhorando e facilitando o dia a dia das empresas. Por exemplo, dá para explicar para um motorista porque sua direção danifica o veículo e ensiná-lo a melhor forma de manter seu carro com a manutenção em dia. Também é possível entender quais são as melhores rotas para um serviço, aprendendo quais trechos são mais eficientes e quais dão mais gastos em termos de combustível gasto.

3) É fácil de instalar?

OBD 2 1024x440 - As sete principais dúvidas sobre monitoramento de frotas
Nosso dispositivo de telemetria veicular: uma vez plugado, ele transforma o veículo num veículo conectado

Sim. Tanto que o cliente pode fazer a instalação sozinho. Ele recebe os dispositivos, de tecnologia OBD (sistema de autodiagnóstico disponível na maioria dos automóveis que circulam atualmente), que é plugado no painel. Para fazê-lo funcionar, é só dar uma volta no quarteirão – isso conectará o GPS ao satélite. Uma vez finalizada essa etapa, nossa equipe faz a configuração rapidamente. Pronto! O serviço já está pronto para ser usado.

4) É preciso cadastrar os veículos no sistema?

Cada dispositivo vem com um número, que deve ser relacionado à placa do carro e ao nome do motorista.

5) Por quanto tempo os dados ficam disponíveis?

É possível acessar dados de um ano atrás, por exemplo. As informações reunidas ficam salvas no sistema e são fáceis de acessar a qualquer momento.

6) É preciso esperar pelos relatórios?

Os dados são gerados ao vivo – na Cobli, o tempo entre uma entrada e outra é de apenas cinco segundos – e podem ser acompanhados na hora. Conforme chegam, essas informações vão se acumulando em relatórios que podem ser acessados de acordo com a necessidade do cliente.

7) Quem acompanha?

tempo ocioso 1024x576 - As sete principais dúvidas sobre monitoramento de frotas
Nosso painel de monitoramento: informações rápidas e mais controle

É o próprio cliente que monitora os dados. O serviço de logística não envia alertas, por exemplo, se houver um comportamento estranho de algum motorista. Mas isso é facilmente observável no painel de cada empresa.

Gostou deste conteúdo? Acesse nosso site e conheça nossos serviços de monitoramento veicular!  

Rastreamento de Frota

Escreva um Comentário