Post atualizado em

Custos. Eficiência. Satisfação do cliente e dos profissionais. Prazos. Segurança. Para quem precisa fazer controle de frota, são muitas as variáveis e necessidades a serem consideradas. Não importa se a sua empresa tem veículos próprios ou utiliza os serviços de uma companhia terceirizada: ter o controle da operação é uma tarefa mais complexa do que apenas fazer anotações numa caderneta ou em uma planilha de controle no Excel.

Graças à tecnologia, já existem softwares capazes de cuidar das diversas etapas da gestão de frota. Neste texto, você vai saber mais sobre eles, como funcionam e que tipo de benefícios podem trazer à sua empresa. 

O que é uma frota de veículos? 

Quem olhar no dicionário poderá compreender rapidamente: frota é a palavra utilizada para se designar um coletivo de veículos – sejam eles caminhões, ônibus, carros ou qualquer outro tipo. Isso significa que não importa o tamanho da sua operação: tenha a sua empresa poucas ou muitas unidades em sua frota, um software de controle pode ajudar a melhorar seu serviço. 

O que é um software de controle de frota de veículos? 

Um bom sistema de controle de frota é aquele que é capaz de armazenar dados sobre as viagens feitas pelos veículos da empresa e, a partir disso, gerar benefícios – reduzindo custos, aumentando segurança ou tornando a operação mais eficiente. 

Para que isso funcione, são necessárias algumas ferramentas. Uma delas é uma maneira eficaz de obter dados sobre um veículo – utilizando, por exemplo, um rastreador veicular, capaz de medir as rotas utilizadas, o desgaste e consumo do veículo e até o tempo de deslocamento. Conectado ao carro ou caminhão e com capacidade para enviar dados por um sistema de comunicação – GPS, radiofrequência ou internet –, o rastreador alimenta a base de dados do software de controle de frota.

É dessa maneira que o programa, que pode ser utilizado no computador ou até mesmo num celular, pode desempenhar diversas funções. É possível, por exemplo, cadastrar os veículos e seus motoristas, bem como as datas de manutenções já realizadas e previstas para o futuro. 

O software também permite saber todas as viagens realizadas por veículo, como é o comportamento de cada condutor (se dirige rápido ou faz manobras perigosas, por exemplo) e o tempo das paradas ao longo da viagem – uma forma eficaz de não só medir eventuais atrasos, mas também verificar se o motorista está cumprindo com os períodos de descanso previstos na legislação trabalhista. Com esse tipo de dados, o gestor da frota é capaz de extrair informações  e relatórios úteis para o dia a dia da empresa. 

O que fazer para controlar a frota? 

Munido de um bom programa desses, o gestor de frota pode extrair diversos dados importantes. O primeiro é bastante simples: compreender se o número de veículos utilizado é suficiente para a quantidade de demandas que a empresa precisa realizar – ferramentas como um roteirizador, que traça rotas mais eficientes para as viagens de um veículo ao longo do dia, podem determinar se há caminhões ou carros sobrando na frota, por exemplo. 

Além disso, o software de controle da frota pode ajudar o gestor a compreender os gastos que a empresa está realizando com combustível e manutenção – sistemas de telemetria veicular, que captam dados sobre o desempenho do veículo, podem ajudar a fazer trocas de peças em intervalos mais razoáveis e melhorar o desempenho do veículo. Pneus são um bom exemplo: é o tipo de componente que deve ser trocado de tempos em tempos e pode comprometer rapidamente a segurança da operação. 

Outra funcionalidade importante é entender o comportamento dos motoristas: com o software, é possível entender sua conduta na estrada, e se necessário, executar campanhas de boa conduta ao volante – o que pode aumentar a eficiência da operação e reduzir custos e riscos de sinistralidade. Isso, claro, para não falar na possibilidade de se estabelecer metas para o futuro: com o tempo, é possível analisar o desempenho da frota e ir ajustando planos para otimizar os gastos ou reduzir a demora para se realizar uma entrega, por exemplo. 

Não se deixe enganar, porém, por quem promete um bom software de controle de frota gratuito – afinal, essas são informações estratégicas para a operação da sua empresa. Hoje, num mundo em que “dados são o novo petróleo”, se você não está pagando por algo, então seus dados é que estão sendo o pagamento. 

O que é um analista de frota? 

Analista de frota ou gestor de frota é o nome dado ao profissional responsável por controlar os veículos e, a partir dos dados das viagens, extrair análises e metas para melhorar a operação.  É um cargo normalmente ocupado por quem tem experiência na área de Administração e tem competências como organização, raciocínio lógico e capacidade de fazer planejamento e motivar a equipe – essas duas últimas habilidades são especialmente importantes, uma vez que são complementares ao bom uso da tecnologia. Há ainda cursos de especialização nessa área – muitas vezes oferecidos por especialistas em logística – que podem auxiliar quem planeja seguir carreira no setor

Esta publicação te ajudou? Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas e como a gente pode te ajudar! Confira também outras explicações sobre questões de logística e gestão de frota em nosso blog. Você também pode entrar em contato com um de nossos atendentes pelo (11) 4810-2200 ou pelo euquero@cobli.co.

Rastreamento de Frota
badge primary e1563977884304 - Como fazer um bom controle de frota?
Cobli

euquero@cobli.co
(11) 4810-2200

Escreva um Comentário